Divulgado relatório anual

Arquidiocese de Madrid recebeu 34 denúncias de abusos sexuais em 2022

| 16 Fev 2023

O gabinete do Repara também atendeu 53 casos de agressões sexuais em ambiente familiar no último ano. Foto © Pixabay.

 

A arquidiocese de Madrid publicou esta quarta-feira, 15 de fevereiro, a contagem anual de casos de abusos sexuais eclesiásticos que o Repara, o seu gabinete de atendimento às vítimas, recebeu: 34 denúncias contra membros da Igreja, em 23 das quais as vítimas eram menores de idade quando ocorreram os crimes.

A diocese não informou o número de agressores, embora esclareça que há vários afetados que apontam para o mesmo padre em Madrid. O gabinete Repara também atendeu 53 casos de agressões sexuais em ambiente familiar no último ano. A maioria das vítimas (44) eram menores de idade quando as sofreram e quatro delas são menores de idade atualmente. No total, são 87 denúncias de abuso sexual, dentro e fora da esfera eclesiástica, número que supera o cálculo dos dois anos anteriores (em 2020 tinham sido 64, e 49 em 2021).

Liderada pelo cardeal Carlos Osoro, a arquidiocese de Madrid é, em Espanha, uma das exceções à política geral de opacidade na Igreja, assinala o jornal El País. Nos últimos anos, Osoro optou pela transparência e pela divulgação de todos os casos de abuso.

O Repara recebeu ainda, em 2022, 15 denúncias de abusos de autoridade dentro da Igreja, e prestou atendimento psicológico a 19 familiares de vítimas e cinco perpetradores, três dos quais eram clérigos.

Em comunicado, o Repara especifica que “a todas estas pessoas foram oferecidas mais de 1.500 sessões gratuitas de atendimento psicológico e escuta, em comparação com 700 em 2021. Além da terapia individual, foram criados os Grupos de Ajuda Mútua e ministrados cursos presenciais de prevenção dos abusos na Igreja.

 

Em Essen, mais de 400 casos e 200 abusadores

Na Alemanha, a diocese de Essen acaba de apresentar o primeiro relatório sobre os abusos sexuais no seu seio. Num exercício de transparência, concluiu que existiram, desde a sua fundação em 1958 até 2022, mais de 400 casos de abuso. Foram acusadas 201 pessoas, incluindo 129 clérigos e 19 religiosas. Destes, 33 foram condenados penalmente ou em processo canónico, havendo um total de 53 acusações criminais contra os acusados.

Houve até ao momento 163 pessoas que pediram uma indemnização pelo sofrimento vivido, das quais 141 já foram obtiveram resposta. Segundo as informações avançadas pelo site Katholich.de, a diocese já pagou um total de 2,58 milhões de euros em benefícios aos afetados.

 

“A homilia não deve durar mais de oito minutos, senão as pessoas adormecem… e com razão!”

Papa Francisco insiste

“A homilia não deve durar mais de oito minutos, senão as pessoas adormecem… e com razão!” novidade

Já não é a primeira vez que o Papa deixa este aviso aos padres católicos, e na catequese desta quarta-feira,12 de junho, voltou a insistir: “A homilia não deve durar mais de oito minutos, porque depois, com o tempo, perde-se a atenção e as pessoas adormecem… e com razão!”. Perante milhares de fiéis na Praça de São Pedro, Francisco explicou que o objetivo de uma homilia é “ajudar a transferir a Palavra de Deus do livro para a vida”.

Jornalista Zhang Zhan foi libertada pelas autoridades chinesas

Após quatro anos de detenção

Jornalista Zhang Zhan foi libertada pelas autoridades chinesas novidade

Após quatro anos de detenção, a jornalista Zhang Zhan foi libertada pelas autoridades chinesas. Numa mensagem divulgada esta terça-feira, 11 de junho, a Amnistia Internacional apela às autoridades chinesas que garantam que Zhang Zhan seja autorizada a circular livremente e a comunicar com pessoas dentro e fora da China, e ainda que ela e a sua família não fiquem sujeitas a vigilância ou assédio, devendo ter pleno acesso a tratamento médico após a sua experiência traumática.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Vai nascer uma “Aldeia da Esperança” nos Açores, inspirada em Taizé

Proposta pelo Conselho Pastoral Diocesano

Vai nascer uma “Aldeia da Esperança” nos Açores, inspirada em Taizé novidade

“Organizar uma `Aldeia da Esperança´, dirigida aos jovens, em formato de acampamento, seguindo o modelo de Taizé, a decorrer no verão, de preferência na ilha de São Jorge, no Santuário do Senhor Santo Cristo da Caldeira”: esta é uma das várias propostas feitas pelo Conselho Pastoral Diocesano de Angra – reunido em Ponta Delgada entre os dias 8 e 10 de junho – que irá passar do papel à prática.

Lembrar Aristides de Sousa Mendes, “seguir a voz da consciência” e também hoje “salvar vidas”

Comissão Justiça e Paz de Braga

Lembrar Aristides de Sousa Mendes, “seguir a voz da consciência” e também hoje “salvar vidas” novidade

A Comissão Justiça e Paz da Arquidiocese de Braga associa-se à comemoração do Dia da Consciência – que se celebra anualmente a 17 de junho em homenagem a Aristides de Sousa Mendes – através de uma mensagem que assinala a importância de, tal como fez o cônsul de Portugal em Bordéus no século passado, “seguir a voz da consciência” e assim contribuir, no tempo presente, para “salvar vidas”.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This