Modelo atual é "insustentável"

Arcebispo de Dublin quer aproximação à comunidade LGBTQ+

| 17 Ago 2021

Dermot Farrell

Dermot Farrell, arcebispo de Dublin. Foro © Arquidiocese de Dublin.

 

O arcebispo de Dublin, Dermot Farrell, afirmou na segunda-feira, 16 de agosto, que o atual modelo da Igreja Católica na Irlanda “é insustentável” e que os cristãos precisam de “sair ao encontro das pessoas, em vez de esperar que elas apareçam nas missas”. É o caso da comunidade LGBTQ+.

“A Igreja Católica deve estender a mão às pessoas LGBTQ+, uma vez que no passado elas não foram bem-vindas”, acrescentou Dermot Farrell na entrevista à RTE Radio One, citada pelo jornal Independent.ie:

“Queremos aproximar-nos da comunidade LGBT e isso está certamente a mudar na igreja. Há uma aproximação às pessoas da comunidade LGBT que querem estar envolvidas na vida da Igreja e isso é uma mudança bem-vinda. A Igreja não foi no passado um lugar acolhedor para elas, por isso precisamos de fazer esse caminho de aproximação”.

 

Santuário de São João Paulo II, nos EUA, vai tapar obras de arte de Rupnik

Para "dar prioridade às vítimas"

Santuário de São João Paulo II, nos EUA, vai tapar obras de arte de Rupnik novidade

Os Cavaleiros de Colombo, maior organização leiga católica do mundo, anunciaram esta quinta-feira,11 de julho, que irão cobrir os mosaicos da autoria do padre Marko Rupnik, acusado de abusos sexuais e de poder, que decoram as duas capelas do Santuário Nacional de São João Paulo II, em Washington, e a capela da sede da organização em New Haven, Connecticut (EUA). A decisão, inédita na Igreja, surge uma semana depois de o bispo de Lourdes ter admitido considerar que os mosaicos do padre e artista esloveno que decoram o santuário mariano francês acabarão por ter de ser retirados.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

“E tu, falas com Jesus?”

“E tu, falas com Jesus?” novidade

Em matéria de teologia, tendo a sentir-me mais próxima do meu neto X, 6 anos, do que da minha neta F, de 4. Ambos vivem com os pais e uma irmã mais nova em Londres. Conto dois episódios, para perceberem onde quero chegar. Um dia, à hora de deitar, o X contou à mãe que estava “desapontado” com o seu dia. Porquê? Porque não encontrara o cromo do Viktor Gyokeres, jogador do Sporting, um dos seus ídolos do futebol; procurou por todo o lado, desaparecera. Até pedira “a Jesus” para o cromo aparecer, mas não resultou. [Texto de Ana Nunes de Almeida]

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This