A que nos inspira a encíclica Laudato Si’? Vaticano sugere 200 medidas práticas

| 23 Jun 20

Clima. manifestação. Nova Iorque.

Marcha pelo clima, em Setembro de 2019, em Nova Iorque, com cerca de 60 mil jovens: “Não podemos voltar para trás e o documento do Vaticano pretende dizer como avançar. Foto © Marcelo Schneider/WCC

 

“E nós, o que devemos fazer?”, era a questão que, para muitos, surgia na conclusão da leitura da encíclica Laudato Si’, sobre cuja publicação acaba de se passar o quinto aniversário. Para assinalar a data, diversas entidades do Vaticano trabalharam em conjunto e divulgaram na passada quinta-feira, 18 de Junho, um documento com as respostas: trata-se de um manual com mais de 200 recomendações práticas que pretendem que a encíclica ecológica e social do Papa Francisco saia do papel e se transforme em ações concretas.

“A caminho para o cuidado da casa comum – Cinco anos depois da Laudato Si’” é o título do documento (para já, disponível em italiano), coordenado pela mesa interdicasterial da Santa Sé sobre a ecologia integral, e que apresenta a “sobriedade”, o “consumo responsável” e o “uso de energias renováveis” como chaves para uma mudança na relação das pessoas com a natureza.

Entre as ações sugeridas às comunidades católicas de todo o mundo, estão a abolição do uso de plásticos descartáveis, a partilha de veículos, a opção por um consumo “crítico e circular” e a dinamização de ações de formação sobre a ecologia, bem como a promoção de um maior contacto com a natureza entre os mais jovens.

No documento, o Vaticano apela ainda a uma economia com menor impacto ambiental, sem subsídios para empresas que utilizem energias fósseis e com aplicação de taxas para as emissões de dióxido de carbono.

Há também propostas no âmbito da saúde e defesa da vida, e ainda em relação à dimensão espiritual, onde se sugere a colaboração entre as diversas igrejas e comunidades religiosas para encorajar um “estilo de vida profético, contemplativo e sóbrio”. As questões ecológicas deverão ser incluídas no ensino da Igreja Católica, da catequese às universidades. A estas últimas, pede-se um investimento no estudo sobre as alterações climáticas.

O documento já foi aplaudido pelo Movimento Católico Global pelo Clima. “É um marco importante que o Vaticano tenha publicado as primeiras orientações práticas da Igreja Católica para pôr em prática os princípios da encíclica Laudato Si’”, afirmou o diretor executivo da organização, Tomás Insua. “O nível de detalhe das diretrizes é notável e profético.”

 

Artigos relacionados

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

Sondagem

Brasil deixa de ter maioria católica 

Algures durante este ano a maioria da população brasileira deixará de se afirmar maioritariamente como católica. Em janeiro de 2020, 51% dos brasileiros eram católicos, muito à frente dos que se reconheciam no protestantismo (31%). Ano e meio depois os números serão outros.

Inscreva-se aqui
e receba as nossas notícias

Boas notícias

É notícia

Entre margens

A educação na campanha eleitoral novidade

Durante os trinta debates nas televisões o tema da educação nunca esteve sobre a mesa. Será porque não é importante? Todos responderão que não, pois a educação é reconhecidamente importante em qualquer sociedade, sobretudo as mais desiguais. Será porque não se debateu nenhuma estratégia para o país? Também não, pois, apesar de pouco, ainda houve aqui e ali tempo para debater a justiça, a economia, a fiscalidade, o emprego e as remunerações.

As estrelas boas que Deus coloca na nossa vida novidade

No contexto da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos 2022 [entre 18 e 25 de janeiro] prestamos tributo a um homem bom, um fiel seguidor de Cristo e um cristão verdadeiramente ecuménico e aberto ao diálogo inter-religioso. Um cristão também com profundo sentido de humor e de alegria, que é sempre um sinal de uma boa espiritualidade.

Thich Nhat Hanh: Buda e Jesus são irmãos

Regressei ao cristianismo. Mas fui budista zen cerca de quinze anos, integrada na orientação budista zen do mestre japonês Taisen Deshimaru (Associação Zen Internacional); tendo como mestre um dos seus discípulos, Raphael Doko Triet. Gostaria de lhe prestar aqui a minha homenagem pois aprendi muito com ele, ligando-nos ainda – embora à distância – uma profunda amizade.

Cultura e artes

Crónicas portuguesas dos anos 80

As causas que sobrevivem às coisas

O Portugal de A Causa das Coisas e de Os Meus Problemas, publicados nos anos 80, fazem sentido neste século XXI? Miguel Esteves Cardoso ainda nos diz quem e o que somos nós? Haverá coisas que hoje se estranham, nomes fora de tempo, outras que já desapareceram ou caíram em desuso. Já as causas permanecem. Pretexto para uma revisitação a crónicas imperdíveis, agora reeditadas.

Carta a Filémon

A liberdade enquanto caminho espiritual

A Epístola a Filémon – um dos mais pequenos escritos do Novo Testamento – constitui o estímulo e o contexto para uma bela reflexão sobre a vivência da liberdade enquanto caminho espiritual. Adrien Candiard – dominicano francês a residir na cidade do Cairo – consegue em breves páginas apresentar um exercício de leitura rico e incisivo sobre a qualidade da vida cristã, mantendo um tom coloquial próprio do contexto de pequenos grupos nos quais este livro encontrou a sua origem.

O filme de Almodóvar

As dores para dar à luz a verdade

Fique dito, desde já, que estamos perante um dos melhores e mais amadurecidos filmes de Almodóvar. Intenso como outros, magnificamente construído e filmado como é habitual, talvez mais profundamente moral do que muitos, Mães Paralelas é um filme tecido de segredos íntimos e dolorosos, à volta da maternidade, mas também da Guerra Civil espanhola. No centro, esplendorosa, está Penélope Cruz.

Sete Partidas

Ser pai no inverno da Estónia

Estou a viver na Estónia há oito anos e fui pai recentemente. Vim para aqui estudar e, como acontece a muitos outros portugueses espalhados por esse mundo, apaixonei-me por uma mulher deste país, arranjei trabalho, casei e o mais recente capítulo da minha história é o nascimento do meu filho, no mês de dezembro de 2021.

Aquele que habita os céus sorri

Agenda

[ai1ec view=”agenda” events_limit=”3″]

Ver todas as datas

Parceiros

Fale connosco

Abusos na Igreja
Dar voz ao silêncio

Contactos da Comissão Independente

https://darvozaosilencio.org/

E-mail: geral@darvozaosilencio.org

Telefone: (+351) 91 711 00 00

You have Successfully Subscribed!

Pin It on Pinterest

Share This