Além da montanha… existe um arco-íris

| 24 Mar 2023

Vi o livro no balcão do espaço de atendimento, no seminário dos Dehonianos, em Alfragide. A capa chamou-me a atenção. Peguei nele, folheei aleatoriamente e comecei a ler algumas frases. Despertou-me curiosidade, depois atenção e logo após interesse.

Perguntei à jovem que ali se encontrava, se o livro estava à venda. Sim, estava.

Comprei-o e fiquei a saber que quem mo entregava de forma sorridente e simpática, com um olhar humilde, mas transparente, era Ivanete, a própria autora.

Quando em casa o comecei a ler, não parei. Além da Montanha… Existe um Arco-íris.

É a história de uma jovem brasileira filha de uma família financeiramente pobre, que nasceu em Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte (Brasil), prematura – “muito pequenininha” –  como lhe contou sua mãe e cresceu numa roça no interior do mesmo estado de Minas Gerais, onde viveu grande parte da sua vida. Desenrola-se elaborada numa escrita muito bem articulada, escorreita, que nos prende a atenção e empurra com a intensidade luminosa de um testemunho desafiante.

Ao percorrer uma estrada dramática, percurso duro, da vida de uma jovem que se faz mulher e que passamos a acompanhar, no encontro com os seus familiares e outras “pessoas certas e erradas” com quem se cruzou e conviveu na viagem dos dias, sentindo-nos desafiados, discreta e sub-repticiamente, a descobrirmo-nos.

Talvez a refazermo-nos.

Sim, cada um de nós também tem um percurso temporal embora nem sempre pelas mesmas estradas, nem com os mesmos pisos ou com os mesmos sentimentos.

A narrativa, simples e clara, abraça-nos.

Conduz-nos à lembrança dos nossos itinerários e à memória das experiências de amor, angústias, perdas e saudades, das alegrias, quedas e recomeços no desespero ou na esperança e no sentido de procura.

A procura, também, de um Deus com quem se fala num percurso celebrado pela fé ou, para quem não crê, da busca de um sentido racional e emotivo que nos defina com clareza.

Um desafio a abrir os olhos para saber ver, em diversas paisagens, o que ocorre e decorre à nossa volta e nos questiona. A melhor nos conhecermos.

O encontro em ser-se. A busca do sentir Deus. Em cada contexto.

Vida vivida com intensidade, partilhada com coragem e humildade, caminhada plena de determinação e sonho cimentada pela persistência e envolvida numa fé cheia de amor.

Ivanete Dias, uma mulher que a esperança não deixa quebrar, sente o Deus que sempre procura e sempre a encontra.

E que subjacentemente nos interpela: e nós?

Saberemos procurar o Arco-íris para lá da montanha que temos de subir?

Obrigado, Ivanete.

 

Além da Montanha… Existe um Arco-Íris
Autora: Ivanete Dias
Instagram: @ivanete_escritora
Correio electrónico: ivanetedias14@gmail.com

 

Rui Madeira é gestor aposentado

 

Uma Via-Sacra especial em Guimarães

23 de março

Uma Via-Sacra especial em Guimarães novidade

A música de artistas portugueses como Pedro Abrunhosa, Marisa Liz e Tiago Bettencourt integrará uma Via-Sacra especial organizada pela Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, em Guimarães, e cujas receitas reverterão para o restauro de uma capela. A iniciativa está marcada para o próximo dia 23 de março.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

23 de março

Uma Via-Sacra especial em Guimarães novidade

A música de artistas portugueses como Pedro Abrunhosa, Marisa Liz e Tiago Bettencourt integrará uma Via-Sacra especial organizada pela Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, em Guimarães, e cujas receitas reverterão para o restauro de uma capela. A iniciativa está marcada para o próximo dia 23 de março.

Iniciativa ecuménica

Bispos latino-americanos criam Pastoral das Pessoas em Situação de Sem-abrigo

O Conselho Episcopal Latino-Americano (Celam) lançou oficialmente esta semana a Pastoral das Pessoas em Situação de Sem-abrigo, anunciou o Vatican News. Um dos principais responsáveis pela iniciativa é o cardeal Luís José Rueda Aparício, arcebispo de Bogotá e presidente da conferência episcopal da Colômbia, que pretende que a nova “pastoral de rua” leve a Igreja Católica a coordenar-se com outras religiões e instituições já envolvidas neste trabalho.

Uma ativista e uma catequista à conversa com uma teóloga e um padre

Uma ativista e uma catequista à conversa com uma teóloga e um padre novidade

Georgina perguntou-se sobre como explicar a dificuldade de relação dos bispos africanos com o mundo LGBTI+, Helena congratulou-se pela presença de leigos na aula sinodal, Serena sublinhou que a participação não se limita a “fazer parte”, inclui “tomar parte”. Aconteceu no Fórum Europeu de Grupos Cristãos LGBTI+, no qual participou Ana Carvalho.

O “Boletim Cinematográfico” na Igreja em Portugal – uma memória histórica

Os primórdios do movimento cinematográfico no seio da Igreja em Portugal

O “Boletim Cinematográfico” na Igreja em Portugal – uma memória histórica novidade

Este é o breve historial de uma publicação simples na sua forma de apresentação, mas que, ao durar persistentemente cerca de cinco décadas, prestou à cultura cinematográfica e à Igreja Católica em Portugal um serviço inestimável e indelevelmente ligado ao nome de Francisco Perestrello, agora falecido.

Lopes Morgado: um franciscano de corpo inteiro

Frade morreu aos 85 anos

Lopes Morgado: um franciscano de corpo inteiro novidade

O último alarme chegou-me no dia 10 de Fevereiro. No dia seguinte, pude vê-lo no IPO do Porto, em cuidados continuados. As memórias que tinha desse lugar não eram as melhores. Ali tinha assistido à morte de um meu irmão, a despedir-se da vida aos 50 anos… O padre Morgado, como o conheci, em Lisboa, há 47 anos, estava ali, preso a uma cama, incrivelmente curvado, cara de sofrimento, a dar sinais de conhecer-me. Foram 20 minutos de silêncios longos.

Agenda

There are no upcoming events.

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This