Sondagem

Americanos afastam-se das religiões estabelecidas, mas acreditam na existência da alma

| 8 Dez 2023

“Mesmo que não o possam ver, para 81 por cento dos adultos americanos existe algo espiritual além do mundo natural.” Foto © Piwnicki / Unsplash

 

Quatro em cada cinco americanos adultos acreditam que as pessoas têm uma alma ou espírito além do corpo físico, revela uma sondagem publicada no dia 7 de dezembro pelo Pew Research Center. O centro de investigação sublinha que “apesar de nas últimas décadas a população residente nos EUA ter vindo a identificar-se cada vez menos com uma religião estabelecida, a crença num reino espiritual além deste mundo continua a ser generalizada”.

Mesmo que não o possam ver, para 81 por cento dos adultos americanos existe algo espiritual além do mundo natural, enquanto quase metade (45%) afirma já ter tido “uma sensação repentina de conexão com algo de além deste mundo” e 38 por cento garante “ter tido uma forte sensação de que alguém que faleceu estava a comunicar com ele a partir de outro mundo”. No mesmo sentido, um terço dos americanos (30%) é mesmo mais taxativo e diz “já ter encontrado pessoalmente um espírito ou uma força espiritual invisível”.

O positivismo, ou pragmatismo, com que normalmente se classifica a cultura americana dominante é confrontado com o facto de a sondagem identificar 74 por cento de adultos afirmando “haver algumas coisas que a ciência não consegue explicar”, resultado que, conjugado com outros, leva os investigadores do Pew a concluírem: “Na generalidade, 70 por cento dos adultos norte-americanos podem ser de alguma forma considerados ‘espirituais’, porque se consideram pessoas espirituais, ou dizem que a espiritualidade é muito importante nas suas vidas.”

A sondagem do Pew Research Center sobre a espiritualidade americana foi realizada entre 31 de julho e 6 de agosto de 2023 a uma amostra de 11.201 pessoas representativa da realidade nacional dos EUA.

 

Ortodoxos denunciam imoralidade do conluio de Cirilo com Putin e a sua guerra

Carta nos dois anos da guerra na Ucrânia

Ortodoxos denunciam imoralidade do conluio de Cirilo com Putin e a sua guerra novidade

No momento em que passam dois anos sobre a invasão russa e o início da guerra na Ucrânia, quatro académicos do Centro de Estudos Cristãos Ortodoxos da Universidade de Fordham, nos Estados Unidos da América, dirigiram esta semana uma contundente carta aberta aos líderes das igrejas cristãs mundiais, sobre o papel que as confissões religiosas têm tido no conflito.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Sessões gratuitas

Sol sem Fronteiras vai às escolas para ensinar literacia financeira

Estão de regresso as sessões de literacia financeira para crianças e jovens, promovidas pela Sol sem Fronteiras, ONGD ligada aos Missionários Espiritanos, em parceria com o Oney Bank. Destinadas a turmas a partir do 3º ano até ao secundário, as sessões podem ser presencias (em escolas na região da grande Lisboa e Vale do Tejo) e em modo online no resto do país.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This