Amazónia, um “pulmão vital para o planeta”, diz o Papa

| 25 Ago 19

Foto de satélite, do passado dia 13, mostrando os fumos originados pelos incêndios na Amazónia. Foto NOAA (National Oceanic and Atmospheric Administration, dos EUA)

 

O Papa Francisco manifestou-se preocupado com os grandes incêndios que lavram na Amazónia desde há duas semanas. Na sua alocução neste domingo, 25 de Agosto, após a oração do Angelus, afirmou: “Estamos todos preocupados com os vastos incêndios que ocorrem na Amazónia. Oremos para que, com o esforço de todos, eles sejam controlados o mais rapidamente possível. Esse pulmão florestal é vital para o nosso planeta.”

(A afirmação do Papa sobre a Amazónia pode ser ouvida a partir dos 12’52”)

O tema dos incêndios na Amazónia deveria ser um dos pontos da agenda da cimeira do G-7, que decorre em Biarritz (sul de França), conforme prometido pelo Presidente francês, Emmanuel Macron, há dois dias.

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, chegou a afirmar que a União Europeia deveria pôr em causa o acordo comercial entre a União Europeia e o Mercosul, caso o Brasil não combatesse esses incêndios Mas até ao início da tarde de domingo não havia declarações de qualquer um dos líderes participantes na cimeira acerca do assunto.

Ao contrário, já outros responsáveis se pronunciaram sobre o tema. Além de vários chefes de Estado e governantes europeus e americanos, os bispos católicos da América Latina divulgaram sexta-feira um comunicado sobre o tema, no qual expressam a sua “preocupação com a gravidade dessa tragédia” de “proporções planetárias”.

O Conselho Episcopal Latino-Americano (Celam, que reúne todos os episcopados da América Latina) diz que é “urgente que os governos dos países amazónicos, especialmente Brasil e Bolívia, nas Nações Unidas e a comunidade internacional adoptem medidas sérias para salvar os pulmões do mundo”. E acrescentam que o que está a acontecer na Amazónia “não é apenas uma questão local, mas de alcance global”.

No texto, o Celam recorda também a assembleia especial do Sínodo dos Bispos sobre a Amazónia, que decorre em Outubro, em Roma, para afirmar que a proximidade da sua realização está “manchada pela dor” da tragédia que ocorre neste momento no Brasil. E conclui: “Se a Amazónia sofre, o mundo sofre.”

 

Uma manifestação em Lisboa

A mobilização internacional em torno deste problema é vasta, com tomadas de posição, manifestações e petições. Em Lisboa, por exemplo, está convocada uma manifestação para esta segunda-feira, 26, entre as 18h e as 20h, na Praça Luís de Camões.

No Brasil, o Governo mobilizou os primeiros 400 de 44 mil militares para combater os incêndios. O Movimento Católico Global pelo Clima promoveu uma petição dirigida aos membros do Congresso Nacional brasileiro, em que se diz: “Como cristãos, pedimos aos membros do Congresso Nacional que reafirmem seu compromisso com políticas públicas efetivas pela protecção do meio ambiente, em especial a Amazónia e os povos tradicionais. É urgente combater o desmatamento e defender a demarcação de terras indígenas.”

A Amazónia, território partilhado por oito países latino-americanos, que ocupa 43% da área da América do Sul e é habitada por três milhões de nativos, será o tema do Sínodo convocado pelo Papa. Nove países e territórios partilham a floresta amazónica: Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, Guiana, Guiana Francesa, Peru, Suriname e Venezuela. É nessa floresta tropical, a maior do mundo com uma área de cerca de cinco milhões e meio de quilómetros quadrados, que se encontra o maior sistema de biodiversidade da Terra.

Na encíclica Laudato Si’, de Maio de 2015, dedicada ao “cuidado da casa comum”, Francisco escrevera que a exploração da floresta amazónica está sujeita a “enormes interesses económicos internacionais”.

Em Maio, recorda a Ecclesia, o Papa Francisco já reunira com Raoni Metuktire, líder do povo caiapó, um dos grupos indígenas da Amazónia. Raoni esteve na Europa e reuniu com responsáveis de diferentes áreas, acrescenta a Ecclesia, alertando contra o desmatamento e tentando reunir um milhão de euros para proteger a reserva do Xingu, no Brasil.

A Lusa, citada pela TSF, lembra ainda a visita de Francisco, em Janeiro de 2018, a Puerto Maldonado, pequeno lugar no sudeste do Peru, situado na selva amazónica. Na ocasião, o Papa criticou a forte pressão dos principais interesses económicos, que cobiçam petróleo, gás, madeira, ouro, monoculturas agroindustriais”.

Na meditação do Angelus, o Papa pediu ainda aos crentes que lutem contra “todas as formas de injustiça”, através de uma vida “humilde”. E fazendo referência ao texto do evangelho lido na missa, em que os discípulos querem saber quem se salva, Francisco acrescentou que Jesus coloca a resposta no plano da responsabilidade. “É preciso amar a Deus e o próximo” e essa é uma porta estreita, traduzindo um percurso exigente, determinado e perseverante para viver segundo o Evangelho, acrescentou.

Artigos relacionados

Apoie o 7 Margens

Breves

Um Manual de Desintoxicação nos dois anos do PontoSJ novidade

Manual de Desintoxicação é o título do livro que a editorial A.O., dos jesuítas, apresenta esta quinta-feira, 27, no centro cultural Brotéria, no Bairro Alto, em Lisboa. Para o efeito, a partir das 19h, haverá uma conversa entre os jornalistas Isabel Lucas e Luís Osório e o professor universitário Viriato Soromenho-Marques.

Situação “catastrófica” no Líbano, sem “ninguém” para ajudar cristãos novidade

Cerca de 40 mil famílias cristãs podem deixar o Líbano, nos próximos tempos, se a grave crise económica persistir no país, agravando duras condições de vida das pessoas. A irmã Maria Lúcia Ferreira, religiosa portuguesa do Mosteiro de São Tiago Mutilado, em Qara (Síria), perto da fronteira com o Líbano, diz que o agravamento da situação neste último país pode afectar ainda mais os cristãos, que “não têm ajuda de ninguém”, enquanto “os xiitas têm a ajuda do Irão e os sunitas têm a ajuda da Arábia Saudita…”

Epidemia de dengue mata crianças na Bolívia novidade

A diocese de Santa Cruz (centro-sul da Bolívia) decidiu apoiar a prevenção da luta contra a epidemia de dengue que atinge várias regiões do país e que, naquela diocese, matou já 20 pessoas, a maior parte das quais eram crianças.

Inscreva-se aqui
e receba as nossas notícias

Boas notícias

É notícia

Entre margens

Olhar a mulher com Alfredo Cunha novidade

O Tempo das Mulheres, em exposição no Museu de Lisboa (Torreão Poente da Praça do Comércio) até 29 de março, oferece um conjunto de fotografias de mulheres com o comentário de Maria Antónia Palla. A objetiva de Alfredo Cunha percorreu diversas regiões do globo, diferentes épocas e vivências culturais. A exposição divide-se em quatro tempos: infância, juventude, idade adulta, e terceira idade; numa alusão aos tempos que percorrem a vida e se constituem como marcos da sua evolução.

Da eutanásia às Cinzas

Viveremos (os cristãos), nesta quarta-feira, a imposição das Cinzas, lindíssima celebração pela qual muitos cristãos (incluindo eu) têm verdadeira devoção, sejam quais forem as interpretações, significados pessoais (ou teológicos) desse gesto: para mim, é sagrado. Passada a Quarta-Feira de Cinzas iniciaremos a caminhada quaresmal.

Cultura e artes

São Pessoas. Histórias com gente dentro

Há um tanque de lavar roupa. Há uma cozinha. Há o poço e as mãos que lançam um balde. Há uma sombra que foge. Há o poste de eletricidade que ilumina as casas frágeis. Há o quadro pendurado em que um coração pede “Deus te ajude”. Há a campa e a eterna saudade. E há uns tapetes gastos. Em cada uma destas fotos só se adivinham os rostos, os olhos, as rugas, as mãos rugosas, as bocas, as pessoas que habitam estes lugares.

“2 Dedos de Conversa” num blogue para alargar horizontes

Um dia, uma leitora do blogue “2 Dedos de Conversa” escreveu-lhe: “Este blogue é um momento de luz no meu dia”. A partir daí, Helena Araújo, autora daquela página digital, sentiu a responsabilidade de pensar, de manhã, o que poderia “escrever para animar o dia” daquela rapariga. Sente que a escrita do blogue pode ajudar pessoas que não conhece, além de lhe ter alargado os horizontes, no debate com outros pontos de vista.

Um selo em tecido artesanal para homenagear Gandhi e a não-violência

Os Correios de Portugal lançaram uma emissão filatélica que inclui um selo em khadi, o tecido artesanal de fibra natural que o Mahatma Gandhi fiava na sua charkha e que utilizava para as suas vestes. Portugal e a Índia são, até hoje, os únicos países do mundo que utilizaram este material na impressão de selos, afirmam os CTT.

Sete Partidas

Sankt Andreas Kirke, Copenhaga – Uma igreja nómada

Gothersgade 148, 1123 København K, Igreja de Skt. Andreas. Era este o sítio a que nos devíamos dirigir quando nos interessámos por um concerto de música clássica, de entrada gratuita, por altura do Natal de 2009. Estávamos em fase de descoberta daquela que seria a nossa casa por 10 anos – Copenhaga, Dinamarca.

Visto e Ouvido

Aquele que habita os céus sorri

Agenda

Mar
3
Ter
Seminário “Ecologia e Espiritualidade” @ ISTA - Convento de S. Domingos
Mar 3@18:00_20:15

O seminário consta de oito sessões semanais, de 3 de Março a 28 de Abril e tem preços reduzidos de participação para estudantes e desempregados.

 

Ver todas as datas

Parceiros

Fale connosco

Amazónia, um “pulmão vital para o planeta”, diz o Papa

| 25 Ago 19

Artigos relacionados

Apoie o 7 Margens

Breves

Um Manual de Desintoxicação nos dois anos do PontoSJ novidade

Manual de Desintoxicação é o título do livro que a editorial A.O., dos jesuítas, apresenta esta quinta-feira, 27, no centro cultural Brotéria, no Bairro Alto, em Lisboa. Para o efeito, a partir das 19h, haverá uma conversa entre os jornalistas Isabel Lucas e Luís Osório e o professor universitário Viriato Soromenho-Marques.

Situação “catastrófica” no Líbano, sem “ninguém” para ajudar cristãos novidade

Cerca de 40 mil famílias cristãs podem deixar o Líbano, nos próximos tempos, se a grave crise económica persistir no país, agravando duras condições de vida das pessoas. A irmã Maria Lúcia Ferreira, religiosa portuguesa do Mosteiro de São Tiago Mutilado, em Qara (Síria), perto da fronteira com o Líbano, diz que o agravamento da situação neste último país pode afectar ainda mais os cristãos, que “não têm ajuda de ninguém”, enquanto “os xiitas têm a ajuda do Irão e os sunitas têm a ajuda da Arábia Saudita…”

Epidemia de dengue mata crianças na Bolívia novidade

A diocese de Santa Cruz (centro-sul da Bolívia) decidiu apoiar a prevenção da luta contra a epidemia de dengue que atinge várias regiões do país e que, naquela diocese, matou já 20 pessoas, a maior parte das quais eram crianças.

Inscreva-se aqui
e receba as nossas notícias

Boas notícias

É notícia

Entre margens

Olhar a mulher com Alfredo Cunha novidade

O Tempo das Mulheres, em exposição no Museu de Lisboa (Torreão Poente da Praça do Comércio) até 29 de março, oferece um conjunto de fotografias de mulheres com o comentário de Maria Antónia Palla. A objetiva de Alfredo Cunha percorreu diversas regiões do globo, diferentes épocas e vivências culturais. A exposição divide-se em quatro tempos: infância, juventude, idade adulta, e terceira idade; numa alusão aos tempos que percorrem a vida e se constituem como marcos da sua evolução.

Da eutanásia às Cinzas

Viveremos (os cristãos), nesta quarta-feira, a imposição das Cinzas, lindíssima celebração pela qual muitos cristãos (incluindo eu) têm verdadeira devoção, sejam quais forem as interpretações, significados pessoais (ou teológicos) desse gesto: para mim, é sagrado. Passada a Quarta-Feira de Cinzas iniciaremos a caminhada quaresmal.

Cultura e artes

São Pessoas. Histórias com gente dentro

Há um tanque de lavar roupa. Há uma cozinha. Há o poço e as mãos que lançam um balde. Há uma sombra que foge. Há o poste de eletricidade que ilumina as casas frágeis. Há o quadro pendurado em que um coração pede “Deus te ajude”. Há a campa e a eterna saudade. E há uns tapetes gastos. Em cada uma destas fotos só se adivinham os rostos, os olhos, as rugas, as mãos rugosas, as bocas, as pessoas que habitam estes lugares.

“2 Dedos de Conversa” num blogue para alargar horizontes

Um dia, uma leitora do blogue “2 Dedos de Conversa” escreveu-lhe: “Este blogue é um momento de luz no meu dia”. A partir daí, Helena Araújo, autora daquela página digital, sentiu a responsabilidade de pensar, de manhã, o que poderia “escrever para animar o dia” daquela rapariga. Sente que a escrita do blogue pode ajudar pessoas que não conhece, além de lhe ter alargado os horizontes, no debate com outros pontos de vista.

Um selo em tecido artesanal para homenagear Gandhi e a não-violência

Os Correios de Portugal lançaram uma emissão filatélica que inclui um selo em khadi, o tecido artesanal de fibra natural que o Mahatma Gandhi fiava na sua charkha e que utilizava para as suas vestes. Portugal e a Índia são, até hoje, os únicos países do mundo que utilizaram este material na impressão de selos, afirmam os CTT.

Sete Partidas

Sankt Andreas Kirke, Copenhaga – Uma igreja nómada

Gothersgade 148, 1123 København K, Igreja de Skt. Andreas. Era este o sítio a que nos devíamos dirigir quando nos interessámos por um concerto de música clássica, de entrada gratuita, por altura do Natal de 2009. Estávamos em fase de descoberta daquela que seria a nossa casa por 10 anos – Copenhaga, Dinamarca.

Visto e Ouvido

Aquele que habita os céus sorri

Agenda

Mar
3
Ter
Seminário “Ecologia e Espiritualidade” @ ISTA - Convento de S. Domingos
Mar 3@18:00_20:15

O seminário consta de oito sessões semanais, de 3 de Março a 28 de Abril e tem preços reduzidos de participação para estudantes e desempregados.

 

Ver todas as datas

Parceiros

Fale connosco