A mulher que pode ter autoridade sobre os bispos

| 18 Jan 20

Francesca di Giovanni, nomeada pelo Papa para o cargo de subsecretária da Secção para as Relações com os Estados, considerou a sua escolha como “uma decisão inovadora [que] representa um sinal de atenção para com as mulheres. “É a primeira vez que uma mulher tem um cargo de direcção na Secretaria de Estado”, afirmou, citada na Ecclesia.

A nova subsecretária ficará responsável pelas relações com as organizações intergovernamentais a nível internacional, os tratados multilaterais e áreas como o desenvolvimento, o ambiente, a protecção das vítimas de conflitos, a condição da mulher”.

Terceira mulher a ser nomeada por Francisco como subsecretária em organismos da Cúria Romana, a nova responsável pode vir a ter autoridade sobre bispos (nomeadamente sobre os núncios), uma vez que a secção das Relações com os Estados está ao serviço directo e imediato do Papa, como explicava Luis Badilla, no Il Sismografo. E isso nunca tinha acontecido até hoje, nota o analista.

Formada em Direito, Francesca Di Giovanni, 67 anos, ligada ao movimento dos Focolares, já trabalhava na secção que agora vai chefiar desde 1993.

Artigos relacionados