[Mãos à obra]

As Mulheres contam, no bairro Quinta da Princesa

| 7 Jan 2023

Africanas, mulheres de etnia cigana e imigrantes. Vivem no bairro da Quinta da Princesa, Seixal, e fazem parte de um projeto de cidadania ativa. Foto © Câmara Municipal do Seixal.

Africanas, mulheres de etnia cigana e imigrantes. Vivem no bairro da Quinta da Princesa, Seixal, e fazem parte de um projeto de cidadania ativa. Foto © Câmara Municipal do Seixal.

 

São africanas, mulheres de etnia cigana e imigrantes. Vivem no bairro da Quinta da Princesa, Seixal, e fazem parte de um projeto de cidadania ativa para que a sua voz se ouça em diversas áreas: na saúde, na educação, na cultura e na ação social. 

 “Na Quinta da Princesa As Mulheres Contam” é o nome deste projeto que mobiliza as mulheres/raparigas de várias gerações, etnias e nacionalidades para mudar o bairro. 

A construção de um programa sobre a literacia em saúde, a sensibilização para a importância dos percursos educativos e/ou formativos, o desenvolvimento da consciência social e valorização pessoal, estão entre os objetivos.  

“A participação das mulheres é um alicerce fundamental para que haja mudanças nas práticas e nos territórios.  Elas conhecem o bairro e as pessoas, e conhecem os problemas com que se confrontam no dia a dia”, diz Regina Marques, do Movimento Democrático das Mulheres (MDM), uma das entidades promotoras do projeto, juntamente com a Associação para o Desenvolvimento das Mulheres Ciganas Portuguesas (AMUCIP). Estas mulheres “lutam diariamente por melhores condições de vida e de saúde, por transportes melhores que as levem ao trabalho, pela limpeza e arranjo das habitações e dos prédios.”

 As promotoras deste projeto reconhecem que “são as mulheres, a sua organização pessoal e dentro da família que se constituem como importantes agentes mobilizadores da comunidade”.

Debater com inspiração em Paulo Freire

O debate acerca dos vários temas é promovido de forma aberta e segundo a metodologia de Educação Popular, de Paulo Freire. Foto © Câmara Municipal do Seixal.

O debate acerca dos vários temas é promovido de forma aberta e segundo a metodologia de Educação Popular, de Paulo Freire. Foto © Câmara Municipal do Seixal.

 

O projeto “Na Quinta da Princesa As Mulheres Contam” foi construído no âmbito do Programa Bairros Saudáveis da República Portuguesa, PRR (Plano de Recuperação e Resiliência) e União Europeia, em parceria com a Câmara Municipal de Seixal, Junta de Freguesia de Amora, ACES Almada Seixal, e Centro de Assistência Paroquial da Amora (CAPA). 

“Organizámos a entrada no bairro com um grupo de mulheres que foi inicialmente convidado a participar através das pessoas conhecidas e das mediadoras ciganas. Com o decorrer das múltiplas sessões de trabalho foi-se gerando uma empatia e o grupo das moradoras foi-se consolidando e alargando ao longo do tempo”, conta Regina Marques.

O debate acerca dos vários temas é promovido de forma aberta e segundo a metodologia de Educação Popular, de Paulo Freire, que visa a sensibilização dos mais desfavorecidos em relação à origem dos problemas que os afetam. Assim, foram diagnosticados os problemas considerados mais preocupantes. “Depois houve a preocupação de problematizar a realidade vivida pelas populações mais vulneráveis, e ao mesmo tempo procurar uma construção coletiva e crítica dos seus conhecimentos, a valorização dos saberes populares e tradições e costumes, e obviamente promover a reflexão-ação como alguns dos fundamentos para a transformação social que todas esperavam.”

Em reuniões junto dos prédios e nos convívios sociais, os moradores da Quinta da Princesa têm-se reunido e participado nas discussões sobre a sua vida coletiva, sobretudo em torno das carências relacionadas com a habitação, “fator de união das mulheres do grupo”.  

Realizaram-se também várias sessões temáticas sobre a saúde da mulher nas quais participaram enfermeiras do ACES que organizaram ações de sensibilização para os rastreios de tensão arterial, diabetes, e outras doenças sexualmente transmissíveis. 

Prossegue agora o esforço para criar um espaço de encontro das mulheres do bairro, para que continuem a “aprender e a falar de si próprias” e a prosseguir com cursos de alfabetização. “O MDM e a AMUCIP vão continuar a apoiar e dinamizar este processo de maior envolvimento e diálogo entre todos”, assegura Regina Marques. Seguem-se novas experiências e outros desafios já programados para dinamizar o bairro e dar voz às suas mulheres.

 

Francisco alerta bispos para o perigo do “carreirismo”

Último dia na RD Congo

Francisco alerta bispos para o perigo do “carreirismo” novidade

Antes de se despedir da República Democrática do Congo (RDC), o Papa visitou na manhã desta sexta-feira, 3 de fevereiro, a sede da Conferência Episcopal do Congo (CENCO), onde se encontrou com os bispos do país. No seu discurso, desafiou-os a serem uma “voz profética” em defesa do “povo crucificado e oprimido”, e alertou-os para a tentação de “ver no episcopado a possibilidade de escalar posições sociais e exercer o poder”.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Assembleia continental europeia do Sínodo

Um bispo, um padre e duas leigas na delegação portuguesa novidade

A delegação portuguesa à assembleia continental europeia do Sínodo que vai decorrer em Praga de 5 a 12 de fevereiro é composta pelo bispo José Ornelas, presidente da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), pelo padre Manuel Barbosa, secretário da CEP, e por Carmo Rodeia e Anabela Sousa, que fazem parte da equipa sinodal nacional. A informação foi divulgada esta quinta-feira, 2 de fevereiro, em nota enviada às redações.

Estudo decorre até 2028

A morte sob o olhar do cinema e da filosofia

O projeto “Film-philosophy as a meditation on death” (A filosofia do cinema como meditação sobre a morte), da investigadora portuguesa Susana Viegas, acaba de ser contemplado com uma bolsa de excelência do European Research Council, no valor de um milhão e setecentos mil euros, para um trabalho de equipa de cinco anos.

Normas inconstitucionais

Eutanásia: CEP e Federação Portuguesa pela Vida saúdam decisão do TC

O secretário da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) saudou a decisão do Tribunal Constitucional (TC), que declarou inconstitucionais algumas das normas do decreto sobre a legalização da eutanásia. “A decisão do TC vai ao encontro do posicionamento da CEP, que sempre tem afirmado a inconstitucionalidade de qualquer iniciativa legislativa que ponha em causa a vida, nomeadamente a despenalização da eutanásia e do suicídio assistido”, disse à agência Ecclesia o padre Manuel Barbosa.

Papa pede aos padres que não se sirvam da sua função para “satisfazer carências”

Encontro com consagrados

Papa pede aos padres que não se sirvam da sua função para “satisfazer carências” novidade

Depois de ter passado a manhã com mais de 80 mil jovens e catequistas, o Papa encontrou-se na tarde desta quinta-feira, 2 de fevereiro, com cerca de 1.200 padres, diáconos, consagrados e seminaristas, na Catedral de Kinshasa. Naquele que foi o terceiro dia da sua viagem apostólica à República Democrática do Congo (RDC), véspera de rumar ao Sudão do Sul, Francisco alertou que o sacerdócio ou qualquer forma de vida consagrada não podem ser vistos como um meio para “satisfazer carências e comodidades” ou para adquirir uma melhor “posição social”.

Americano judeu tenta destruir rosto de Cristo à martelada

Tensão no bairro cristão de Jerusalém

Americano judeu tenta destruir rosto de Cristo à martelada novidade

Um americano judeu de cerca de 40 anos deitou por terra e desfigurou esta terça-feira, 2 de fevereiro, uma imagem de Cristo na capela da Condenação, situada no perímetro da Igreja da Flagelação, na Terra Santa. O ataque deu-se logo de manhã, pelas 8h30, e a destruição só não foi maior porque o porteiro do templo se lançou sobre o atacante e imobilizou-o, tendo os frades chamado a polícia. Esta levou o homem sob prisão para uma esquadra.

Um bispo, um padre e duas leigas na delegação portuguesa

Assembleia continental europeia do Sínodo

Um bispo, um padre e duas leigas na delegação portuguesa novidade

A delegação portuguesa à assembleia continental europeia do Sínodo que vai decorrer em Praga de 5 a 12 de fevereiro é composta pelo bispo José Ornelas, presidente da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), pelo padre Manuel Barbosa, secretário da CEP, e por Carmo Rodeia e Anabela Sousa, que fazem parte da equipa sinodal nacional. A informação foi divulgada esta quinta-feira, 2 de fevereiro, em nota enviada às redações.

Lista de padres pedófilos em Itália contém mais de 400 nomes

Casos de abusos nos últimos 15 anos

Lista de padres pedófilos em Itália contém mais de 400 nomes novidade

Nos últimos 15 anos, 164 padres foram condenados por abuso sexual de menores em Itália. A listagem divulgada em conferência de Imprensa pela organização Rete L’ABUSO no dia 1 de fevereiro foi apresentada como “um inventário incompleto” dos clérigos predadores objeto de condenações definitivas, a que se juntam 88 nomes de padres sinalizados pelas suas vítimas, mas cujos casos não foram objeto de investigação criminal por já terem prescrito os crimes de que foram acusados.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This