Antes do princípio era o preto (um poema) 

| 27 Jun 20

Júpiter. Foto NASA

Júpiter. Interpretação artística de uma imagem da missão Juno, da NASA, que mostra a Grande Mancha Vermelha (tempestade no hemisfério sul) do planeta. A imagem foi processada pela cientista Mary J. Murphy através do aumento da saturação de cores, para criar uma peça a que chamou “A Rosa”. Imagem original captada a 21 de Julho de 2019, às 5h37 de Lisboa, quando a nave estava a cerca de 43.000 quilómetros do topo das nuvens do planeta a uma latitude de cerca de 47 graus Sul. Foto © NASA/JPL-Caltech/SwRI/MSSS 

 

Antes do princípio era o preto 

Antes do princípio era o preto
Antes do branco e de todas as cores
Antes da luz e da matéria existir
Antes de tudo

Depois, depois dos mundos que aconteceram
Vislumbro a origem na pupila dos teus olhos
E deixo-me levar pela senda do mistério
Guiado pela tua voz que se faz caminho

Sim, o dia começa de noite
Onde se geram os impossíveis
Onde me agarro aos teus cabelos negros
E nos salvamos do vazio e do nada

 

Liomarevi (pseudónimo literário)

Artigos relacionados

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

Depois de Angola e Polónia

Símbolos da JMJ iniciam peregrinação pelas dioceses de Espanha

Dez jovens da diocese da Guarda irão entregar este domingo, 5 de setembro, os símbolos da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) aos jovens da diocese de Ciudad Rodrigo (Espanha), local onde terá início a peregrinação dos mesmos pelas dioceses espanholas. O encontro acontecerá na fronteira de Vilar Formoso, pelas 11h, e será seguido de uma celebração de acolhimento na Paróquia de Maria Auxiliadora, em Fuentes de Oñoro, divulgou o gabinete de imprensa da JMJ Lisboa 2023, em comunicado enviado às redações.

Inscreva-se aqui
e receba as nossas notícias

Boas notícias

É notícia

Entre margens

Novo ano letivo: regressar ao normal?

Após dois conturbados anos letivos, devido à pandemia, as escolas preparam-se para um terceiro ano ainda bastante incerto, mas que desejam que seja o mais normal possível. O regresso à normalidade domina as declarações públicas de diretores escolares e de pais, alunos e professores. Este desejo de regresso à normalidade, sendo lógico e compreensível, após dois anos de imensa instabilidade, incerteza e experimentação, constitui ao mesmo tempo um sério problema.

Cultura e artes

Edgar Morin em entrevista

Só a capacidade de nos maravilharmos sustenta a resistência à crueldade e ao horror novidade

“Se formos capazes de nos maravilhar, extraímos forças para nos revoltarmos contra essas crueldades, esses horrores. Não podemos perder a capacidade de maravilhamento e encantamento” se queremos lutar contra a crise, contra as crises, afirmou Edgar Morin à Rádio Vaticano em entrevista conduzida pela jornalista Hélène Destombes e citada ontem, dia 18 de setembro, pela agência de notícias ZENIT

Cinema

Um machado, uma mulher e um cão

Se gosta de cinema e ainda for a tempo, não deixe de ver o filme de Pedro Almodóvar A Voz Humana. É uma curta-metragem (cerca de 30 minutos), complementada por uma entrevista muito interessante e esclarecedora com o realizador e a actriz, Tilda Swinton.

Sete Partidas

Aquele que habita os céus sorri

Agenda

[ai1ec view=”agenda” events_limit=”3″]

Ver todas as datas

Parceiros

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This