A cultura do “cancelamento” faz assim tanto sentido?

  Começo por responder que creio que não, sem receio de ser “cancelada” pelas minhas opiniões. O resto deste artigo explicará a minha defesa da extinção da cultura do “cancelamento” (embora talvez seja uma utopia) ou de, pelo menos, lhe colocar um travão nesta...

O resgate do silêncio

  Aprendi teoria musical muito antes de conseguir juntar letras. De tudo o que estudei o mais difícil foram as pausas. Para quê colocar um tempo de silêncio para interromper quando tanto haveria para tocar e improvisar? Também cresci numa aldeia do centro de...

Da ortodoxia à piedade

  Creio que de alguma forma já nos deparámos com uma religião fria e vazia. Para os que assistiram a períodos de reavivamento espiritual há uma lembrança dos tempos sérios da devoção. Para outros, a devoção dos antigos chegou em forma de uma tradição, marcada por...

Viver no ritmo certo

  Enquanto pensava no que iria escrever este mês, havia uma palavra que não saía da minha mente: “descanso”. Obtive a confirmação desta quando, por coincidência ou não, este foi o tema escolhido pela Aliança Evangélica Europeia para a sua semana universal de oração,...

O Natal, a família de Jesus e a cultura da imperfeição

  A propósito do Natal gostaria de refletir sobre a nossa capacidade de aceitar o outro tal como ele é. No capítulo 1 do evangelho segundo Mateus, é-nos descrita a genealogia de Jesus; chamo a atenção para três nomes: Tamar, Raabe e Rute. Se já seria escandaloso...

Pin It on Pinterest