Contributos para o Sínodo (16)

A. Teixeira Coelho: Renovar linguagem, integrar presbíteros dispensados

| 22 Jun 2022

Peça concebida pelo artista plástico norueguês Asbjørn Andresen para a Capela Árvore da Vida, em Braga. Foto © Joaquim Félix de Carvalho.

Peça concebida pelo artista plástico norueguês Asbjørn Andresen para a Capela Árvore da Vida, em Braga. Foto © Joaquim Félix de Carvalho.

 

Renovar a linguagem, acabando com a dicotomia clérigo/leigo através de uma reflexão da teologia dos ministérios, e integrar os presbíteros “dispensados” do exercício do ministério na actividade pastoral das comunidades são propostas de António Teixeira Coelho – professor aposentado do Ensino Secundário e presbítero da diocese do Porto durante 20 anos, que vive precisamente a condição de “dispensado” – em resposta à maior auscultação alguma vez feita à escala planetária, lançada pelo Papa Francisco, para preparar a assembleia do Sínodo dos Bispos de 2023. Esse coro imenso de vozes não pode ser silenciado, reduzido, esquecido, maltratado. O Espírito sopra onde quer e os contributos dos grupos que se formaram para ouvir o que o Espírito lhes quis dizer são o fruto maduro da sinodalidade. O 7MARGENS publica alguns desses contributos, estando aberto a considerar a publicação de outros que nos sejam enviados. 

  1. O que gosto na vivência da Igreja Católica

*O ser espaço dinâmico de comunhão apostólica ao serviço do Reino de Deus

  1. Uma experiência muito negativa

*A captura da dimensão cristã pelo instinto religioso com a colaboração de quem deverá evangelizar e não tornar a Igreja pouco mais do que uma “estação de serviços religiosos” e/ou uma ONG entre outras

  1. O que gostaria que mudasse:

** A vinculação obrigatória do ministério presbiteral à condição celibatária

** A prática marginalizadora por parte da hierarquia – bispos e padres – relativamente aos presbíteros “dispensados das obrigações inerentes ao estado clerical”. Tarda a inclusão voluntária e adequada dos presbíteros “dispensados” na actividade pastoral das comunidades.

** Renovação da linguagem: a dicotomia clérigo/leigo deve ser suprimida mediante reflexão da teologia dos ministérios. Dicotomia tão prejudicial à imagem, à construção e à descoberta da Igreja como esta será difícil imaginar

  1. Mudar em mim

* Crescer na fé na acção do Espírito que até de “pedras faz filhos de Abraão”.

 

Polícia da moralidade encerrada no Irão

Protestos a produzir efeitos

Polícia da moralidade encerrada no Irão novidade

A ausência de polícia de moralidade nas ruas de Teerão e de outras grandes cidades iranianas nos últimos meses alimentaram a especulação que foi confirmada na noite de sábado pelo Procurador-Geral do Irão, Mohammad Jafar Montazeri, de que a polícia havia sido desmantelada por indicação “do próprio local onde foi estabelecida”.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

"Nada cristãs"

Ministro russo repudia declarações do Papa

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov, descreveu como “nada cristãs” as afirmações do Papa Francisco nas quais denunciou a “crueldade russa”, especialmente a dos chechenos, em relação aos ucranianos. Lavrov falava durante uma conferência de imprensa, esta quinta-feira, 1 de dezembro, e referia-se à entrevista que Francisco deu recentemente à revista America – The Jesuit Review.

Um Deus mergulhado na nossa humanidade

Um Deus mergulhado na nossa humanidade novidade

Diante de uma elite obcecada pelo ritualismo de pureza, da separação entre puros e impuros, esta genealogia revela-nos um Deus que não se inibe de operar no ordinário e profano, que não toma preferência alguma acerca daqueles que se assumem categoricamente como sendo corretos, puros de sangue ou mesmo como pertencentes a determinada etnia ou género.

feitos de terra

feitos de terra

Breve comentário do p. António Pedro Monteiro aos textos bíblicos lidos em comunidade, Domingo II do Advento A. Hospital de Santa Marta, Lisboa, 3 de Dezembro de 2022.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This