Ativista ambiental indiana presa e acusada de conspiração contra o país

| 17 Fev 21

Disha Ravi, Índia, ambientalista

Disha Ravi, jovem indiana ativista das causas ambientais. Foto reproduzida do Twitter

 

Disha Ravi é uma jovem indiana que se tem destacado como ativista das causas ambientais, inspirada e apoiada pela sueca Greta Thunberg. Foi presa em Bangalore no último fim de semana, acusada de ter editado e estar a divulgar junto de agricultores material de apoio à luta que estão a travar, facto que desencadeou, entretanto, vivos protestos de grupos ambientalistas do país.

Centenas de milhares de agricultores iniciaram em dezembro passado uma luta contra medidas governamentais que, segundo eles, são prejudiciais para a sua subsistência e beneficiam grandes corporações. Já este mês Greta Thunberg manifestou, através de várias mensagens na rede Twitter, o seu apoio a esta luta, o que gerou entre apoiantes do Governo reações de ira, traduzidas na queima de imagens da jovem sueca.

Um documento por ela divulgado chamou a atenção da polícia de Nova Deli, que iniciou uma investigação criminal, alegando que evidenciava uma conspiração “para travar uma guerra económica, social, cultural e regional contra a Índia”.

Disha Ravi, que foi fundadora do ramo indiano do movimento das greves estudantis das sextas-feiras, fundado por Greta, foi levada de avião de Bangalore para Deli sob custódia da polícia de Deli, sob alegações de ser uma “conspiradora chave” no material que parcialmente retocou.

Grupos de ambientalistas consideram que o caso de Ravi serve ao Governo para “mostrar” que existe uma conspiração internacional contra o país.

 

125 padres e católicos alemães assumem publicamente condição LGBTQI

Manifesto inédito em todo o mundo

125 padres e católicos alemães assumem publicamente condição LGBTQI novidade

Um total de 125 pessoas, incluindo vários padres, trabalhadores a tempo inteiro ou voluntários na Igreja Católica nos países de língua alemã, anunciam hoje a sua condição LGBTQI+. A iniciativa tem o título #OutInChurch. Por uma Igreja sem medo e acompanha, também, a emissão de um documentário televisivo. É a primeira vez na história, em todo o mundo, que um grupo de crentes se assume deste modo, colectivamente, na praça pública.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

A roseira que defende a vinha: ainda a eutanásia

A roseira que defende a vinha: ainda a eutanásia novidade

Há tempos, numa visita a uma adega nacional conhecida, em turismo, ouvi uma curiosa explicação da nossa guia que me relembrou imediatamente da vida de fé e das questões dos tempos modernos. Dizia-nos a guia que é hábito encontrar roseiras ao redor das vinhas como salvaguarda: quando os vitivinicultores encontravam algum tipo de doença nas roseiras, algum fungo, sabiam que era hora de proteger a vinha, de a tratar, porque a doença estava próxima.

Um caderno para imprimir e usar

Sínodo 2021-23

Um caderno para imprimir e usar

Depois de ter promovido a realização de dois inquéritos sobre o sínodo católico 2021-23, o 7MARGENS decidiu reunir o conjunto de textos publicados a esse propósito num caderno que permita uma visão abrangente e uma utilização autónoma do conjunto. A partir de agora, esse caderno está disponível em ligação própria.

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This