Margarida Cordo

Em tempo de Covid-19

Em tempo de Covid-19 Hesitei no título que haveria de dar a este artigo; pensei na alternativa: “Afinal quem é o homem do século XXI?” Poderia dizer: esse deslumbrado, contaminado pela pressa, controlador de tudo em nome da sua total autonomia, da liberdade que quer levar ao extremo, da autodestruição omnipotente, do ridículo sabor de querer ser...

A Baixa Pombalina vai ser dos turistas

A Baixa Pombalina vai ser dos turistas Tem sido notícia que a Baixa Pombalina, em Lisboa, vai ficar quase sem carros, a não ser os dos residentes e pouco mais. Na verdade, ninguém contesta que o planeta tem de ser preservado, mas não com medidas pseudo-populistas ou apenas na moda, balofas e impensadas para a dimensão que têm. Tudo precisa de ser...

Ditadura da esperteza ou psicopatia

Ditadura da esperteza ou psicopatia Vivemos na era do destemor e do medo; da aceleração e da lentidão; das raivas e das guerras, mas também do desejo de paz; da ambição de conhecimento e da real ignorância sem qualquer sabedoria. Enfim, existimos no tempo de tudo e de nada em que os perdidos se encontram e os encontrados parecem, tantas vezes,...

Vergonha da velhice ou omnipotência da juventude

Apesar de não estar muito na moda olhar para o lado ou em frente, já que, na verdade, olhamos essencialmente para baixo ou para cima, não é nestas direções que conseguimos ir buscar aprendizagens que nos tornam mais sábios. Para baixo recebemos conteúdos, tantas vezes amalgamados sem critério ou somatórios de fofocas que nos animam a continuar a...

O barulho não faz bem

Nos últimos tempos, por razões diversas, algumas conversas têm-se dirigido maioritariamente para o facto de se habitar na cidade, suas comodidades e seus incómodos. Estes temas são vastos e permitem percorrer muitos caminhos, mas não ficam dúvidas de que, para que a vida tenha sentido, é preciso re-significar a existência; percebê-la como uma...