Joaquim Félix

Corajosamente

  1. Três versículos. Três breves versos, segundo s. João (Jo 10,27-30). Tão pouco! E, não obstante, para nós, são tanto, tanto! São um desafio a ouvir coisas breves, as migalhas dos dias presentes, como se fossem uma seta disparada ao alvo de ouvidos atentos, a um coração de carne que quer fazer da boca, dos olhos e das mãos a sua fonte....

Abrir da flor da paixão

estende o lábio / ao cálice da neve / abrir da flor da paixão. Foto © Joaquim Félix   Jesus, a quem seguimos, chegou à nossa frente! Como saudei tantas vezes, ao longo da quaresma, recordo que estávamos de subida para Jerusalém. Acabamos de chegar às portas da cidade! A liturgia convida-nos a aclamar Jesus, entusiasta e sorridente, na...

O que há de errado em ser preguiçoso?

  1. Enquanto ouvíamos a leitura das Escrituras, não sei se vimos, mas entrámos numa nuvem. Clara como um rasgão, era dessa nuvem que saía uma voz. A sua sombra é luminosa, como este lugar o é, a esta hora. Como quando o sol se acende e deixamos de ver as estrelas, assim somos cobertos pelo eco da Palavra numa nuvem de não saber, cujo...

Teu será o riso, santo e contagiante

[VI domingo do tempo comum – c 2022]     1. Diante de certas imagens, que fazem ainda as palavras? Retraem-se, como quem sabe que ficaria sempre aquém. «Não tenho sequer sentimentos para esta infinita dor!» É a expressão de um homem da multidão, em Marrocos, que, no seu desolado ‘De profundis’, esperava a ‘devolução’ do Rayan. Há, de...

Pin It on Pinterest