Em seminário nacional

Ação Católica Rural debateu desafios para o futuro

| 8 Nov 2023

Seminário Nacional da Ação Católica Rural., 4 e 5 novembro 2023, Albergaria-a-velha. Foto ACR

A Presidente Nacional, Ângela Almeida, deixou o desafio de “lançar de novo as redes e abraçar o mundo com a esperança do Evangelho”. Foto © ACR.

 

Perto de cem elementos da Ação Católica Rural, oriundos de 11 dioceses, estiveram reunidos durante o passado fim de semana, em Albergaria-a-Velha, para refletir sobre a missão do movimento nos dias de hoje e os desafios colocados pelo Papa, na sequência da Jornada Mundial da Juventude.

O Seminário Nacional contou com a participação do assistente nacional do movimento, padre Hélder Gonçalves, e do bispo da diocese de Aveiro, António Moiteiro, que “sublinhou a importância das campanhas anuais dos movimentos e dos cadernos de trabalho para a formação dos leigos, e convidou os movimentos a criar comunhão nas paróquias”, pode ler-se no comunicado enviado ao 7MARGENS.

A Presidente Nacional, Ângela Almeida, deixou por seu lado o desafio de “lançar de novo as redes e abraçar o mundo com a esperança do Evangelho”. “Não é momento de parar, não é momento de desistir, não é momento de atracar o barco à margem nem de olhar para trás; é momento da graça, que o Senhor nos concede para nos aventurarmos no mar da evangelização e da missão”, disse, recordando as palavras do Papa Francisco: “Quem ama corre para servir”.

O encontro serviu também para celebrar os 60 anos da Revista Mundo Rural, com uma homenagem aos ardinas, responsáveis diocesanos, colaboradores e leitores, diretores, e “todos os que contribuíram para que a revista tenha chegado aos dias de hoje”. Foram ainda assinalados os 90 anos da Ação Católica, fundada em Portugal a 10 de novembro de 1933.

 

A humildade do arcebispo

A humildade do arcebispo novidade

Chegou a estender a mão e a cumprimentar, olhos nos olhos, todos os presentes, um a um. É o líder da Igreja Anglicana, mas aqui apresentou-se com um ligeiro “Hi! I’m Justin” — “Olá, sou o Justin!” — deixando cair títulos e questões hierárquicas. [O texto de Margarida Rocha e Melo]

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Catarina Pazes: “Sem cuidados paliativos, não há futuro para o SNS”

Entrevista à presidente da Associação Portuguesa

Catarina Pazes: “Sem cuidados paliativos, não há futuro para o SNS” novidade

“Se não prepararmos melhor o nosso Serviço Nacional de Saúde do ponto de vista de cuidados paliativos, não há maneira de ter futuro no SNS”, pois estaremos a gastar “muitos recursos” sem “tratar bem os doentes”. Quem é o diz é Catarina Pazes, presidente da Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos (APCP) que alerta ainda para a necessidade de formação de todos os profissionais de saúde nesta área e para a importância de haver mais cuidados de saúde pediátricos.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This