Primeiro mural concluído

Zambujal torna-se galeria a céu aberto para promover desenvolvimento sustentável

| 31 Ago 2023

Mural no Bairro do Zambujal, alusivo à Igualdade de Género. Foto © Zambujal 360

Na empena de um edifício localizado na Rua das Mães de Água, é já possível apreciar a pintura de uma mulher e um homem sentados à mesma mesa a competir de igual para igual. Foto © Zambujal 360.

 

O bairro do Zambujal, localizado na freguesia de Alfragide, concelho da Amadora, prepara-se para ser “o primeiro bairro embaixador dos 17 Objetivos de DesenvolvimentoSustentável”: os seus edifícios vão servir de tela para uma série de murais que pretendem ilustrar esses mesmos objetivos, e o primeiro – dedicado à Igualdade de Género – já está pronto.

Esta primeira obra de arte, apoiada pela Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento, é da autoria de Mariana Duarte Santos e “foi executada no início de agosto sob o olhar atento dos moradores e um grande envolvimento da comunidade”, informam as associações Ad Gentes e CAZAmbujal, promotoras do projeto Zambujal 360, em comunicado enviado ao 7MARGENS.

Na empena de um edifício localizado na Rua das Mães de Água, é já possível apreciar a pintura de uma mulher e um homem sentados à mesma mesa a competir de igual para igual. “O tabuleiro evoca a posição final do jogo entre Judit Polgar e Garry Kasparov, em que a campeã húngara ganhou ao famoso jogador russo. Contudo, a mulher aqui pintada é uma moradora local, criando uma relação direta com a população que vive no bairro desde o início dos anos 70, quando o Fundo de Fomento para a Habitação criou vários bairros de habitação social, entre os quais o Bairro do Zambujal”, explica o comunicado.

“Na estante em plano de fundo, encontramos vários livros de mulheres e homens que lutaram pela igualdade de género, assim como a capa de um disco da famosa Cesária Évora”, referem ainda os promotores do projeto, acrescentando: “Outros pormenores da pintura justificam uma visita para ver ao vivo este mural. Destacamos a folha de papel com caracteres Nushu, uma forma de escrita inventada e utilizada apenas por mulheres de Jiangyon (China), numa altura em que não lhes era permitido aprender a ler ouescrever, a mesa que não se atravessa completamente entre os dois jogadores, ou um misterioso número 44 na lombada de um dos livros que só os moradores locais poderão esclarecer o significado”.

Apesar de este primeiro mural já estar concluído, as “visitas oficiais” ao bairro do Zambujal só iniciarão a partir de 1 de outubro, altura em que estarão prontas cinco das 17 pinturas da galeria de arte urbana dedicada aos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

“Em cada oportunidade, estás tu”

Ajuda em Ação lança campanha para promover projetos de educação e emprego

“Em cada oportunidade, estás tu” é o mote da nova campanha de Natal da fundação Ajuda em Ação, que apela a que todos os portugueses ofereçam “de presente” uma oportunidade a quem, devido ao seu contexto de vulnerabilidade social, nunca a alcançou. Os donativos recebidos revertem para apoiar os programas de educação, empregabilidade jovem e empreendedorismo feminino da organização.

Secularismo e Direitos Humanos

Secularismo e Direitos Humanos novidade

O Tribunal de Justiça da União Europeia (TJUE) decidiu, no passado dia 28 de novembro (ver 7MARGENS), que a administração pública de um país pode proibir os seus funcionários de usarem visivelmente qualquer sinal que revele crenças filosóficas ou religiosas, a fim de criar um “ambiente administrativo neutro”. Devo dizer que esta formulação me deixa perplexa e bastante preocupada. É óbvio que todos sabemos que a Europa se construiu sobre ruínas de guerras da religião. (Teresa Toldy)

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This