Alemanha dá 560 milhões de euros para ajudar sobreviventes do Holocausto durante pandemia

| 19 Out 20

sobrevivente holocausto, Foto Claims Conference

O fundo quer responder às “cada vez maiores necessidades dos sobreviventes à medida que envelhecem, a par com as novas e urgentes necessidades causadas pela pandemia”. Foto © Claims Conference

 

A Alemanha aprovou a criação de um fundo adicional no valor de 560 milhões de euros para apoiar, durante a pandemia, as vítimas do Holocausto que vivem em situação de pobreza, anunciou a Conference on Jewish Material Claims Against Germany, organização que defende os interesses materiais dos judeus sobreviventes do genocídio nazi junto do Governo alemão.

A instituição, também conhecida como Claims Conference, estima que existam cerca de 240 mil sobreviventes com direito a este apoio, sendo que cada um deverá receber dois pagamentos no valor de 1.200 euros ao longo dos próximos dois anos. A maioria dos elegíveis reside em Israel, América do Norte, antiga União Soviética e Europa Ocidental, de acordo com a informação divulgada na semana passada.

O Governo alemão havia já decidido  aumentar em 30,5 milhões de euros o valor dos apoios sociais em 2021, perfazendo um total de 554 milhões de euros. Estes apoios incluem cuidados domiciliários, alimentação, medicamentos e transporte. O novo subsídio constituirá um apoio adicional.

“Estes benefícios acrescidos alcançados pelo árduo trabalho da nossa delegação de negociação durante estes tempos sem precedentes vão ajudar os nossos esforços para assegurar a dignidade e a estabilidade nos anos finais dos sobreviventes”, afirmou Gideon Taylor, presidente da Claims Conference. “Temos de corresponder aos desafios das cada vez maiores necessidades dos sobreviventes à medida que estes envelhecem, a par com as novas e urgentes necessidades causadas pela pandemia global. O nosso imperativo moral continuará a ser sempre lutar por cada sobrevivente”, sublinhou.

Sediada em Nova Iorque, a Claims Conference negoceia desde 1952 compensações e apoios para as vítimas do nazismo, tendo já assegurado que perto de 60 mil milhões de euros fossem distribuídos por 800 mil sobreviventes.

 

Crescimento ou Decrescimento, eis a questão

Mãos à obra

Crescimento ou Decrescimento, eis a questão novidade

O conceito de desenvolvimento sustentável tem duas interpretações: para os intelectuais humanistas é um desenvolvimento que respeita o ambiente, de forma abstrata, sem contabilizar desenvolvimento ou impacte ambiental, mas pode levar a questionar o modelo económico e até o modo de vida actuais; para os industriais, políticos e economistas entende-se como um desenvolvimento que possa ser eterno.

A ideia de Deus

A ideia de Deus novidade

Não é certo que quem nasça numa família de forte tradição religiosa esteja em melhores condições do que qualquer outra pessoa para desenvolver a componente espiritual e uma relação com o divino. Pode acontecer exatamente o inverso. Crescer com uma ideia de Deus pode levar-nos a cristalizá-la nos ritos, hábitos ou procedimentos que, a dada altura, são desajustados ou necessariamente superficiais.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Manuel Martins, um precursor da Sinodalidade

Manuel Martins, um precursor da Sinodalidade novidade

Escrevo a propósito da partida deste mundo há quatro anos, que se completam hoje mesmo, dia 24, do bispo Manuel Martins. Há seres humanos que não deveriam morrer. Não por eles, mas por nós. Contrariamente ao que é vulgar dizer-se, são mesmo insubstituíveis. A propósito, evoco também a memória de um outro que nos deixou no passado dia 2 de setembro.

À escuta dos leitores – um inquérito do 7M sobre o Sínodo dos bispos católicos

Editorial

À escuta dos leitores – um inquérito do 7M sobre o Sínodo dos bispos católicos novidade

Hoje, todos os leitores receberão um inquérito organizado pelo 7MARGENS como forma de auscultação de quem nos tem acompanhado nesta aventura editorial que iniciámos há dias, relacionada com o Sínodo dos Bispos que se inicia no próximo dia 9 de outubro. É a primeira vez que tomamos uma iniciativa deste género.

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This