Alojamento de emergência gratuito

Airbnb acolhe 20 mil refugiados afegãos

| 24 Ago 2021

airbnb iniciativa solidaria refugiados afeganistao foto airbnb

Nos últimos nove anos, 75 mil pessoas vulneráveis ​​encontraram alojamento seguro na rede de apartamentos turísticos da Airbnb, destaca a empresa. Foto © Airbnb.

 

A Airbnb, empresa que gere uma plataforma internacional de aluguer temporário de apartamentos, emitiu esta terça-feira, 24 de agosto, um comunicado afirmando que irá disponibilizar em todo o mundo alojamento gratuito para cerca de 20 mil refugiados afegãos. Os custos da oferta serão, refere o comunicado, “cobertos por contribuições da Airbnb e de Brian Chesky (cofundador e diretor executivo da Airbnb), bem como de benfeitores do Fundo para Refugiados da Airbnb.org”.

“Sentimos a responsabilidade de dar um passo em frente”, disse Brian Chesky, que afirmou esperar que a iniciativa da empresa inspirasse “outros líderes empresariais a fazerem o mesmo”.

Desde a tomada de Cabul pelas forças talibãs até esta terça-feira, só os Estados Unidos evacuaram cerca de 58.700 pessoas de Cabul. A agência de refugiados da ONU, ACNUR, refere a existência de quase 2,5 milhões de refugiados afegãos registados. Várias outras fontes afirmam, no entanto, que o número real de refugiados será muito maior.

De acordo com a Airbnb, nos últimos nove anos 75 mil pessoas vulneráveis (refugiados e outros) ​​encontraram alojamento seguro na rede de apartamentos turísticos da plataforma.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

podcast

“Estado social: as crises são todas iguais?”

“Estará o Estado Social a definhar? Como reagiu o nosso Estado Social à crise financeira de 2010? E à pandemia? Como responderam o nosso e o dos outros? Qual das duas crises ‘infetou’ mais o Estado Social português?”

Agenda

There are no upcoming events.

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This