Basílica de Santa Sofia deve ser local de culto para muçulmanos e cristãos, defende patriarca arménio de Constantinopla

| 17 Jun 20

Hagia Sophia, em Istambul (antiga Constantinopla). Foto © António José Paulino

 

O Patriarca arménio de Constantinopla, Sahak Mashalian, pediu esta semana que o estatuto de lugar de culto seja restituído à Basílica de Santa Sofia (também conhecida como Hagia Sophia, ou Sabedoria), na Turquia, não só para muçulmanos (religião dominante no país), mas também para os cristãos, noticiou a agência Fides.

A basílica, construída entre 532 e 537 pelo imperador Constantino para ser a catedral de Constantinopla (atual Istambul), foi convertida em templo católico romano durante o Patriarcado Latino de Constantinopla, e utilizada como mesquita de 1453 a 1931, altura em que foi secularizada. Desde 1934, funciona apenas como museu e atração turística.

“Santa Sofia foi construída com o empenho de dez mil trabalhadores, gastou-se uma fortuna… Passou por inúmeras obras de reconstrução, e todos esses esforços foram feitos com a intenção de preservá-la como lugar de oração, não para servir como um museu”, afirmou o patriarca Sahak II. “Acredito que fiéis em oração servem melhor o espírito do templo do que turistas curiosos de um lado para o outro a tirar fotografias”, escreveu na sua conta de Twitter.

Para o líder da maior comunidade cristã na Turquia, a basílica poderá assim tornar-se um sinal de que uma “aliança” entre o cristianismo e o islão é possível. “Mesmo que a nossa fé seja diferente, não acreditamos no mesmo Deus?”, questionou, sublinhando que o lugar “é suficientemente grande para se poder atribuir um espaço aos cristãos”, de forma a que “o mundo possa aplaudir a nossa maturidade e paz religiosa”.

“Não podemos dar-nos ao luxo de um novo conflito entre a cruz e o crescente. A salvação do mundo está na aliança da cruz e do crescente. E a honra de manifestar tal paz ao mundo é digna da República da Turquia”, conclui o patriarca arménio de Constantinopla.

Nos últimos dias, diversos meios de comunicação turcos noticiaram que o Presidente Recep Tayyip Erdogan terá dado instruções para alterar o estatuto do monumento, para que possa ser novamente usado como local de culto islâmico. A questão deverá ser discutida pelo Conselho de Estado, a 2 de julho próximo.

(O grupo Cappella Romana reconstitui o som de Haghia Sophia neste hino bizantino da Divina Liturgia ortodoxa:)

 

Artigos relacionados


Notice: Undefined index: HTTP_REFERER in /home/setemargve/www/wp-content/plugins/smart-marketing-for-wp/egoi-for-wp.php on line 188