As feridas da contemporaneidade em música da Paixão

| 23 Mar 21

Foto Simon & His Camera

Simon & His Camera. Foto: Capela do Rato/Direitos Reservados

 

“O século XX foi o século do regresso da Paixão como forma musical, particularmente depois da I Guerra Mundial. Diria que se pode fazer uma história do século XX a partir das criações musicais sobre as narrativas da Paixão”, escreve o compositor Alfredo Teixeira, a propósito da sessão que apresentará nesta quarta-feira, 24, através de ligação vídeo, sobre “Sonoridades da Paixão: a música que nos ouve”.

O também professor da Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa explica: “Se realizarmos alguns ‘cortes’ no curso da história contemporânea da Paixão, desvendam-se as feridas da nossa contemporaneidade e descobre-se uma trajetória de valorização da dimensão universal destas narrativas cristãs. Na Paixão, escutamos o drama de Deus no nosso próprio drama.”

Iniciativa da Capela do Rato, em Lisboa, a sessão pode ser acompanhada a partir das 19h desta quarta-feira, 24, a partir desta ligação.

Mais informações podem ser lidas na página da Capela do Rato.

 

A votar, a votar!

[Segunda leitura]

A votar, a votar! novidade

“Começa hoje a campanha eleitoral para as eleições autárquicas de 26 de setembro”. Juro que ouvi isto na passada terça-feira, dia 14 de setembro. Assim mesmo, sem tirar nem pôr, na abertura de um noticiário na rádio: “Começa hoje a campanha eleitoral para as eleições autárquicas de 26 de setembro”. Juro.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Direitos humanos, paz e casa comum: como se reescreve um Papa?

Ensaio

Direitos humanos, paz e casa comum: como se reescreve um Papa? novidade

As intervenções de um Papa na Assembleia Geral das Nações Unidas (AGONU) aconteceram em cinco momentos da História e resultaram de um estatuto jurídico reconhecido internacionalmente ao líder máximo da Igreja Católica, incomparável quer relativamente aos líderes das outras religiões, quer aos das nações. Isto, por si só, é relevante a nível da política e das relações internacionais.

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This