Francisco, 2013-2023 (8)

10 anos de pontificado, 10 gostos do Papa: Vocação de S. Mateus, de Caravaggio

| 11 Mar 2023

Vocação de S. Mateus, de Caravaggio. Imagem reproduzida a partir de www.Caravaggio.org

Vocação de S. Mateus, de Caravaggio. Imagem reproduzida a partir de www.Caravaggio.org

 

Ver é fundamental na fé, afirmou o Papa Francisco num programa de Andrea Tornielli e Lucio Brunelli produzido pelo Dicastério para a Comunicação com a Rai Cultura, em colaboração com a Biblioteca Apostólica do Vaticano e os Museus Vaticanos. Ver e maravilhar-se. E uma boa ajuda para penetrar nas cenas do Evangelho é oferecida pela arte. Pela de Caravaggio (1571-1610), por exemplo, autor de Vocação de S. Mateus, uma das pinturas que Francisco mais admira.

Quando, sendo cardeal, se deslocava a Roma, Jorge Mario Bergoglio ia contemplá-la à Igreja de S. Luís dos Franceses. Foi, aliás, o quadro de 1600 que lhe inspirou o lema do pontificado: “Miserando atque elegendo”. As palavras são de uma homilia de S. Beda “O Venerável”, que, falando sobre a vocação de S. Mateus, disse que Jesus o olhou com misericórdia, escolhendo-o.

Quando lhe perguntaram se aceitava a eleição para pontífice, Jorge Mario Bergoglio referiu essa misericórdia: “Sou pecador, mas confiado na misericórdia e paciência infinita de Nosso Senhor Jesus Cristo, confundido e em espírito de penitência, aceito.”

Poucos meses depois de ter sido escolhido como Papa, Francisco assegurou: “Aquele dedo de Jesus assim… dirigido a Mateus. Assim sou eu. Assim me sinto. Como Mateus. É o gesto de Mateus que me toca: agarra-se ao seu dinheiro, como que a dizer: ‘Não, não eu! Não, este dinheiro é meu!’. Este sou eu: um pecador para o qual o Senhor voltou o seu olhar”.

Constatou o Papa, noutra ocasião, que nenhum dos que estavam na cena pintada por Caravaggio, “nem sequer Mateus, ávido de dinheiro, conseguia crer na mensagem do dedo que o indicava, na mensagem daqueles olhos que o fitavam com misericórdia e o escolhiam para o seguimento”. Mas “sentia o enlevo do encontro. É assim o encontro com Cristo que vem e nos convida”.

A realização de Caravaggio, a Alma e o sangue, um filme sobre Michelangelo Merisi, o pintor que ficou imortalizado com o nome de Caravaggio, implicou a execução de uma cópia da Vocação de S. Mateus. Realizada segundo a técnica que se julga ter sido a de Caravaggio, a obra feita pela oficina Tifernate de Città di Castello foi oferecida ao Papa, que a tem exposta na Casa Santa Marta. O fundador da empresa disse no momento da doação que a obra-prima de Caravaggio, “que expõe com força e dramaticidade o tema da misericórdia e do chamamento universal de Cristo”, “é muito afim à mensagem que o papa Francisco propõe à Igreja e ao mundo”.

 

Uma Via-Sacra especial em Guimarães

23 de março

Uma Via-Sacra especial em Guimarães novidade

A música de artistas portugueses como Pedro Abrunhosa, Marisa Liz e Tiago Bettencourt integrará uma Via-Sacra especial organizada pela Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, em Guimarães, e cujas receitas reverterão para o restauro de uma capela. A iniciativa está marcada para o próximo dia 23 de março.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

23 de março

Uma Via-Sacra especial em Guimarães novidade

A música de artistas portugueses como Pedro Abrunhosa, Marisa Liz e Tiago Bettencourt integrará uma Via-Sacra especial organizada pela Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, em Guimarães, e cujas receitas reverterão para o restauro de uma capela. A iniciativa está marcada para o próximo dia 23 de março.

Iniciativa ecuménica

Bispos latino-americanos criam Pastoral das Pessoas em Situação de Sem-abrigo

O Conselho Episcopal Latino-Americano (Celam) lançou oficialmente esta semana a Pastoral das Pessoas em Situação de Sem-abrigo, anunciou o Vatican News. Um dos principais responsáveis pela iniciativa é o cardeal Luís José Rueda Aparício, arcebispo de Bogotá e presidente da conferência episcopal da Colômbia, que pretende que a nova “pastoral de rua” leve a Igreja Católica a coordenar-se com outras religiões e instituições já envolvidas neste trabalho.

Uma ativista e uma catequista à conversa com uma teóloga e um padre

Uma ativista e uma catequista à conversa com uma teóloga e um padre novidade

Georgina perguntou-se sobre como explicar a dificuldade de relação dos bispos africanos com o mundo LGBTI+, Helena congratulou-se pela presença de leigos na aula sinodal, Serena sublinhou que a participação não se limita a “fazer parte”, inclui “tomar parte”. Aconteceu no Fórum Europeu de Grupos Cristãos LGBTI+, no qual participou Ana Carvalho.

O “Boletim Cinematográfico” na Igreja em Portugal – uma memória histórica

Os primórdios do movimento cinematográfico no seio da Igreja em Portugal

O “Boletim Cinematográfico” na Igreja em Portugal – uma memória histórica novidade

Este é o breve historial de uma publicação simples na sua forma de apresentação, mas que, ao durar persistentemente cerca de cinco décadas, prestou à cultura cinematográfica e à Igreja Católica em Portugal um serviço inestimável e indelevelmente ligado ao nome de Francisco Perestrello, agora falecido.

Lopes Morgado: um franciscano de corpo inteiro

Frade morreu aos 85 anos

Lopes Morgado: um franciscano de corpo inteiro novidade

O último alarme chegou-me no dia 10 de Fevereiro. No dia seguinte, pude vê-lo no IPO do Porto, em cuidados continuados. As memórias que tinha desse lugar não eram as melhores. Ali tinha assistido à morte de um meu irmão, a despedir-se da vida aos 50 anos… O padre Morgado, como o conheci, em Lisboa, há 47 anos, estava ali, preso a uma cama, incrivelmente curvado, cara de sofrimento, a dar sinais de conhecer-me. Foram 20 minutos de silêncios longos.

Agenda

There are no upcoming events.

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This