Balanço da viagem do Papa ao Iraque em debate no 7M: reconstrução, política e uma mão branca a acenar fora do carro preto

| 9 Mar 2021

Papa, Iraque

O Papa terminou esta segunda-feira a sua visita ao Iraque. Foto © Facebook/Vatican Media.

 

O encontro do Papa com o Grande Ayatollah Ali al-Sistani, líder espiritual dos muçulmanos xiitas, foi um dos momentos mais importantes da viagem de Francisco ao Iraque, na opinião das três convidadas do 7MARGENS para fazerem um primeiro balanço do acontecimento, que terminou nesta segunda-feira com o regresso de Francisco ao Vaticano.

No debate intervêm Irene Guia, religiosa das Escravas do Sagrado Coração de Jesus, que esteve dois anos (2016-18) no Curdistão iraquiano a trabalhar com o Serviço Jesuíta aos Refugiados; Catarina Martins Bettencourt, directora nacional da Ajuda à Igreja que Sofre, instituição que tem apoiado vários projectos de reconstrução no Iraque e que publica de dois em dois anos o relatório Liberdade Religiosa no Mundo; e Sofia Lorena, jornalista do Público, que acompanha as questões do Médio Oriente e esteve já no Iraque em reportagem.

A conversa, que decorreu ao início da tarde desta segunda-feira, quando o Papa Francisco estava a aterrar em Roma, começou por abordar os momentos e ideias mais significativos da viagem; percorreu, depois, as histórias dramáticas do Iraque nos últimos anos e as propostas do Papa para reconstruir o país e as vidas estilhaçadas; discutiu o papel das organizações internacionais no apoio à reconstrução e a intervenção que a comunidade internacional (nomeadamente a União Europeia, neste semestre da presidência portuguesa); e questionou a dimensão política do perdão em situações como a do Iraque.

O registo integral do debate pode ser visto no vídeo a seguir:

 

Bispos católicos de França apelam à fraternidade e justiça, mas não se demarcam da extrema-direita

Com as eleições no horizonte

Bispos católicos de França apelam à fraternidade e justiça, mas não se demarcam da extrema-direita novidade

O conselho permanente dos bispos da Igreja Católica de França considera, num comunicado divulgado esta quinta-feira, 20 de junho, que o resultado das recentes eleições europeias, que deram a vitória à extrema-direita, “é mais um sintoma de uma sociedade ansiosa, dividida e em sofrimento”. Neste contexto, e em vésperas dos atos eleitorais para a Assembleia Nacional, apresentaram uma oração que deverá ser rezada por todas as comunidades nestes próximos dias.

“Precisamos de trabalhar num projeto de sociedade que privilegie a ativação da esperança”

Tolentino recebeu Prémio Pessoa

“Precisamos de trabalhar num projeto de sociedade que privilegie a ativação da esperança” novidade

Na cerimónia em que recebeu o Prémio Pessoa 2023 – que decorreu esta quarta-feira, 19 de junho, na Culturgest, em Lisboa – o cardeal Tolentino Mendonça falou daquela que considera ser “talvez a construção mais extraordinária do nosso tempo”: a “ampliação da esperança de vida”. Mas deixou um alerta: “não basta alongar a esperança de vida, precisamos de trabalhar num projeto de sociedade que privilegie a ativação da esperança e a deseje fraternamente repartida, acessível a todos, protagonizada por todos”.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

“O 7 de outubro, a guerra em Gaza e as sombras da Shoah e da Nakba”

“O 7 de outubro, a guerra em Gaza e as sombras da Shoah e da Nakba” novidade

O último dia de “Reflexos e Reflexões” prometia uma tarde bem preenchida: o debate sobre “o 7 de outubro, a guerra em Gaza e as sombras da Shoah e da Nakba”, e a peça de teatro “House”, de Amos Gitai, pelo teatro La Colline. Aqui deixo uma síntese do debate, que tentei fazer com a maior fidedignidade possível, a partir dos apontamentos que fui tomando (era proibido tirar fotografias ou fazer gravações, para garantir que todos se sentiam mais livres para falar). [Texto de Helena Araújo]

E Jesus, estaria ele no Tik Tok?

7MARGENS/Antena 1

E Jesus, estaria ele no Tik Tok? novidade

“Falar Piano e Tocar Francês” é o título do livro do maestro Martim Sousa Tavares. Arte, música, cultura, paixão e mediação são temas do livro e pretextos para a conversa no programa 7MARGENS, da Antena 1. Que começa por uma pergunta: e Jesus, estaria ele hoje no Tik Tok?

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This