Nossa Senhora das Neves

Abadia onde Carlos de Foucauld foi ordenado padre será encerrada

| 11 Jan 2022

A Abadia de Nossa Senhora das Neves. Foto reproduzida da página oficial da comunidade trapista.

 

“Um espaço demasiado grande para o pequeno grupo de monges”, sem que se perspetive uma renovação. Essa foi a razão dada para a decisão de abandonar a abadia de Nossa Senhora das Neves, na zona de Ardèche, no sudeste de França (entre Lyon e Montpellier). A resolução foi tomada na véspera de Natal pela comunidade de monges trapistas que aí existe há longos anos. O sítio está ligado à figura de Carlos de Foucauld em dois momentos da sua vida.

A decisão do encerramento foi amadurecida ao longo de dois anos e foi tomada por unanimidade pela dezena de monges sobreviventes. A medida concretizar-se-á até setembro deste ano de 2022.

“Ficámos em número muito pequeno, bastante frágeis, também afetados pela doença. Há, depois, o facto de a comunidade não se renovar, já que ninguém entra de novo”, explica o abade, frei Hugue, em declarações ao canal de televisão regional France Bleu.

A estátua de Nossa Senhora das Neves, na abadia. Foto reproduzida da página oficial da comunidade trapista.

A abadia obtinha rendimentos dos peregrinos e caminheiros de montanha que aí se alojavam. Isso exigia múltiplos serviços que mobilizavam uma numerosa equipa de monges, mas, nos últimos anos, já se tinha procedido à contratação de trabalhadores externos. A situação tornou-se insustentável.

Criada em 1850, no dia da festa da Senhora das Neves (5 de agosto), da qual recebeu a invocação, a abadia abriu oficialmente dois anos depois. Em 1876, recebeu, de passagem, o escritor Robert Louis Stevenson, que à abadia faz referência num dos seus livros. Mas o nome mais associado ao local é o de Carlos de Foucauld, que aí iniciou a vida religiosa como trapista noviço no princípio da última década do séc. XIX, e aí foi ordenado padre, depois de ter vivido vários anos na Síria, antes de ir viver como eremita no deserto argelino, onde acabaria assassinado por um grupo de tuaregues.

Não é conhecido ainda o destino a dar às instalações que serão abandonadas. Os monges e o bispo local procuram, para já, outra ordem religiosa com mais capacidade de ocupar e dinamizar o espaço.

Um monge na Abadia de Nossa Senhora das Neves. Foto reproduzida da página oficial da comunidade trapista.

“Trabalho digno” é o “caminho para a paz e justiça social”, defende MMTC

Mensagem e conferência online

“Trabalho digno” é o “caminho para a paz e justiça social”, defende MMTC novidade

“Num mundo em conflito, com profundas desigualdades e ambientalmente insustentável, o trabalho digno representa o caminho para a paz e a justiça social”, defende o Movimento Mundial de Trabalhadores Cristãos, na véspera do Dia Internacional pelo Trabalho Digno, que se assinala  a 7 de outubro. A mensagem foi divulgada em Portugal pela Liga Operária Católica/Movimento de Trabalhadores Cristãos, nesta quinta-feira, 6, data em que dinamiza, pelas 21 horas, uma videoconferência subordinada ao tema “Trabalho digno para todos”.

Responsáveis religiosos contra desalojamento de comunidade mapuche

Argentina

Responsáveis religiosos contra desalojamento de comunidade mapuche novidade

Os líderes de diferentes Igrejas cristãs de Bariloche (cidade na região da Patagónia Argentina) apelaram esta quarta-feira, 5, à busca de vias de diálogo e de paz, depois de no dia anterior as forças policiais federais terem iniciado uma operação de desalojamento de uma comunidade indígena mapuche, recorrendo ao uso de gás lacrimogéneo e balas de borracha, e que resultou na detenção de pelo menos dez pessoas, entre elas uma mulher grávida e cinco menores.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Dia 4 de outubro

Filme “A Carta” exibido em Campo de Ourique

O documentário “A Carta” que relata a história da Encíclica Laudato Si’, recolhe depoimentos de vários ativistas do clima e tem como estrela principal o próprio Papa Francisco vai ser exibido no auditório da Escola de Hotelaria e Turismo na terça-feira, dia 4 de outubro, às 21h15.

Bispo Bätzing “impede” visita do cardeal Koch à Alemanha

Em causa disputa sobre o Caminho Sinodal alemão

Bispo Bätzing “impede” visita do cardeal Koch à Alemanha novidade

O cardeal Kurt Koch, prefeito do Dicastério para a Unidade dos Cristãos, cancelou a sua visita à Alemanha, depois do bispo Georg Bätzing, presidente da Conferência Episcopal daquele país, ter dito que ele não seria bem-vindo enquanto não tornasse público um pedido de desculpas pelas afirmações feitas no final de setembro contra o Caminho Sinodal alemão, noticia o jornal católico The Pillar na sua edição de 3 de outubro.

Silêncio: devolver à vida a sua beleza

Livro de oração

Silêncio: devolver à vida a sua beleza novidade

Será um passo paradoxal falar do silêncio: afinal, ele será rompido para que dele se fale. Mas sabemos, na nossa experiência quotidiana, como a ausência de reflexão pode ser sinónimo, não de silêncio, mas de um adormecimento nos ruídos, distrações e imagens que constantemente nos interpelam.

Agenda

There are no upcoming events.

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This