Ajuda à Igreja que Sofre lança apoio de emergência aos cristãos paquistaneses

| 3 Jun 20

Os cristãos são uma minoria no Pquistão, na maior parte dos casos muito discriminada. Foto © ACN Portugal

 

A Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) lançou uma campanha de emergência para socorrer mais de cinco mil famílias cristãs do Paquistão, anunciou a organização, num comunicado enviado ao 7MARGENS, que adianta ter sido avançada uma primeira ajuda de 150 mil euros. Há já mesmo pessoas a passar fome, diz o texto.

Foram os bispos católicos de Faisalabad, Islamabad Rawalpindi e Lahore que pediram à AIS que ajudasse com um programa de emergência que permitisse dar “cabazes alimentares a mais de cinco mil famílias, consideradas as mais pobres da comunidade” e atingidas mais gravemente pelas medidas tomadas para combater o coronavírus.

Uma das medidas, a quarentena obrigatória, tem impedido que muitos trabalhadores informais possam desenvolver as suas atividades, diz a organização internacional de defesa da liberdade religiosa.

A situação “está a ser dramática para a comunidade cristã, uma das mais pobres do país”, diz a AIS, e que representa apenas dois por cento da população, mas mesmo assim muito discriminados e “duramente relegados para um lugar secundário na estratificação social do Paquistão”, lê-se no documento.

Artigos relacionados

Pin It on Pinterest

Share This