Sínodo: opinião dos leitores

Ainda pode responder ao inquérito até 3 de outubro

| 1 Out 2021

 

Apesar de mais de 500 leitores já terem respondido ao inquérito que enviámos ao final do dia 16 de setembro, decidimos prolongar esta consulta até às 24h de dia 3 de outubro. O número de respostas recebidas é muitíssimo animador, supera as nossas melhores expectativas e revela uma forte vontade de participação de todas e todos que nos leem neste Sínodo da Igreja Católica, que durará até outubro de2023. Por isso queremos dar oportunidade aos que, por alguma razão, ainda não tiveram tempo para preencher o inquérito que o possam fazer até ao final de dia 3 de outubro.

O inquérito/sondagem pretende ser um contributo para a escuta de todos, crentes e não-crentes, sobre a realidade e as perspetivas da atual situação da Igreja Católica que vão estar no centro da reflexão das comunidades católicas durante todo o processo deste Sínodo sobre a participação, a comunhão e a missão da e na Igreja. Aberto oficialmente em Roma no próximo dia 9 de outubro, sábado, pelo Papa Francisco, o Sínodo estende-se até ao final de 2023.

Num editorial por nós publicado escrevemos: “Não sendo nem um jornal confessional e muito menos um jornal católico, não poderia deixar de estar atento e interveniente perante um acontecimento que já foi classificado como ‘talvez o mais audacioso projeto’ do pontificado do atual Papa.”

O inquérito proposto pelo 7MARGENS aos seus leitores não leva mais do que sete minutos a responder. As respostas são anónimas e serão tratadas do ponto de vista estatístico. E, como referido, apesar de este ser um tema que diz respeito à Igreja Católica, o inquérito é aberto a todos os leitores, qualquer que seja a sua posição perante a religião, tal como o próprio Papa Francisco sugeriu, dizendo que é importante escutar mesmo quem está fora da Igreja.

CLIQUE AQUI PARA PREENCHER O INQUÉRITO

 

“Seria grande caridade tratar do caso com urgência”

Cartas de Luiza Andaluz em livro

“Seria grande caridade tratar do caso com urgência” novidade

Preocupações com um homem que estava preso, com o funcionamento de uma oficina de costura para raparigas que não tinham trabalho, com a comida para uma casa de meninas órfãs. E também o relato pessoal de como sentiu nascer-lhe a vocação. Em várias cartas, escritas entre 1905 e 1971 e agora publicadas, Luiza Andaluz, fundadora das Servas de Nossa Senhora de Fátima, dá conta das preocupações sociais que a nortearam ao longo do seu trabalho e na definição do carisma da sua congregação.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

E quando o Papa nos ler sobre o Sínodo?

E quando o Papa nos ler sobre o Sínodo? novidade

  O surgir da hipótese sinodal (com as características anunciadas para este caminho 2021-23) apareceu-nos como que o acender de um facho de luminoso gás (Ar-Sopro-Espírito) na imensa escuridão das noites desiludidas, por comuns pseudo-vivências, afinal queridas...

Agenda

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This