Austen Ivereigh e os seis anos do Papa: “O que afecta a todos deve ser discutido por todos”

| 12 Mar 19 | Destaques, Igreja Católica, Newsletter, Papa Francisco, Últimas

Austen Ivereigh, na noite de 11 de Março, em Braga; foto © Eduardo Jorge Madureira

 

A forte turbulência que está a provocar o problema dos abusos sexuais de menores cometidos pelo clero oferece uma oportunidade singular para acelerar o processo de conversão e purificação da Igreja Católica, julga o jornalista britânico Austen Ivereigh, que na noite de segunda-feira deu em Braga, no Auditório Vita, uma conferência. Apesar de o título ser “O cristianismo na Europa”, a intervenção (a propósito dos seis anos da eleição de Jorge Mario Bergoglio como Papa, que se assinalam nesta quarta-feira, dia 13) constituiu sobretudo um testemunho qualificado acerca do modo como o Papa Francisco olha para este período de tribulação.

Afirmando que o Papa não tem uma visão optimista do tempo actual e da globalização, destruidora dos vínculos de pertença, da fragmentação das existências e da perda da conexão do presente com a transcendência, o autor de Francisco, o grande reformador: Os caminhos de um Papa Radical (ed. Vogais), observou que a alternativa por que Francisco optou para lidar com a modernidade líquida consistiu em fazer a Igreja sair para evangelizar, em vez de construir uma espécie de ponte levadiça, que a acantonasse nas suas certezas. Em vez de críticas e de lamentos, o Papa preferiu discernir – uma acção muito sublinhada ao longo de toda a intervenção – e reformar. Para Francisco, a Igreja tem de ser próxima e concreta, tem de fazer a experiência do encontro com a pessoa de Jesus Cristo, referiu Austen Ivereigh, acrescentando que o cristianismo não é uma ideologia, nem um conjunto de preceitos morais, mas o encontro com Cristo.

Considerando que a evangelização é aprender a hospedar, tratando de acolher, proteger e integrar, o jornalista britânico indica aquele que é, para o Papa, o principal obstáculo à conversão evangélica: o clericalismo. Ele é a causa de uma distorção, que se concentra mais na instituição do que em Jesus, afirmando o mito da superioridade sacerdotal. Em vez de Cristo, o legalismo e o moralismo. Além de denunciar esta situação, Francisco, segundo Austen Ivereigh, deu um contributo decisivo para a Igreja do futuro ao defender a escuta e a sinodalidade. De facto, “o que afecta a todos deve ser discutido por todos”.

Para o jornalista, o que a crise suscitada pelos abusos sexuais de menores está a fazer é a colocar em questão precisamente o clericalismo de uma Igreja auto-referencial, com abusos de poder e de consciência, para além dos sexuais. A vergonha, acrescenta Austen Ivereigh, interpretando o pensamento de Francisco, pode, todavia, fazer surgir a possibilidade da conversão e do perdão. Para que isso se concretize, torna-se necessário evitar dois tipos de reacções: uma, que tenderá a dar uma resposta defensiva ou negacionista, outra que se confinará a uma atitude juridista. O conferencista sublinhou que só uma conversão profunda é susceptível de renovar a Igreja e que o Papa sabe que ela não muda dando ordens de cima.

A conferência pode ser vista e ouvida aqui.

Artigos relacionados

Breves

Encontro de artistas portugueses com músicas do grupo Gen Verde

Um encontro de artistas de várias áreas, que sejam sensíveis às dimensões do Sagrado, da Beleza e do Bem Comum, está convocado para a tarde deste sábado, 18 de Maio, entre as 16h30 e as 18h, no Auditório da Igreja São Tomás de Aquino (Laranjeiras), em Lisboa.

Bolsonaro contestado por cortes na Educação

As ruas de mais de duas centenas de municípios em 26 estados brasileiros foram tomadas esta quarta-feira, 15 de maio, por manifestações que registaram a participação de centenas de milhares de estudantes e professores.

Televisão: Fátima vence Cristina

As cerimónias da peregrinação de 13 de maio a Fátima, transmitidas pela RTP1, conquistaram 381 mil espectadores, deixando o programa Cristina, da SIC, a grande distância (317 mil).

Boas notícias

É notícia 

Entre margens

A União Europeia necessita de psicanálise

Importa olhar para o «subconsciente» da União Europeia e tentar perceber a causa de tão grande tormento. Dir-se-ia que a União Europeia necessita de fazer algumas sessões de psicanálise. Queiramos ou não, estejamos ou não de acordo, a realidade é que a União Europeia marcará o nosso futuro coletivo.

Cultura e artes

Uma audição comentada do Livro dos Salmos

Será uma audição comentada do Livro dos Salmos aquela que Alfredo Teixeira proporá nesta quarta-feira, 22 de Maio, a partir das 18h30, na Capela de Nossa Senhora da Bonança (Capela do Rato), em Lisboa (Calçada Bento da Rocha Cabral, 1-B).

Coro do Trinity College de Dublin em Lisboa para concerto e eucaristia

Neste sábado e domingo, 18 e 19 de Maio, Lisboa acolhe dois concertos do Coro da Capela do Trinity College de Dublin (Irlanda). Às 17 horas de sábado, o coro dará um concerto de música sacra na Sé de Lisboa; no domingo, participa na eucaristia dominical na Catedral Lusitana de S. Paulo em Lisboa (Comunhão Anglicana), com início às 11h00 (Rua das Janelas Verdes).

Sete Partidas

A Páscoa em Moçambique, um ano antes do ciclone – e como renasce a esperança

Um padre que passou de refugiado a conselheiro geral pode ser a imagem da paixão e morte que atravessou a Beira e que mostra caminhos de Páscoa a abrir-se. Na região de Moçambique destruída há um mês pelo ciclone Idai, a onda de solidariedade está a ultrapassar todas as expectativas e a esperança está a ganhar, outra vez, os corações das populações arrasadas por esta catástrofe.

Visto e Ouvido

Igreja tem política de “tolerância zero” aos abusos sexuais, mas ainda está em “processo de purificação”

D. José Ornelas

Bispo de Setúbal

Agenda

Mai
27
Seg
Conferências de Maio – “Os jovens chamados a transformar” – IV – “Os jovens descobrem Deus” @ Centro Nacional de Cultura
Mai 27@18:30_20:00

Participam Alfredo Teixeira, antropólogo e compositor, autor de Religião na Sociedade Portuguesa, Américo Aguiar, bispo auxiliar de Lisboa, e João Valério, arquitecto e músico.

Ver todas as datas

Fale connosco