A carne, a história e a vida: uma viagem fascinante

| 8 Ago 20

A tradição espiritual cristã, radicada na Boa-notícia gerada pelo Novo Testamento, permanece ainda um continente a explorar para muitos dos discípulos de Jesus. A expressão mística contém uma carga associada que não ajuda a visitar o seu espaço: associamo-la a uma elite privilegiada, a fenómenos extraordinários, a vidas desligadas dos ritmos e horários modernos.

Neste sentido, a obra Conhecer os Místicos do jesuíta irlandês Brendam Comerford constitui um precioso auxílio. No total, são 22 personagens maiores da história da Igreja que o autor apresenta em breves textos, com uma linguagem acessível e coloquial, dando a conhecer traços biográficos e pérolas da experiência cristã. Figuras que vêm desde as origens – Orígenes, Agostinho –, passando pelas Idades Média e Moderna – Bernardo de Claraval, Teresa de Ávila – até ao século XX, como Dorothy Day e Pedro Arrupe, passando por algumas figuras maiores do contexto medieval anglo-saxónico como Richard Rolle ou Juliana de Norwich.

Ao percorrer estas páginas, o leitor fará uma viagem fascinante com homens e mulheres que, nas difíceis coordenadas do contexto em que viveram, não deixaram de perscrutar os sinais e passagens da Aliança de Deus com a humanidade, através da única paisagem que podiam narrar: a sua carne, a sua própria história, a sua vida. Comerford percorre de modo breve os traços biográficos destas personagens, aproximando-se sobretudo das suas vivências quotidianas, dos seus compromissos com os apelos do seu tempo, fosse a construção de uma gramática da experiência cristã nos primeiros séculos, o serviço aos pobres e à reconciliação nas Igrejas divididas da Idade Média ou a busca de um caminho simples e pessoal de oração diante das áridas linguagens da modernidade. Parecerá ao leitor estar a caminhar acompanhado de uma “nuvem de testemunhas” (Carta aos Hebreus 12, 1), com nomes, histórias e rostos concretos, numa leitura acessível e estimulante.

“Os místicos são pioneiros que exploram as fronteiras e limites do que é ser humano. Eles são exploradores da interioridade e mostram-nos o possível. Os místicos, com a sua visão noturna aprenderam a espreitar a escuridão divina de modo suficientemente longo e árduo para verem um mundo encharcado de Deus, vertiginoso na sua beleza. Eles lembram-nos que também temos olhos para ver essas frágeis, efémeras belezas nas quais gotas de orvalho brilham como safiras por alguns momentos fugidios à luz quebrada do amanhecer, quando a maior parte de nós dorme rotineiramente.”

 

Conhecer os Místicos, de Brendan Comerford, sj
Edição: Apostolado da Oração, 144 páginas

 

[related_posts_by_tax format=”thumbnails” image_size=”medium” posts_per_page=”3″ title=”Artigos relacionados” exclude_terms=”49,193,194″]

50 anos da Vigília da Capela do Rato: a paz é possível?

Exposições, colóquios, debates, arte pública e vigília

50 anos da Vigília da Capela do Rato: a paz é possível? novidade

A Vigília da Paz que teve lugar nos dias 30 e 31 de dezembro da 1972 será recordada através de várias iniciativas organizadas pela Comissão das Comemorações dos 50 anos do 25 de Abril, que vão ter lugar durante o mês de dezembro e janeiro, em Lisboa.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

Bahrein

Descoberto mosteiro cristão sob as ruínas de uma mesquita novidade

Há quem diga que este é o “primeiro fruto milagroso” da viagem apostólica que o Papa Francisco fez ao Bahrein, no início de novembro. Na verdade, resulta de três anos de trabalho de uma equipa de arqueólogos locais e britânicos, que acaba de descobrir, sob as ruínas de uma antiga mesquita, partes de um ainda mais antigo mosteiro cristão.

Manhã desta quinta-feira, 24

“As piores formas de trabalho infantil” em conferência

Uma conferência sobre “As piores formas de trabalho infantil” decorre na manhã desta quinta-feira, 24 de Novembro (entre as 9h30-13h), no auditório da Polícia Judiciária (Rua Gomes Freire 174, na zona das Picoas, em Lisboa), podendo assistir-se também por videoconferência. Iniciativa da Confederação Nacional de Ação Sobre o Trabalho Infantil (CNASTI), em parceria com o Instituto de Apoio à Criança (IAC), a conferência pretende “ter uma noção do que acontece não só em Portugal, mas também no mundo acerca deste tipo de exploração de crianças”.

De Angola a Timor-Leste

JMJ 2023 promovida nos países da CPLP

  A Fundação Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Lisboa 2023 está a promover o encontro de jovens de todo o mundo com o Papa, que vai decorrer de 1 a 6 de agosto em Lisboa, junto dos países que integram a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), durante...

Inscreva-se aqui
e receba as nossas notícias

Boas notícias

Não há cerveja no Mundial do Qatar… mas há bagels casher

Iniciativa de dois rabinos

Não há cerveja no Mundial do Qatar… mas há bagels casher

A proibição da venda de bebidas alcoólicas nos recintos desportivos do Qatar tem gerado polémica, e chegou a temer-se que a comida casher (preparada de acordo com as leis judaicas) também tivesse sido banida. No entanto, graças a dois rabinos fãs de bagels e à Qatar Airways (que disponibilizou um espaço para a cozinha), os adeptos de futebol que sejam judeus praticantes não passarão fome durante o Mundial.

É notícia

Dia dos Mártires

Igreja na Índia recorda massacre de 2008

Treze anos depois da onda de violência que varreu o Estado de Orissa, na Índia, provocando mais de 100 mortos, a justiça é ainda uma miragem, denuncia a Fundação AIS. Desde 2016 que é celebrado pela Igreja em Orissa o dia dos Mártires. 

Fundação AIS

Padre haitiano morto a tiro

Um padre que dirigia um orfanato no Haiti foi morto a tiro, Andrè Sylvestre, de 70 anos de idade, foi assassinado na tarde de segunda-feira, 6 de setembro, durante uma tentativa de assalto, revelou a Fundação AIS. 

IndieLisboa

Cinema: prémio Árvore da Vida atribuído a “Sopro”

O filme “Sopro”, realizado por Pocas Pascoal, uma cineasta angolana de 58 anos, foi distinguido na segunda-feira com o prémio Árvore da Vida, atribuído pelo Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura (SNPC), no final da 18.ª edição do festival de cinema independente IndieLisboa. 

Máximo histórico

Quatro em cada dez espanhóis dizem-se ateus ou não crentes

O estudo mais recente do Centro de Investigações Sociológicas de Espanha revela que quase quatro em cada dez espanhóis (38,7%) se declaram ateus ou não crentes e são apenas 16,7% os inquiridos que se assumem como católicos praticantes. Trata-se do máximo histórico do número de não crentes e do valor mais baixo alguma vez registado em relação aos católicos praticantes. Se a tendência se mantiver, estima-se que dentro de dois anos o número de não crentes no país ultrapasse, pela primeira vez, o de crentes.

Entre margens

Sentido e valor da dualidade sexual

Sentido e valor da dualidade sexual novidade

A sociedade edifica-se a partir da colaboração entre as dimensões masculina e feminina. Em primeiro lugar, na sua célula básica, a família. É esta que garante a renovação da sociedade através da geração de novas vidas e assegura o desenvolvimento harmonioso e complexo da educação das novas gerações. Por isso, nunca um ou mais pais pode substituir uma mãe e nunca uma ou mais mães podem substituir um pai.»

Crentes e discípulos

Crentes e discípulos

Apesar de muitos confundirem os dois conceitos, a verdade é que ser crente no Deus dos cristãos é muito diferente de ser um discípulo de Jesus Cristo. Vejamos alguns contrastes entre ambos.

Valores, religiosidade e idade secular

Valores, religiosidade e idade secular

A publicação de Valores e Religiosidade em Portugal – Comportamentos e Atitudes Geracionais (Afrontamento, 2022) do cónego Eduardo Duque constitui oportunidade para refletirmos sobre a necessidade de compreender a importância dos valores éticos e religiosos na sociedade contemporânea. Importa recordar o que Hermann Broch (1886-1951) afirmou sobre o “vazio de valores”, que afeta a sociedade contemporânea e os seus efeitos na fragilização comunitária.

Cultura e artes

A “Castro” e outros clássicos do teatro para descobrir em Lisboa (e no YouTube)

Clássicos em Cena em 7ª edição

A “Castro” e outros clássicos do teatro para descobrir em Lisboa (e no YouTube)

A Castro, de António Ferreira, e outras duas peças clássicas, serão objecto de duas leituras encenadas nas próximas sexta-feira e domingo. As sessões incluem-se no programa da 7ª edição dos Clássicos em Cena, que decorre na Livraria/Galeria Sá da Costa (R. Serpa Pinto, 19, ao Chiado, em Lisboa), com entrada livre, e também no canal do Teatro Maizum no YouTube.

Festival de música sem concertos, mas com “elevações espirituais”

No Vaticano e em Roma, nos 150 anos de Perosi

Festival de música sem concertos, mas com “elevações espirituais”

A 21ª edição do Festival Internacional de Música e Arte Sacra, realiza-se, no Vaticano e em Roma, de 12 a 15 de novembro e, segundo o seu programador, Hans-Albert Courtial, presidente da Fundação Pró Música e Arte Sacra, não terá concertos, mas sim momentos de “elevação espiritual”, de acesso livre e gratuito. Obras de Lorenzo Perosi, de quem se celebram os 150 anos do nascimento, serão tocadas na abertura, já no próximo sábado.

O sentido humanista na obra de José Afonso

Discografia reeditada

O sentido humanista na obra de José Afonso

Tem vindo a ser noticiada a reedição da obra discográfica de José Afonso (1929-1987). De seu nome completo José Manuel Cerqueira Afonso dos Santos, toda a obra se desenrolou e notabilizou sob este nome de José Afonso, entre o familiar e o funcional. A reedição do principal da sua obra constitui uma iniciativa digna de todos os encómios, já que será salvaguardada a qualidade original e a interpretação pessoal do autor.

A música na Igreja Católica: desafio permanente de inculturação

Conferência no Festival de Órgão

A música na Igreja Católica: desafio permanente de inculturação

O II Festival Internacional de Órgão e Música Sacra, com mais de 30 concertos, está a proporcionar, desde 13 de outubro, aos habitantes dos municípios do Porto, Maia, Valongo, Gondomar, Arouca, Oliveira de Azeméis e Felgueiras a oportunidade de usufruírem de música de elevada qualidade. O 7MARGENS reproduz a conferência de D. Carlos Azevedo, membro do Dicastério para a Educação e a Cultura, da Santa Sé.

Sete Partidas

Desobediência

Desobediência

Recentemente fui desafiada a algo que não esperava. Provavelmente deveria começar a ensinar a minha filha a prevaricar, disse-me o meu pai. Foi a palavra escolhida. O sentido era o de rebeldia, de desobediência. Eu fiquei a pensar.

Aquele que habita os céus sorri

servos como o rei

servos como o rei

Breve comentário do p. António Pedro Monteiro aos textos bíblicos lidos em comunidade, na Solenidade de Cristo Rei, Domingo XXXIV do Tempo Comum C. Hospital de Santa Marta, Lisboa, 19 de Novembro de 2022.

Agenda

[ai1ec view=”agenda” events_limit=”3″]

Ver todas as datas

Parceiros

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This