Momento de escuta sinodal

Arcebispo de Madrid ouve os sem abrigo e os mais vulneráveis

| 14 Mar 2022

O Arcebispo de Madrid promoveu um momento de escuta sinodal na Igreja de Nossa Senhora das Maravilhas, em Madrid. Foto @ twitter Comunidade de Sant'Egídio

O arcebispo de Madrid promoveu um momento de escuta sinodal na Igreja de Nossa Senhora das Maravilhas, em Madrid. Foto © Twitter Comunidade de Sant’Egídio

 

O arcebispo de Madrid, cardeal Carlos Osoro, continua a caminhada sinodal da sua arquidiocese com a realização de encontros com vários grupos da sociedade civil. Depois de já ter reunido com políticos, professores universitários, empresários, representantes sindicais, artistas e atletas, o prelado quis ouvir os mais vulneráveis.

A Comunidade de Santo Egídio, reunida na noite de domingo, dia 13, na igreja de Nossa Senhora das Maravilhas, foi o grupo escolhido para possibilitar essa escuta. Lá o cardeal encontrou, conta o Religión Digital, sem-abrigo, estrangeiros, famílias com crianças… todos para responder à questão colocada pelo cardeal Carlos Osoro: “O que pedem à Igreja?”

Um dos pobres, relata a reportagem, pediu que “os pobres sejam tratados pelo [seu] nome”, e deu como exemplo esta comunidade, “o único lugar do mundo onde ouço o meu nome”. Que seja um “ponto de encontro” e que “nunca desista de sonhar, que tenha a ambição de que tudo possa mudar” foram outras das ideias deixadas pelos participantes.

A Arquidiocese de Madrid tem estado particularmente ativa nesta fase diocesana do Sínodo, promovendo encontros ao nível diocesano e nacional, ao mesmo tempo que acontecem as escutas sinodais nas paróquias locais e movimentos.

Ao Vatican News, o prelado considerou que o “amor cristão exige o diálogo”, justificando assim todas estas ações muito para lá da simples escuta das comunidades locais e paróquias. “Jesus não fez o seu caminho sozinho, mas fê-lo com todos os homens com quem se encontrou, e por vezes encontrava-se com gente que claramente nada queria ter a ver com ele”, refere.

 

No site criado especificamente para o efeito, as pessoas podem consultar os materiais preparados pela Secretaria-Geral do Sínodo, assim como preencherem um questionário online para deixarem a sua participação. É, segundo afirmam, “uma oportunidade para ouvir mais profundamente a voz do Espírito, aumentar a participação, melhorar a qualidade do diálogo, discernimento, fortalecer a conversão e estimular o sentido de conexão com as pessoas e com a Igreja local, regional e global”.

 

sobre as águas

sobre as águas novidade

Breve comentário do p. António Pedro Monteiro aos textos bíblicos lidos em comunidade, no Domingo XII do Tempo Comum B. ⁠Hospital de Santa Marta⁠, Lisboa, 22 de Junho de 2024.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Uma tarde para aprender a “estar neste mundo como num grande templo”

Na Casa de Oração Santa Rafaela Maria

Uma tarde para aprender a “estar neste mundo como num grande templo”

Estamos neste mundo, não há dúvida. Mas como nos relacionamos com ele? E qual o nosso papel nele? “Estou neste mundo como num grande templo”, disse Santa Rafaela Maria, fundadora das Escravas do Sagrado Coração de Jesus, em 1905. A frase continua a inspirar as religiosas da congregação e, neste ano em que assinalam o centenário da sua morte, “a mensagem não podia ser mais atual”, garante a irmã Irene Guia ao 7MARGENS. Por isso, foi escolhida para servir de mote a uma tarde de reflexão para a qual todos estão convidados. Será este sábado, às 15 horas, na Casa de Oração Santa Rafaela Maria, em Palmela, e as inscrições ainda estão abertas.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This