Terras sem Sombra

A arte chocalheira e música romântica com selo checo

| 10 Set 21

Chocalhos, no festival Terras sem Sombra.

A nova etapa do festival Terras sem Sombra promete transportar os seus visitantes entre a música checa, o chocalho e a arte chocaleira e a paisagem natural da ribeira de Alcáçovas.  

É já este fim de semana, nos dias 11 e 12 de setembro, que Viana do Alentejo recebe uma jornada que celebra diferentes geografias sonoras, uma marca do Terras sem Sombra.

Por um lado, nota a organização, grandes páginas da música romântica, naturalista e modernista, que chegam à “emblemática vila”, na transição de Évora para Beja, “com o selo do reputado ensemble checo Smetana Trio”. 

Smetana Trio

Antes disso, o som das planícies alentejanas ressoa na ancestral arte chocalheira de Alcáçovas; e, a seguir, o rumorejar das águas nos moinhos velhos da Ribeira de Papa-Galos convoca ecos de paisagens de antanho. 

De acordo com a organização, o Terras sem Sombra configura uma temporada cultural que, em itinerância por diversos concelhos do Alentejo, propõe um programa que abarca a música erudita, o património e a biodiversidade. As atividades acontecem aos fins de semana e são de entrada livre, sujeitas às regras sanitárias em vigor decorrentes da atual situação pandémica.

 

A votar, a votar!

[Segunda leitura]

A votar, a votar! novidade

“Começa hoje a campanha eleitoral para as eleições autárquicas de 26 de setembro”. Juro que ouvi isto na passada terça-feira, dia 14 de setembro. Assim mesmo, sem tirar nem pôr, na abertura de um noticiário na rádio: “Começa hoje a campanha eleitoral para as eleições autárquicas de 26 de setembro”. Juro.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Direitos humanos, paz e casa comum: como se reescreve um Papa?

Ensaio

Direitos humanos, paz e casa comum: como se reescreve um Papa? novidade

As intervenções de um Papa na Assembleia Geral das Nações Unidas (AGONU) aconteceram em cinco momentos da História e resultaram de um estatuto jurídico reconhecido internacionalmente ao líder máximo da Igreja Católica, incomparável quer relativamente aos líderes das outras religiões, quer aos das nações. Isto, por si só, é relevante a nível da política e das relações internacionais.

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This