Violência religiosa na Índia

300 ataques contra cristãos nos últimos 10 meses

| 19 Nov 2021

Cristãos têm sido atacados na Índia. Foto retirada do relatório apresentado na página da countercurrents.org.

Nos primeiros 10 meses deste ano, o relatório intitulado Cristãos agredidos na Índia, coligido por várias organizações não governamentais cristãs, registou 300 incidentes anticristãos.

A Ajuda à Igreja que Sofre entrevistou na quinta-feira, 18 de novembro, duas freiras católicas atacadas no distrito de Mau, no Estado de Uttar Pradesh, no norte do país.

A irmã Gracy Monteiro contou como “um grupo de homens hindus” a assediaram – a ela e à irmã Roshi Minj – numa paragem de autocarros, acusando-as de “converter ilegalmente um hindu ao cristianismo” e as levaram “à força para uma esquadra de polícia próxima entoando slogans anticristãos” e acusando-as de conversões ilegais.

O Uttar Pradesh é o Estado mais populoso da Índia e, por meio de um decreto de novembro de 2020, posteriormente ratificado pelo Parlamento estadual em fevereiro de 2021, proibiu a conversão religiosa sob pena de prisão até 10 anos. A lei refere a conversão religiosa por aliciamento, força, coerção ou fraude, mas várias formas de pastoral cristã e obras de caridade têm sido julgadas como atrações ilegais para a conversão.

Na Índia existem mais sete Estados com semelhante legislação. Os líderes das Igrejas cristãs contestam a sua legalidade, alegando que tais leis violam a Constituição Indiana que reconhece aos cidadãos o direito de seguirem a religião da sua escolha e o direito a propagá-la. Grupos extremistas de hindus têm também atacado com frequência a minoria muçulmana. Os cristãos são cerca de 360 mil entre os mais de 200 milhões de habitantes do Uttar Pradesh.

 

Mulheres vão intervir na escolha dos bispos

Papa revela em entrevista

Mulheres vão intervir na escolha dos bispos novidade

Depois de ter anunciado o desejo de visitar a Rússia e a Ucrânia, a seguir à viagem que vai fazer ao Canadá, o Papa Francisco surpreendeu esta quarta-feira ao anunciar a intenção de nomear duas mulheres para o comité do Dicastério dos Bispos, que procede à análise dos nomes a escolher para as dioceses, nas diferentes partes do mundo.

Terrorismo, ciclones e Missão

Norte de Moçambique

Terrorismo, ciclones e Missão novidade

É verdade que toda a Igreja se empenhou na assistência humanitária às vítimas do ciclone Gombe, com a distribuição de alimentos e materiais de construção para as casas. E também abre braços e corações para acolher os deslocados de Cabo Delgado. Mas a grande aposta na construção de um futuro melhor passará por projectos de desenvolvimento e por mais e melhor educação integral.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

“Finalmente encontrei um cristão de verdade!”

“Finalmente encontrei um cristão de verdade!” novidade

Não se é cristão porque se pratica a religião cristã, ou pela simples razão de ir à igreja, ou porque se pratica boas obras.
Não se é cristão porque se conhece bem a Bíblia, faz-se beneficência ou até se dá a vida em nome de Deus.
Tudo isto pode ser feito, e na verdade não é ser cristão. Parecer é uma coisa, ser é outra.   

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This