A que nos inspira a encíclica Laudato Si’? Vaticano sugere 200 medidas práticas

| 23 Jun 20

Clima. manifestação. Nova Iorque.

Marcha pelo clima, em Setembro de 2019, em Nova Iorque, com cerca de 60 mil jovens: “Não podemos voltar para trás e o documento do Vaticano pretende dizer como avançar. Foto © Marcelo Schneider/WCC

 

“E nós, o que devemos fazer?”, era a questão que, para muitos, surgia na conclusão da leitura da encíclica Laudato Si’, sobre cuja publicação acaba de se passar o quinto aniversário. Para assinalar a data, diversas entidades do Vaticano trabalharam em conjunto e divulgaram na passada quinta-feira, 18 de Junho, um documento com as respostas: trata-se de um manual com mais de 200 recomendações práticas que pretendem que a encíclica ecológica e social do Papa Francisco saia do papel e se transforme em ações concretas.

“A caminho para o cuidado da casa comum – Cinco anos depois da Laudato Si’” é o título do documento (para já, disponível em italiano), coordenado pela mesa interdicasterial da Santa Sé sobre a ecologia integral, e que apresenta a “sobriedade”, o “consumo responsável” e o “uso de energias renováveis” como chaves para uma mudança na relação das pessoas com a natureza.

Entre as ações sugeridas às comunidades católicas de todo o mundo, estão a abolição do uso de plásticos descartáveis, a partilha de veículos, a opção por um consumo “crítico e circular” e a dinamização de ações de formação sobre a ecologia, bem como a promoção de um maior contacto com a natureza entre os mais jovens.

No documento, o Vaticano apela ainda a uma economia com menor impacto ambiental, sem subsídios para empresas que utilizem energias fósseis e com aplicação de taxas para as emissões de dióxido de carbono.

Há também propostas no âmbito da saúde e defesa da vida, e ainda em relação à dimensão espiritual, onde se sugere a colaboração entre as diversas igrejas e comunidades religiosas para encorajar um “estilo de vida profético, contemplativo e sóbrio”. As questões ecológicas deverão ser incluídas no ensino da Igreja Católica, da catequese às universidades. A estas últimas, pede-se um investimento no estudo sobre as alterações climáticas.

O documento já foi aplaudido pelo Movimento Católico Global pelo Clima. “É um marco importante que o Vaticano tenha publicado as primeiras orientações práticas da Igreja Católica para pôr em prática os princípios da encíclica Laudato Si’”, afirmou o diretor executivo da organização, Tomás Insua. “O nível de detalhe das diretrizes é notável e profético.”

 

Artigos relacionados

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

Cimeira do Clima

Taizé dinamiza vigília para jovens em Glasgow novidade

A Comunidade de Taizé foi convidada pelo Comité Coordenador da COP26 das Igrejas de Glasgow para preparar e liderar uma vigília para estudantes e jovens em Glasgow durante a Cimeira do Clima. Mais de sete mil pessoas passaram por Taizé, desde junho, semana após semana, apesar do contexto da pandemia que se vive.

700 anos da morte do poeta

Lisboa acolhe os Dias de Dante novidade

Nos 700 anos da morte de Dante Alighieri, Lisboa acolhe os Dias de Dante, uma oportunidade para revisitar ou conhecer este poeta italiano “cuja obra marca profundamente a memória coletiva do Ocidente”. José Tolentino de Mendonça fará conferência de abertura.

Inscreva-se aqui
e receba as nossas notícias

Boas notícias

É notícia

Entre margens

O outro sou eu novidade

Há tanto que me vem à cabeça quando penso em Jorge Sampaio. Tantas ocasiões em que o seu percurso afetou e inspirou o meu, quando era só mais uma adolescente portuguesa da primeira geração do pós-25 de Abril à procura de referências. Agora, que sou só uma adulta que recusa desprender-se delas, as memórias confundem-se com valores e os factos com aspirações.

A palavra que falta explicitar no “cuidar da criação” novidade

No dia 1 de setembro começou o Tempo da Criação para diversas Igrejas Cristãs. Nesse dia, o Papa Francisco, o Patriarca Bartolomeu e o Arcebispo de Canterbury Justin assinaram uma “Mensagem Conjunta para a Protecção da Criação” (não existe – ainda – tradução em português). Talvez tenha passado despercebida, mas vale a pena ler.

Cultura e artes

Cinema

Às vezes, nem o amor consegue salvar-nos novidade

Falling, que em Portugal teve o subtítulo Um Homem Só, é a história de um pai (Willis) e de um filho (John) desavindos e (quase) sempre em rota de colisão, quer dizer, de agressão, de constante provocação unilateral da parte do pai, sempre contra tudo e contra todos.

Edgar Morin em entrevista

Só a capacidade de nos maravilharmos sustenta a resistência à crueldade e ao horror novidade

“Se formos capazes de nos maravilhar, extraímos forças para nos revoltarmos contra essas crueldades, esses horrores. Não podemos perder a capacidade de maravilhamento e encantamento” se queremos lutar contra a crise, contra as crises, afirmou Edgar Morin à Rádio Vaticano em entrevista conduzida pela jornalista Hélène Destombes e citada ontem, dia 18 de setembro, pela agência de notícias ZENIT

Sete Partidas

Aquele que habita os céus sorri

Agenda

[ai1ec view=”agenda” events_limit=”3″]

Ver todas as datas

Parceiros

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This