Poesia

Ainda…

| 2 Out 2021

Igreja vazia durante a pandemia. Foto © ACN-Portugal

 

Ainda há pouco houve um tempo que nos fechou em casa

O que era deixou de ser e o presente congelou

Estalou o verniz e os corações se revelaram

O invisível deu-se a ver no sofrimento e solidão

 

“Afastem-se uns dos outros como eu me afasto de vós”

Foi o novo mandamento de um mundo árido e pós-humano

Mas dos gestos quotidianos fizeram-se heróis sem medalhas

E a esperança no silêncio se foi compondo e ousou sonhar

 

O susto ainda não passou, mas já queremos esquecer

Faltam profetas que interpretem este aviso do futuro

Que a memória se enraíze e que floresça a atenção

E que o amanhã nos encontre juntos a dançar com a natureza

 

Liomarevi (pseudónimo literário), Setembro de 2021 

 

O Cristianismo na guerra de armas e de ideias

Exclusivo 7M: um ensaio de Tomáš Halík

O Cristianismo na guerra de armas e de ideias novidade

Este ano, as palavras proféticas do Papa Francisco tornaram-se realidade: “Vivemos não uma época de mudanças, mas uma mudança de época.” Há muito que o Papa Francisco fala do nosso tempo como sendo uma “Terceira Guerra Mundial fragmentada”. Neste momento, até o porta-voz de Putin diz que a III Guerra Mundial começou, e talvez seja a sua única afirmação verdadeira. Ganha forma um novo mapa geopolítico do mundo, uma nova ordem mundial, surge um novo clima moral nas relações internacionais, políticas, económicas e culturais. Deparamos com a necessidade de adotar um novo e mais simples estilo de vida. Começa um novo capítulo da História.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Casamento infantil quase duplicou em Cabo Delgado

Save the Children alerta

Casamento infantil quase duplicou em Cabo Delgado novidade

As taxas de casamento precoce aumentaram substancialmente no primeiro trimestre deste ano entre as crianças da região de Cabo Delgado (Moçambique), alertou esta semana a organização internacional Save the Children. O aumento está diretamente relacionado com a pobreza provocada pelo conflito que assola a região desde 2017 e que deixa muitos pais perante “a escolha devastadora” de ter de “deixar os filhos casar para aliviar a carga da família”, explica a instituição.

Não quero senão

Não quero senão novidade

Se aos olhos de alguém transpareço / noutros sorrisos me encontro / aprendi a voar nos abismos / da alma humana inacabada / entristecida de arrogâncias / falácias perpétuas sem rosto

Agenda

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This