Arquitetura e Design

Morreu João de Almeida, renovador da arquitectura religiosa em Portugal

Em Maio de 2015, manifestava-se, em entrevista ao Expresso um homem “cem por cento contente com a vida”. O arquitecto e pintor João de Almeida, fundador do Movimento de Renovação da Arte Religiosa (MRAR) morreu na segunda-feira, em Lisboa, aos 92 anos. O seu funeral e cremação será esta quarta, 24 de Junho, às 17h, no cemitério do Alto de São João.

Arquitectura, arte e liturgia: filme, debates e livro no fim-de-semana

Um documentário sobre a igreja de Olivais-Sul (Lisboa), de Pedro Vieira de Almeida, um encontro sobre Pensar a Igreja. Projectar Igrejas, e um livro com o título Nuno Portas: 18 Obras Partilhadas – estes são os momentos essenciais da V Jornada de Liturgia, Arte e Arquitectura que decorre em lisboa, neste fim-de-semana, entre a noite de sexta-feira, 31 de Janeiro, e a tarde de domingo, 2 de Fevereiro.  

Arte e arquitectura religiosa com semana cheia em Lisboa

Visitas à arte e arquitecura de igrejas e conventos e um curso livre sobre Arte Moderna e Arte da Igreja são várias iniciativas previstas para os próximos oito dias em Lisboa. O curso decorrerá na Capela do Rato (Lisboa), entre segunda e sexta da próxima semana (dias 23 a 27) e na Igreja de Moscavide (sábado, 28) e pretende evoca o livro publicado há 60 anos pelo padre Manuel Mendes Atanásio, mas também os 50 anos do fim do MRAR.

A “igreja envolvente” de Paço d’Arcos assinala 50 anos com um livro

“Igreja envolvente, moderna, ampla e funcional, pensada e proposta no espírito do Concílio Vaticano II para acompanhar o modo apostólico do seu e de todos os tempos.” É assim que João Alves da Cunha, arquitecto e investigador, se refere à igreja paroquial da Sagrada Família, de Paço d’Arcos, que este sábado, 24 de Agosto, completa 50 anos sobre a sua consagração. Às 16h, será apresentado o livro “Igreja da Sagrada Família de Paço de Arcos – 50 anos de arquitetura religiosa moderna/1969-2019”.

Primeira missa depois do incêndio em Notre-Dame: o vídeo da transmissão

Dois meses depois de ter sido muito danificada por um incêndio, a catedral de notre-Dame de Paris abrirá de novo as suas portas este sábado e domingo, para a celebração da missa, informou a diocese de Paris em comunicado. “A primeira missa em Notre-Dame será celebrada no fim-de-semana de 15 e 16 de Junho”, lê-se no texto. A celebração de sábado tem lugar às 17h de Lisboa. 

Capelas de Braga vencem concurso de arquitetura

A capela “ergue-se em madeira, desde a estrutura de suporte até aos planos que lhe conferem o espaço, e é composta por várias peças de madeira, encaixando-se, criando uma estrutura equilibrada que se manifesta como uma floresta à entrada do espaço sagrado”.