Com fr. Carlos Maria Antunes

“A força de uma Igreja vulnerável” em encontro de reflexão teológica do Metanoia

| 24 Jul 2022

Cálice restaurado através da técnica kintsugi, arte japonesa utilizada para reparar peças de cerâmica partidas com ouro; ou seja, a reparação não tenta dissimular as fracturas, senão valorizá-las

Cálice restaurado através da técnica kintsugi, arte japonesa utilizada para reparar peças de cerâmica partidas com ouro; ou seja, a reparação não tenta dissimular as fracturas, senão valorizá-las. Foto © Direitos Reservados

 

“A força de uma Igreja vulnerável” é o tema do Encontro de Reflexão Teológica promovido pelo Metanoia – Movimento Católico de Profissionais, que decorrerá no Seminário de Leiria entre quinta-feira, 28, e domingo, 31 de Julho. A iniciativa terá o contributo essencial de Carlos Maria Antunes, monge cisterciense do Mosteiro do Sobrado (Galiza) e autor de dois livros publicados em Portugal, ambos nas Paulinas: Atravessar a Própria Solidão e Só o Pobre Se Faz Pão.

O encontro abre, quinta-feira, 28, com dois painéis de testemunhos acerca do caminho sinodal percorrido no país. “Que caminhos sinodais temos vindo a percorrer” é o tema geral para acolher as participações do Movimento dos Trabalhadores Cristãos (LOC/MTC) Movimento Internacional de Intelectuais Católicos (MIIC-Pax Roaman); Associação Sopro; Graal; grupo inter-paroquial de Braga; paróquia de Esmoriz (Ovar, diocese do Porto); paróquia da Golegã (Santarém) e Capela do Rato (Lisboa). O 7MARGENS foi também convidado a testemunhar o trabalho feito de divulgação de textos, realização de inquéritos e debate.

As quatro intervenções de Carlos Antunes – que foi padre da diocese de Santarém antes de abraçar a vida monástica – terão como temas “O Pão faminto – relato de um Deus vulnerável”; “E se a margem fosse o centro? – a força dos que não contam”; “É pela fenda que entra a luz – a ferida e o carisma” e “A casa da compaixão e da alegria – fisionomia de uma Igreja vulnerável”.

Informações sobre o programa completo – que prevê ainda algumas actividades culturais paralelas –, bem como sobre as modalidades de inscrição podem ser consultadas na página do Metanoia.

 

“E tu, falas com Jesus?”

“E tu, falas com Jesus?” novidade

Em matéria de teologia, tendo a sentir-me mais próxima do meu neto X, 6 anos, do que da minha neta F, de 4. Ambos vivem com os pais e uma irmã mais nova em Londres. Conto dois episódios, para perceberem onde quero chegar. Um dia, à hora de deitar, o X contou à mãe que estava “desapontado” com o seu dia. Porquê? Porque não encontrara o cromo do Viktor Gyokeres, jogador do Sporting, um dos seus ídolos do futebol; procurou por todo o lado, desaparecera. Até pedira “a Jesus” para o cromo aparecer, mas não resultou. [Texto de Ana Nunes de Almeida]

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Fundadora da Comunidade Loyola castigada pelo Vaticano é ministra da comunhão em Braga

Decreto de extinção a marcar passo?

Fundadora da Comunidade Loyola castigada pelo Vaticano é ministra da comunhão em Braga novidade

A pouco mais de três meses de se completar um ano, prazo dado pelo Vaticano para extinguir a Comunidade Loyola, um instituto de religiosas fundado por Ivanka Hosta e pelo padre Marko Rupnik, aparentemente tudo continua como no início, com as casas a funcionar normalmente. No caso da comunidade de Braga, para onde Ivanka foi ‘desterrada’ em meados de 2023, por abusos de poder e espirituais, a “irmã” tem mesmo estado a desenvolver trabalho numa paróquia urbana, incluindo como ministra extraordinária da comunhão, com a aparente cobertura da diocese.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This