Ataque faz 15 mortos em aldeia cristã do norte da Nigéria

| 15 Mai 20

Pelo menos 15 pessoas morreram num ataque a uma aldeia no norte da Nigéria, onde os agricultores cristãos têm sido alvo de investidas cada vez mais frequentes por parte dos pastores nómadas,a na sua maioria muçulmanos, de etnia fula.

De acordo com o porta-voz da polícia do estado de Kaduna, Mohammed Jalige, citado pelo jornal La Croix, o ataque aconteceu esta terça-feira, 12 de maio, durante a noite, enquanto a população dormia. “Os atacantes dispararam esporadicamente contra os aldeões, matando 15 pessoas e ferindo outras cinco”, afirmou o responsável.

A aldeia situa-se no distrito de Kajuru, a sul de Kaduna, uma zona regularmente alvo de violência entre pastores fula e agricultores cristãos, que discordam em relação à propriedade das terras e ao acesso à água.

A polícia lançou uma “caça ao homem” para encontrar os responsáveis pelo ataque e pôs em marcha uma operação para evitar “ataques de represálias”, como o que aconteceu há dois anos, quando um grupo de cristãos em fúria linchou 11 muçulmanos em resposta ao assassinato de dois padres e 16 fiéis na igreja de Mbalom (no centro da Nigéria).

Artigos relacionados