Momento de escuta sinodal

Arcebispo de Madrid ouve os sem abrigo e os mais vulneráveis

| 14 Mar 2022

O Arcebispo de Madrid promoveu um momento de escuta sinodal na Igreja de Nossa Senhora das Maravilhas, em Madrid. Foto @ twitter Comunidade de Sant'Egídio

O arcebispo de Madrid promoveu um momento de escuta sinodal na Igreja de Nossa Senhora das Maravilhas, em Madrid. Foto © Twitter Comunidade de Sant’Egídio

 

O arcebispo de Madrid, cardeal Carlos Osoro, continua a caminhada sinodal da sua arquidiocese com a realização de encontros com vários grupos da sociedade civil. Depois de já ter reunido com políticos, professores universitários, empresários, representantes sindicais, artistas e atletas, o prelado quis ouvir os mais vulneráveis.

A Comunidade de Santo Egídio, reunida na noite de domingo, dia 13, na igreja de Nossa Senhora das Maravilhas, foi o grupo escolhido para possibilitar essa escuta. Lá o cardeal encontrou, conta o Religión Digital, sem-abrigo, estrangeiros, famílias com crianças… todos para responder à questão colocada pelo cardeal Carlos Osoro: “O que pedem à Igreja?”

Um dos pobres, relata a reportagem, pediu que “os pobres sejam tratados pelo [seu] nome”, e deu como exemplo esta comunidade, “o único lugar do mundo onde ouço o meu nome”. Que seja um “ponto de encontro” e que “nunca desista de sonhar, que tenha a ambição de que tudo possa mudar” foram outras das ideias deixadas pelos participantes.

A Arquidiocese de Madrid tem estado particularmente ativa nesta fase diocesana do Sínodo, promovendo encontros ao nível diocesano e nacional, ao mesmo tempo que acontecem as escutas sinodais nas paróquias locais e movimentos.

Ao Vatican News, o prelado considerou que o “amor cristão exige o diálogo”, justificando assim todas estas ações muito para lá da simples escuta das comunidades locais e paróquias. “Jesus não fez o seu caminho sozinho, mas fê-lo com todos os homens com quem se encontrou, e por vezes encontrava-se com gente que claramente nada queria ter a ver com ele”, refere.

 

No site criado especificamente para o efeito, as pessoas podem consultar os materiais preparados pela Secretaria-Geral do Sínodo, assim como preencherem um questionário online para deixarem a sua participação. É, segundo afirmam, “uma oportunidade para ouvir mais profundamente a voz do Espírito, aumentar a participação, melhorar a qualidade do diálogo, discernimento, fortalecer a conversão e estimular o sentido de conexão com as pessoas e com a Igreja local, regional e global”.

 

Quando os padres não abusadores são as vítimas colaterais dos abusos do clero

Encontro “Cuidar” em Lisboa

Quando os padres não abusadores são as vítimas colaterais dos abusos do clero novidade

“O que encontramos assusta-me: desilusão, depressão, crise existencial, perda de identidade, fim da relação entre presbíteros, perda de confiança na instituição e na hierarquia.” O diagnóstico cáustico é feito ao 7MARGENS pelo padre inglês Barry O’Sullivan, 61 anos, da diocese de Manchester, que estudou o impacto dos abusos sexuais entre os padres não abusadores.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

De 1 a 31 de Julho

Helpo promove oficina de voluntariado internacional

  Encerram nesta sexta-feira, 24 de Junho, as inscrições para a Oficina de Voluntariado Internacional da Helpo, que decorre entre 1 e 3 de Julho. A iniciativa é aberta a quem se pretenda candidatar ao Programa de Voluntariado da Organização Não Governamental para...

Luz e negrume

Luz e negrume novidade

As obras de Pedro Costa, cineasta, Rui Chafes, escultor, e Paulo Nozolino, fotógrafo, e de Simon Hantaï, artista plástico, estão expostas em Paris, respectivamente no Centre Georges Pompidou e na Fundação Louis Vitton. Um autor, identificado como Anonymous, estabelece com elas um diálogo em dois poemas traduzidos por João Paulo Costa, investigador na área de filosofia e autor de À sombra do invisível (Documenta, 2020).

Paróquia de Nossa Senhora da Hora: Ouvir os leigos na nomeação de padres e bispos

Contributos para o Sínodo (23)

Paróquia de Nossa Senhora da Hora: Ouvir os leigos na nomeação de padres e bispos novidade

Os leigos devem ser ouvidos nos processos de nomeação de párocos e de escolha dos bispos e a Igreja deve ter uma lógica de reparação da situação criada pelos abusos de menores. Evitar o clericalismo e converter os padres a uma Igreja minoritária, pobre, simples, dialogante, sinodal é outra das propostas do Conselho Paroquial de Pastoral da Paróquia de Nossa Senhora da Hora (Matosinhos).

Saúde mental dos jovens: a urgência de um novo paradigma

Saúde mental dos jovens: a urgência de um novo paradigma novidade

A saúde mental dos jovens tem-se vindo a tornar, aos poucos, num tema com particular relevância nas reflexões da sociedade hodierna, ainda que se verifique que estas possam, muitas das vezes, não resultar em concretizações visíveis e materializar em soluções para os problemas que afetam os membros desta mesma sociedade. A verdade é que, apesar de todos os esforços por parte dos profissionais de saúde e também das pessoas, toda a temática é, ainda, envolvida por uma “bolha de estigmas”, o que a transforma numa temática-tabu.

Agenda

There are no upcoming events.

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This