Madonna Buder, a "Iron Nun"

A freira que aos 92 anos ainda pratica triatlo

| 22 Ago 2022

A irmã Madonna, a “Iron Nun”, que aos 92 anos completou no dia 7 de agosto mais uma prova de triatlo, o Toyota USA Triathlon Age Group National Championships, no Milwaukee (EUA). Reprodução de foto do Instagram do USA Triathlon https://www.instagram.com/usatriathlon/.

A irmã Madonna, a “Iron Nun”, que aos 92 anos completou no dia 7 de agosto mais uma prova de triatlo, o Toyota USA Triathlon Age Group National Championships, no Milwaukee (EUA). Reprodução de foto do Instagram do USA Triathlon.

 

Tem 92 anos e a 7 de agosto passado voltou a cruzar a meta de mais uma prova desportiva — a americana Madonna Buder compete há 40 anos numa das disciplinas mais exigentes, o triatlo. Começou tarde, aos 52 anos, o que não a impediu de experimentar, com 55 anos, o “Ironman” (uma versão mais dura e mais longa de triatlo, que se faz de 3800 metros a nadar, 180 quilómetros em bicicleta e 42 quilómetros de maratona). E desde então não parou mais.

Com este percurso, a irmã Madonna Buder ganhou a alcunha de “Iron Nun”, a “freira de ferro”. Com 75 anos, relata a página da Wikipedia que lhe é dedicada, Madonna tornou-se a mulher mais velha a completar a corrida de “Ironman”, acabando o Hawai Ironman nesse ano de 2005 uma hora antes do horário limite. No ano seguinte, aos 76 anos, a freira foi novamente a mulher mais velha a completar a corrida, terminando com um tempo de 16:59:03.

Nascida a 24 de julho de 1930, em St. Louis, no Missouri, Marie Dorothy Buder entrou num convento aos 23 anos. Já em 1970, a irmã Madonna deixou a sua congregação (das irmãs de Nossa Senhora da Caridade do Bom Pastor) para se juntar a outras 38 freiras de origens diferentes e variadas para estabelecer uma comunidade de irmãs religiosas nova e não tradicional.

As Sisters for Christian Community (Irmãs para a Comunidade Cristã) são uma ordem religiosa contemporânea, não-canónica, ecuménica e inspirada nos textos do Concílio Vaticano II, apresentada como independente da autoridade da Igreja Católica. Apesar de Buder ter tido a liberdade de escolher o seu próprio estilo de vida, no momento de competir ouviu o bispo sobre este “hobby pouco ortodoxo”. Como relata na sua autobiografia (publicada em 2010), The Grace to Race: The Wisdom and Inspiration of the 80-Year-Old World Champion Triathlete Known as the Iron Nun (acerca da “sabedoria e inspiração da triatleta campeã mundial de 80 anos conhecida como freira de ferro), o bispo reagiu com bonomia: “Eu gostava que mais padres fizessem o que está a fazer.”

No passado dia 7, numa prova de triatlo para mais velhos (o Toyota USA Triathlon Age Group National Championships, no Milwaukee), o tempo não foi divulgado — nem será o mais importante. Nas costas da camisola podia ler-se uma frase da segunda carta de São Paulo a Timóteo (2ª Timóteo 4, 7): “Combati o bom combate, terminei a corrida, permaneci fiel.”

 

Silêncio: a luz adentra no corpo

Pré-publicação 7M

Silêncio: a luz adentra no corpo novidade

A linguagem não é só palavra, é também gesto, silêncio, ritmo, movimento. Uma maior atenção a estas realidades manifesta uma maior consciência na resposta e, na liturgia, uma qualidade na participação: positiva, plena, ativa e piedosa. Esta é uma das ideias do livro Mistagogia Poética do Silêncio na Liturgia, de Rafael Gonçalves. Pré-publicação do prefácio.

pode o desejo

pode o desejo novidade

Breve comentário do p. António Pedro Monteiro aos textos bíblicos lidos em comunidade, no Domingo I do Advento A. Hospital de Santa Marta, Lisboa, 26 de Novembro de 2022.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Bahrein

Descoberto mosteiro cristão sob as ruínas de uma mesquita

Há quem diga que este é o “primeiro fruto milagroso” da viagem apostólica que o Papa Francisco fez ao Bahrein, no início de novembro. Na verdade, resulta de três anos de trabalho de uma equipa de arqueólogos locais e britânicos, que acaba de descobrir, sob as ruínas de uma antiga mesquita, partes de um ainda mais antigo mosteiro cristão.

Manhã desta quinta-feira, 24

“As piores formas de trabalho infantil” em conferência

Uma conferência sobre “As piores formas de trabalho infantil” decorre na manhã desta quinta-feira, 24 de Novembro (entre as 9h30-13h), no auditório da Polícia Judiciária (Rua Gomes Freire 174, na zona das Picoas, em Lisboa), podendo assistir-se também por videoconferência. Iniciativa da Confederação Nacional de Ação Sobre o Trabalho Infantil (CNASTI), em parceria com o Instituto de Apoio à Criança (IAC), a conferência pretende “ter uma noção do que acontece não só em Portugal, mas também no mundo acerca deste tipo de exploração de crianças”.

Porque não somos insignificantes neste universo infinito

Porque não somos insignificantes neste universo infinito novidade

Muitas pessoas, entre as quais renomados cientistas, assumem frequentemente que o ser humano é um ser bastante insignificante, senão mesmo desprezível, no contexto da infinitude do universo. Baseiam-se sobretudo na nossa extrema pequenez relativa, considerando que o nosso pequeno planeta não passa de um “ponto azul” situado num vasto sistema solar.

Mais do que A Voz da Fátima

Pré-publicação

Mais do que A Voz da Fátima

Que fosse pedido a um incréu um texto de prefácio para um livro sobre A Voz da Fátima, criou-me alguma perplexidade e, ao mesmo tempo, uma vontade imediata de aceitar. Ainda bem, porque o livro tem imenso mérito do ponto de vista histórico, com o conjunto de estudos que contém sobre o jornal centenário, mas também sobre o impacto na sociedade portuguesa e na Igreja, das aparições e da constituição de Fátima e do seu Santuário como o centro religioso mais importante de Portugal. Dizer isto basta para se perceber que não é possível entender, no sentido weberiano, Portugal sem Fátima e, consequentemente, sem o seu jornal.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This