Em cidades próximas de Pequim

Autoridades chinesas impedem pela força celebrações e festejos natalícios

| 26 Dez 2023

‘Uma testemunha relatou à Asia News que viu a polícia a impedir “pais com filhos de entrar na igreja, dizendo-lhes que o templo não era seguro para as crianças, pois havia muitas pessoas lá dentro”Foto’  © site Asia News

 

Em pelo menos duas cidades da província de Hebei, as autoridades chinesas recorreram a medidas extraordinárias para impedir a celebração e os festejos de Natal. A Asia News dava conta em despacho de 26 de dezembro de “bloqueios de trânsito e encerramento obrigatório de algumas lojas”, de “proibição, em vários dormitórios universitários, da exposição de quaisquer objetos relacionados com o Natal”, além de “outras medidas massivas de ‘segurança’ adotadas pelas autoridades para desencorajar a participação dos fiéis na noite de Natal”.

A província de Hebei rodeia Pequim, tem duas vezes a área de Portugal, uma população de vizinha dos 80 milhões e nela existe historicamente uma forte presença de católicos, sobretudo na região próxima da cidade de Baoding. Nesta cidade, a polícia adotou medidas excecionais na véspera de Natal para ‘garantir a segurança’, tendo “anunciado o controle de todo o trânsito no centro histórico de Yuhua Road, onde está localizada a Catedral de São Pedro e São Paulo, sede da diocese de Baoding”.

“Uma fonte que mora em Baoding confirmou a informação e disse à Asia News que havia agentes da polícia por toda a parte ao redor da igreja. Viaturas da polícia estavam estacionadas perto da catedral e também havia polícia de choque. Todas as lojas à volta da igreja estavam fechadas” – relata a agência, que acrescenta outros pormenores: “Não foi permitida a entrada de veículos no centro histórico depois das 16h00 e os autocarros que tentavam passar pela zona foram desviados e obrigados a seguir por outras ruas. Além disso, todas as lojas na área foram obrigadas a fechar e as vendas e promoções de Natal proibidas”.

Uma testemunha relatou à Asia News que viu a polícia a impedir “pais com filhos de entrar na igreja, dizendo-lhes que o templo não era seguro para as crianças, pois havia muitas pessoas lá dentro”. Pelas mesmas ‘razões’ a polícia insistiu junto dos pais que já se encontravam dentro da Catedral para que saíssem, levando com eles os filhos. “A polícia estava por toda a parte dentro da igreja, criando um ambiente pesado, em franco contraste com o espírito da celebração”, adiantou a mesma fonte àquela agência.

A Asian News refere que “o clima também estava tenso em Donglü, cuja igreja é destino de peregrinação”, onde, de acordo com uma fonte local, “a polícia esteve estacionada na aldeia durante uma semana antes do Natal”. Donglü fica a 20 quilómetros de Baoding e é famosa pela sua Madonna da China.

Em quase toda região, os alunos das escolas e universidades locais também receberam um aviso “exigindo que permanecessem no campus na véspera de Natal para evitar celebrações, enquanto quaisquer itens com elementos típicos da época natalícia não eram permitidos nos dormitórios”. Nos últimos anos têm circulado, lembra a Asia News, “avisos do Governo, de escolas e de empresas sobre como ‘boicotar feriados estrangeiros’ e ‘proibir a promoção comercial do Natal’”.

 

Por um mundo que acolha as pessoas refugiadas

Dia Mundial do Refugiado

Por um mundo que acolha as pessoas refugiadas novidade

Dia 20 de Junho é dia de homenagearmos todos aqueles e aquelas que, através do mundo, se veem obrigados e obrigadas a fugirem do seu lar, a suspenderem a vida e a interromperam os seus sonhos no lugar que é o seu. Este é o dia de homenagearmos a força e a coragem desses homens e mulheres – tantos jovens e crianças, meu Deus! – que arriscam a vida na procura de um lugar que os acolha.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Reunião do Conselho dos Cardeais com o Papa voltou a contar com três mulheres

Uma religiosa e duas leigas

Reunião do Conselho dos Cardeais com o Papa voltou a contar com três mulheres novidade

Pela quarta vez consecutiva, o papel das mulheres na Igreja voltou a estar no centro dos trabalhos do Papa e do seu Conselho de Cardeais – conhecido como C9 -, que se reuniu no Vaticano nos últimos dois dias, 17 e 18 de junho. Tratou-se de uma reflexão não apenas sobre as mulheres, mas com as mulheres, dado que – tal como nas reuniões anteriores – estiveram presentes três elementos femininos naquele que habitualmente era um encontro reservado aos prelados.

Liga Operária Católica apela aos trabalhadores que se sindicalizem

Reunida em Seminário Internacional

Liga Operária Católica apela aos trabalhadores que se sindicalizem novidade

“Precisamos que os sindicatos sejam mais fortes e tenham mais força nas negociações e apelamos a todos os os trabalhadores a unirem-se em volta das suas associações”. A afirmação é dos representantes da Liga Operária Católica/Movimento de Trabalhadores Cristãos (LOC/MTC), que estiveram reunidos no passado fim de semana no Museu da Central do Caldeirão, em Santarém, para o seu Seminário Internacional.

Escravatura e racismo: faces da mesma moeda

Escravatura e racismo: faces da mesma moeda novidade

Nos últimos tempos muito se tem falado e escrito sobre escravatura e racismo no nosso país. Temas que nos tocam e que fazem parte da nossa história os quais não podemos esconder. Não assumir esta dupla realidade, é esconder partes importantes da nossa identidade. Sim, praticámos a escravatura ao longo de muitos séculos, e continuamos a fechar os olhos a situações de exploração de pessoas imigradas, a lembrar tempos de servidão.[Texto de Florentino Beirão]

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This