Tese de doutoramento em teologia moral

A esperança “transfigura o presente”

| 1 Dez 2022

Decorreu na Academia Alfonsiana, em Roma, a prova de doutoramento do padre Vítor Novais, reitor do Seminário Conciliar de Braga, que apresentou uma tese intitulada A proposta da esperança cristã hoje: o contributo de José-Román Flecha. Foto © Direitos Reservados

Decorreu na Academia Alfonsiana, em Roma, a prova de doutoramento do padre Vítor Novais, reitor do Seminário Conciliar de Braga, que apresentou uma tese intitulada A proposta da esperança cristã hoje: o contributo de José-Román Flecha. Foto © Direitos Reservados

 

Decorreu esta quinta-feira, 1 de dezembro, na Academia Alfonsiana, em Roma, a prova de doutoramento do padre Vítor Novais, reitor do Seminário Conciliar de Braga, que apresentou uma tese intitulada A proposta da esperança cristã hoje: o contributo de José-Román Flecha.

O novo doutor, que é também docente da Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa, vê a esperança, enquanto categoria ética, como “um elemento decisivo e estruturante que impele o ser humano ao desejo de renovação, levando-o a agir, a questionar-se e a reformular-se enquanto indivíduo”.

Nessa linha, “esperar não é, portanto, uma atitude de otimismo perante o futuro”, mas, antes, “uma atitude indagadora e transfiguradora do presente, tendo já em mente um futuro que se espera alcançável e expectável”. Em vez de colocar o ser humano “[n]um lugar de conforto”, a esperança desafia-o “à descoberta de novas aventuras”.

Nesta tese, Vítor Novais, propõe-se olhar a esperança como “sentido, estilo e impulso para a regeneração da proposta moral”, sendo que o estudo realizado “procura ser impulsionador de uma transformação no ser e agir do crente tendo em consideração algumas categorias da moral fundamental”.

Ao procurar “alargar o horizonte da esperança de modo a tornar a moral mais relevante na atualidade”, o estudo propõe-se ser inspirador para áreas como a moral pessoal, a moral social e a bioética.

A tese foi orientada pelos professores Sabatino Majorano e António Fidalgo, ambos pertencentes à Academia Alfonsiana, dirigida pelos Padres Redentoristas. Esta Academia é uma instituição superior que integra a Faculdade de Teologia da Universidade Pontifícia Lateranense, especializada em Teologia Moral.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Onde estão as mulheres na música litúrgica católica?

Onde estão as mulheres na música litúrgica católica? novidade

Na música, um dos ministérios mais estruturantes da liturgia católica, este paradigma mantém-se, embora com nuances particulares: salvo algumas (felizmente, cada vez mais) exceções, o ministério do canto, domingo a domingo, é, em Portugal, sustentado maioritariamente por mulheres e a regência dos coros é, preferencialmente, entregue a homens

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This