A Igreja quer ouvir-te

| 22 Ago 2022

papa francisco foto vatican media

Papa Francisco quer ouvir os cristãos com o Sínodo sobre a Sinodalidade. Foto © Vatican Media.

 

Este convite chega-me do Conselho Episcopal Latino-Americano (Celam). Fico surpreendido, tanto mais que vem acompanhado pelo nome do Papa Francisco. Desperta o meu desejo constante de acompanhar e viver o que acontece na Igreja Católica. Por isso resolvi dar-lhe resposta, que partilho neste artigo.

A Igreja quer escutar-te

A Igreja quer escutar-te é uma iniciativa da RILA – Rede Informática da Igreja na América Latina – que foi apresentada à secretaria-geral do Sínodo sobre a Sinodalidade. Pretende levar a cabo o processo sinodal, em curso, no mundo digital para poder escutar mais pessoas sem ter de importar as fronteiras e como Igreja fazer-nos cada vez mais nesta realidade.

Qual tem sido a tua experiência com a Igreja Católica? Pergunta interpelante porque não aponta a teorias, mas à relação, à vivência. Crente ou não crente, queremos que compartas a tua experiência, se te sentistes acolhido ou não. As tuas experiências nos ajudarão a reflectir e a dar o primeiro passo para uma renovação da Igreja. E para não nos remetermos à mera subjectividade, apresenta um guia pedagógico. Ajuda-nos preenchendo o questionário e a darmos o primeiro passo para uma renovação da Igreja. Responde com sinceridade e confiança.

A Igreja precisa de ti 

O Papa Francisco quer escutar-te, saber como vês e o que pensas que é necessário fazer para a Igreja se tornar mais próxima a pessoas como tu. As tuas respostas serão apresentadas de maneira anónima e de acordo com a lei de protecção de dados. Os resultados serão enviados ao Sínodo dos Bispos, que se reunirá em Roma em Outubro de 2023 (Pablo Perez de la Veja, secretário da Comissão Organizadora). 

Procurando ser verdadeiro e sincero com a realidade, para a Igreja ser mais próxima deve cuidar a linguagem/comunicação; atender as pessoas em situações especiais; assumir corajosamente ser missionária, praticar o diálogo com grupos sociais influentes. Certamente que há outras urgentes que reclamam presença Igreja. Mas aponto apenas estas.

Em próximo artigo, centrarei a atenção no poliedro pastoral que os relatos da caminhada proporcionam.

Georgino Rocha é padre católico da diocese de Aveiro e desempenhou já o cargo de vigário diocesano da pastoral.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

"Nada cristãs"

Ministro russo repudia declarações do Papa novidade

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov, descreveu como “nada cristãs” as afirmações do Papa Francisco nas quais denunciou a “crueldade russa”, especialmente a dos chechenos, em relação aos ucranianos. Lavrov falava durante uma conferência de imprensa, esta quinta-feira, 1 de dezembro, e referia-se à entrevista que Francisco deu recentemente à revista America – The Jesuit Review.

O que têm dito os papas sobre a paz

Debate e oração no Rato, em Lisboa

O que têm dito os papas sobre a paz novidade

As mensagens dos Papas para o Dia Mundial da Paz é o tema da intervenção do padre Peter Stilwell neste sábado, 3 de Dezembro (Capela do Rato, em Lisboa, 19h), numa iniciativa integrada nas celebrações dos 50 anos da vigília de oração pela paz que teve lugar naquela capela, quando um grupo de católicos quis permanecer em oração durante 48 horas, em reflexão sobre a paz e contra a guerra colonial.

Ministro russo repudia declarações do Papa

"Nada cristãs"

Ministro russo repudia declarações do Papa novidade

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov, descreveu como “nada cristãs” as afirmações do Papa Francisco nas quais denunciou a “crueldade russa”, especialmente a dos chechenos, em relação aos ucranianos. Lavrov falava durante uma conferência de imprensa, esta quinta-feira, 1 de dezembro, e referia-se à entrevista que Francisco deu recentemente à revista America – The Jesuit Review.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This