Balanço da viagem do Papa ao Iraque em debate no 7M: reconstrução, política e uma mão branca a acenar fora do carro preto

| 9 Mar 2021

Papa, Iraque

O Papa terminou esta segunda-feira a sua visita ao Iraque. Foto © Facebook/Vatican Media.

 

O encontro do Papa com o Grande Ayatollah Ali al-Sistani, líder espiritual dos muçulmanos xiitas, foi um dos momentos mais importantes da viagem de Francisco ao Iraque, na opinião das três convidadas do 7MARGENS para fazerem um primeiro balanço do acontecimento, que terminou nesta segunda-feira com o regresso de Francisco ao Vaticano.

No debate intervêm Irene Guia, religiosa das Escravas do Sagrado Coração de Jesus, que esteve dois anos (2016-18) no Curdistão iraquiano a trabalhar com o Serviço Jesuíta aos Refugiados; Catarina Martins Bettencourt, directora nacional da Ajuda à Igreja que Sofre, instituição que tem apoiado vários projectos de reconstrução no Iraque e que publica de dois em dois anos o relatório Liberdade Religiosa no Mundo; e Sofia Lorena, jornalista do Público, que acompanha as questões do Médio Oriente e esteve já no Iraque em reportagem.

A conversa, que decorreu ao início da tarde desta segunda-feira, quando o Papa Francisco estava a aterrar em Roma, começou por abordar os momentos e ideias mais significativos da viagem; percorreu, depois, as histórias dramáticas do Iraque nos últimos anos e as propostas do Papa para reconstruir o país e as vidas estilhaçadas; discutiu o papel das organizações internacionais no apoio à reconstrução e a intervenção que a comunidade internacional (nomeadamente a União Europeia, neste semestre da presidência portuguesa); e questionou a dimensão política do perdão em situações como a do Iraque.

O registo integral do debate pode ser visto no vídeo a seguir:

 

Sida: 60% das crianças entre os 5 e os 14 anos sem acesso a tratamentos

Relatório da ONU alerta

Sida: 60% das crianças entre os 5 e os 14 anos sem acesso a tratamentos novidade

O mais recente relatório da ONUSIDA, divulgado esta terça-feira, 29 de novembro,  é perentório: “o mundo continua a falhar à infância” na resposta contra a doença. No final de 2021, 800 mil crianças com VIH não recebiam qualquer tratamento. Entre os cinco e os 14 anos, apenas 40% tiveram acesso a medicamentos para a supressão viral. A boa notícia é que as mortes por sida caíram 5,79% face a 2020, mas a taxa de mortalidade observada entre as crianças é particularmente alarmante.

Gracia Nasi, judia e “marrana”

Documentário na RTP2

Gracia Nasi, judia e “marrana” novidade

Nascida em Portugal em 1510, com o nome cristão de Beatriz de Luna, Gracia Nasi pertencia a uma uma família de cristãos-novos expulsa de Castela. Viúva aos 25 anos, herdeira de um império cobiçado, Gracia revelar-se-ia exímia gestora de negócios. A sua personalidade e o destino de outros 100 mil judeus sefarditas, expulsos de Portugal, são o foco do documentário Sefarad: Gracia Nasi (RTP2, 30/11, 23h20).

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Bahrein

Descoberto mosteiro cristão sob as ruínas de uma mesquita

Há quem diga que este é o “primeiro fruto milagroso” da viagem apostólica que o Papa Francisco fez ao Bahrein, no início de novembro. Na verdade, resulta de três anos de trabalho de uma equipa de arqueólogos locais e britânicos, que acaba de descobrir, sob as ruínas de uma antiga mesquita, partes de um ainda mais antigo mosteiro cristão.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This