Balanço do ano

As 10 notícias do 7MARGENS mais lidas em 2023

| 31 Dez 2023

Logo

 

Uma curta apreciação da obra de Annie Érnaux, uma notícia sobre a recusa de vistos a jovens africanos que queriam vir à JMJ, um balanço prospetivo desta, e as notícias sobre a rejeição do ministério de Francisco por parte de um bispo americano e sobre a pressão dos lideres ortodoxos russos contra o grupo Wagner em conflito com Putin foram as cinco publicações do 7MARGENS mais lidas ao longo do ano de 2023.

Entre os 10 textos mais lidos por todas as vias – a partir da Newsletter, da busca na Internet, ou (principalmente) pela partilha direta nas redes sociais – figuram cinco notícias, um comentário literário, duas críticas de cinema, um artigo de opinião e uma reportagem, variedade de estilos jornalísticos que dá conta do vasto leque de interesses de quem visita o 7MARGENS.

A crónica “O peso dos anos” de Maria Luísa Ribeiro Ferreira sobre a obra literária da vencedora do Prémio Nobel da Literatura de 2022, Annie Ernaux, foi, de longe, o texto que, com quase 50.000 visitas, mais leitores alcançou. Nesse mesmo mês de agosto, o 7MARGENS publicou a notícia “Os vistos recusados aos jovens africanos” que circulou entre um número superior a 30.000 pessoas. A opinião de Américo Monteiro “JMJ – Um pau de dois bicos” ocupa a terceira posição nesta lista, antes de duas notícias, uma com o título “Bispo do Texas rejeita publicamente magistério do Papa Francisco” e outra “Lideres ortodoxos russos ameaçam grupo Wagner” difundida no dia em que os tanques do mercenário Prigozhin ameaçavam avançar sobre Moscovo.

O cinema é responsável por textos que recolhem a sexta e a décima posição entre os mais lidos. Em sexto lugar “A viagem (inacabada) de Francisco (a Lisboa e ao mundo)” da autoria de Manuel Mendes e a fechar esta lista “Nos cinemas em França: ‘Magnificat’: o padre, afinal, era uma mulher”.

Em sétimo lugar em número de visitas, duas notícias: “’Julgamento do século’ prossegue: Vaticano pede 650 milhões em indemnizações por danos materiais e de reputação” sobre o caso que lavaria ainda em 2023 à condenação, entre outros, do cardeal italiano Angelo Becciu a cinco anos e meio de prisão efetiva por crimes de peculato e à proibição de exercer cargos públicos no resto da vida. “Por indicação do Papa Francisco: Secretário de Bento XVI poderá deixar o Vaticano” é a notícia que ocupa a oitava posição. Em nono lugar surge uma reportagem de Giovanna Campagnolo – “A história de Mohamed, que sobreviveu ao mar mas não tem lugar na terra” – sobre um imigrante sírio sobrevivente do trágico naufrágio de 14 de junho no Peloponeso em que terão morrido pelo menos 600 migrantes.

 

Leitores da Newsletter preferem factos nacionais

Temas de âmbito nacional dominam em exclusivo os cinco primeiros lugares da lista das mais vistas, se tivermos apenas em conta o universo dos 3.100 leitores que subscrevem a Newsletter diária. “Bragança e Setúbal mais de um ano à espera: Cinco padres recusaram convite para serem bispos – mas há quem culpe o núncio” da autoria de António Marujo encabeça essa lista, seguida de “7MARGENS revela documento: Católicos de Lisboa escrevem ao Vaticano para traçar perfil do próximo patriarca” do mesmo autor e da entrevista a Alice Vieira feita por Clara Raimundo.

O quinto lugar nesta classificação é ocupado pela notícia “O bispo ou o patriarca, quem tem razão sobre a ‘suspensão’ de abusadores? Um canonista dirime a questão no 7MARGENS” de António Marujo e Mário Rui de Oliveira publicada no início de março confrontando as opiniões antagónicas que sobre o tema defenderam o então cardeal-patriarca de Lisboa, Manuel Clemente, e Nuno Almeida, então bispo auxiliar de Braga, o primeiro afirmando que não era possível suspender os padres acusados de pedofilia e o segundo garantindo que sim.

Mas antes desta surge um magnífico texto de opinião assinado por Beatriz Mendes, aluna do 12.º ano na Escola Secundária Francisco de Holanda, em Guimarães, intitulado “Gostava de ler na igreja e não ouvir tanto o eco da minha voz”.

Entre os que recebem o nosso mail diário com as principais notícias, “O legado de Francisco antes de chegar à JMJ: A estranha palavra e os desejos de um Papa à beira do fim”, antecipação da autoria de António Marujo sobre a vinda do Papa à JMJ e a entrevista a Francisco Fanhais realizada por Maria do Sameiro Pedro, ocupam a sexta e a sétima posição entre as mais lidas, seguidas do texto do cardeal Tolentino de Mendonça, evocando a monja Dominicana irmã Mary John falecida dois dias antes (21 de abril).

Dois textos sobre o modo como a Igreja reagiu à tragédia dos abusos sexuais fecham este grupo das 10 mais lidas pelos leitores da Newsletter. O primeiro, uma notícia sobre o caso do jesuíta Rupnik, processo em que, pela pena de Manuel Pinto, o 7MARGENS revelou em primeira mão aspetos até então desconhecidos, e o segundo, um editorial intitulado “O tempo está a esgotar-se” visando a inapropriada reação da conferência episcopal portuguesa ao relatório da Comissão Independente para o Estudo dos Abusos Sexuais de Crianças na Igreja Católica.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Onde estão as mulheres na música litúrgica católica?

Onde estão as mulheres na música litúrgica católica? novidade

Na música, um dos ministérios mais estruturantes da liturgia católica, este paradigma mantém-se, embora com nuances particulares: salvo algumas (felizmente, cada vez mais) exceções, o ministério do canto, domingo a domingo, é, em Portugal, sustentado maioritariamente por mulheres e a regência dos coros é, preferencialmente, entregue a homens

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This