Novo surto de covid-19 na Rússia

Arcebispo de Moscovo: perplexidade e ansiedade

| 30 Out 21

Paolo Pezzi. Pavel Pezzi

Pavel Pezzi: “Com esta repetição contínua das ondas do vírus há o risco de se instalar uma espécie de atitude viciosa: deixamos de desejar que a pandemia acabe e só pensamos em sobreviver.” Foto © Tincatina / Wikimedia Commons

 

Perplexidade e ansiedade, mais do que medo, é como o arcebispo católico de Moscovo e presidente da Conferência Episcopal Russa, Pavel Pezzi, caracteriza a reação da população perante a atual vaga de covid-19 que não para de fazer vítimas em toda a Rússia: só nas últimas 24 horas (entre 28 e 29 de outubro) foram confirmados 39.849 novos casos de covid-19 e 1.163 mortes.

“A situação é grave. Temos de o reconhecer. Até as autoridades confirmam a gravidade da situação”, acrescentou o arcebispo, em declarações feitas a 29 de outubro à agência católica Italiana SIR.  Uma das razões que explica o atual surto pandémico é a baixa taxa de vacinação da população, facto que o arcebispo Pavel Pezzi não consegue perceber: “Não está claro por que razão as pessoas estão tão relutantes em deixar-se vacinar, já que as notícias que temos sobre a Sputnik são muito boas e há muito poucos casos de efeitos colaterais.”

Para conter a pandemia, que desde o seu início até 28 de outubro já infetou 8.432.546 pessoas, as lojas – com exceção das farmácias e o comércio de produtos primários – estão fechadas. Os atos de culto continuam a processar-se, mas com cuidados sanitários redobrados, e as procissões foram suspensas, assim como as reuniões de catequese, sempre que as instalações onde estas decorriam não sejam de grande dimensão.

“Com esta repetição contínua das ondas do vírus existe o risco de se instalar uma espécie de atitude viciosa: deixamos de desejar que a pandemia acabe e só pensamos em sobreviver”, teme o arcebispo de Moscovo, para quem “é importante sermos companheiros de viagem uns dos outros e lembrarmo-nos que não somos deixados ao acaso, nem somos feitos para sofrer; pelo contrário, somos feitos para a eternidade. Hoje, estar perto também significa lembrar que Deus está sempre perto de nós, principalmente nos momentos difíceis.”

 

Um caderno para imprimir e usar

Sínodo 2021-23

Um caderno para imprimir e usar novidade

Depois de ter promovido a realização de dois inquéritos sobre o sínodo católico 2021-23, o 7MARGENS decidiu reunir o conjunto de textos publicados a esse propósito num caderno que permita uma visão abrangente e uma utilização autónoma do conjunto. A partir de agora, esse caderno está disponível em ligação própria.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Esta é a Igreja que eu amo!

Esta é a Igreja que eu amo! novidade

Fui um dos que, convictamente e pelo amor que tenho à Igreja Católica, subscrevi a carta que 276 católicas e católicos dirigiram ao episcopado português para que, em consonância e decididamente, tomassem “a iniciativa de organizar uma investigação independente sobre os crimes de abuso sexual na Igreja”.

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This