ACNUR pede investigação

92 migrantes encontrados nus e feridos

| 17 Out 2022

 

equipa da frontex vigira fronteira foto twitter frontex

Uma brigada da Frontex, a agência europeia que faz a vigilância das zonas fronteiriças e costeiras da União, colaborou no acolhimento e transporte dos migrantes para a cidade mais próxima. Foto © Frontex.

 

As imagens de 92 migrantes nus encontrados na última sexta-feira, 14, no norte da Grécia, junto à fronteira com a Turquia, desencadearam uma onda de choque internacional. A ACNUR, agência da ONU para os refugiados, disse-se profundamente perturbada com a situação, enquanto as autoridades gregas e turcas têm trocado acusações entre si.

A polícia grega de fronteiras terá encontrado o grupo de homens, que incluía também algumas crianças, a caminhar, procurando cobrir os genitais. Alguns deles encontravam-se feridos. Os migrantes são na sua maioria originários do Afeganistão e da Síria e, segundo a polícia grega, que cita os relatos dos migrantes, terão sido despejados de três veículos do exército turco nas margens do rio Evros, que separa os dois países, com uns barcos de borracha para fazer a travessia.

Na altura em que foram encontrados, surgiu também no local uma brigada da Frontex, a agência europeia que faz a vigilância das zonas fronteiriças e costeiras da União, a qual colaborou no acolhimento e transporte dos migrantes para a cidade mais próxima, onde receberam roupas e alimentos.

A Grécia aproveitou este caso para atribuir responsabilidades ao país vizinho e denunciar este tipo de práticas. O ministro grego da Proteção Civil, Takis Theodorikakos, fez declarações a um canal de televisão do seu país referindo o alegado envolvimento de militares turcos no empurrar dos migrantes para o lado grego, acusando-os de “instrumentalizar a imigração ilegal”. Por sua vez, o ministro grego da Migração disse, através do Twitter, que este tipo de práticas da Turquia era uma “vergonha para a civilização”. Porém, como faz notar a BBC News, que fornece estas informações, não foi possível ainda verificar de forma independente o que está a ser dito do lado grego.

A Turquia, por sua vez, através do principal assessor de imprensa do presidente Erdogan, negou qualquer responsabilidade pelo que aconteceu, considerou as acusações como “fúteis e ridículas” e responsabilizou a Grécia pelo sucedido, verberando, em particular, a falta de respeito demonstrada pelos migrantes, ao publicar as suas fotos com os corpos desnudados. “A máquina grega de notícias falsas está de volta ao trabalho”, escreveu o assessor.

A ACNUR condenou, em declarações à BBC, o “tratamento cruel e degradante” das pessoas e pediu “uma investigação completa” daquilo que aconteceu, manifestando a intenção de começar por ouvir os migrantes nos próximos dias.

Estes caso ocorre num clima de relações entre a Turquia e a Grécia, que, mesmo pelos padrões dos dois rivais membros da Nato, foram descritas como “especialmente tensas”, escreve esta segunda-feira, 17, o jornal The Guardian.

 

“As estatísticas oficiais subestimam a magnitude da pobreza e exclusão em Portugal”, denuncia Cáritas

7MARGENS antecipa estudo

“As estatísticas oficiais subestimam a magnitude da pobreza e exclusão em Portugal”, denuncia Cáritas novidade

Ao basear-se em inquéritos junto das famílias, as estatísticas oficiais em Portugal não captam as situações daqueles que não vivem em residências habituais, como as pessoas em situação de sem-abrigo, por exemplo. E é por isso que “subestimam a magnitude da pobreza e exclusão em Portugal”, denuncia a Cáritas Portuguesa na introdução ao seu mais recente estudo, que será apresentado na próxima terça-feira, 27 de fevereiro, na Universidade Católica Portuguesa do Porto.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Ver teatro que “humaniza” e aprender a “salvar a natureza”? É no Seminário de Coimbra

Atividades abertas a todos

Ver teatro que “humaniza” e aprender a “salvar a natureza”? É no Seminário de Coimbra novidade

Empenhado em ser “um lugar onde a Cultura e a Espiritualidade dialogam com a cidade”, o Seminário de Coimbra acolhe, na próxima segunda-feira, 26, a atividade “Humanizar através do teatro – A Importância da Compaixão” (que inclui a representação de uma peça, mas vai muito além disso). Na terça-feira, dia 27, as portas do Seminário voltam a abrir-se para receber o biólogo e premiado fotógrafo de natureza Manuel Malva, que dará uma palestra sobre “Salvar a natureza”. 

Era uma vez na Alemanha

Era uma vez na Alemanha novidade

No sábado 3 de fevereiro, no centro de Berlim, um estudante judeu foi atacado por outro estudante da sua universidade, que o reconheceu num bar, o seguiu na rua, e o agrediu violentamente – mesmo quando já estava caído no chão. A vítima teve de ser operada para evitar uma hemorragia cerebral, e está no hospital com fracturas em vários ossos do rosto. Chama-se Lahav Shapira. [Texto de Helena Araújo]

Vitrais e escultura celebram videntes de Fátima na Igreja da Golpilheira

Inaugurados dia 25

Vitrais e escultura celebram videntes de Fátima na Igreja da Golpilheira novidade

A comunidade cristã da Golpilheira – inserida na paróquia da Batalha – vai estar em festa no próximo domingo, 25 de fevereiro, data em que serão inaugurados e benzidos os novos vitrais e esculturas dos três videntes de Fátima que passarão a ornamentar a sua igreja principal – a Igreja de Nossa Senhora de Fátima. As peças artísticas foram criadas por autores nacionais, sob a coordenação do diretor do Departamento do Património Cultural da Diocese de Leiria-Fátima, Marco Daniel Duarte.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This