Mais 94 condenações na Nicarágua

Bispo Álvarez sujeito a tortura em cela de segurança máxima

| 17 Fev 2023

bispo rolando álvarez, nicaragua, foto infobae

Rolando Álvarez encontrava-se em prisão domiciliária desde 19 de agosto de 2022, dia em que foi detido pela polícia da Nicarágua. Foto: Direitos reservados.

 

Após ter recusado o exílio nos Estados Unidos da América e sido condenado a 26 anos de prisão por traição à pátria, o bispo de Matagalpa (Nicarágua), Rolando Álvarez, foi colocado em La Modelo, uma prisão onde se encontram vários presos políticos do regime de Daniel Ortega. Segundo o jornal nicaraguense Despacho 505, fontes da Igreja Católica informaram que o bispo está numa cela de segurança máxima, conhecida como El Infiernillo, em permanente escuridão e com temperaturas que rondam os 40 graus.

Rolando Álvarez encontrava-se em prisão domiciliária desde 19 de agosto de 2022 e tinha julgamento marcado para o passado dia 15 de fevereiro, mas este foi antecipado depois de, no dia 9 de fevereiro, o bispo ter sido forçado ao exílio para os Estados Unidos juntamente com outros 222 presos políticos, e recusado embarcar no avião. Álvarez não é visto desde a madrugada desse dia.

“As pessoas da prisão [La Modelo] disseram que ele foi levado para lá, e que está detido na cela 300, isolado”, revelaram as fontes, acrescentando que o bispo se encontra em isolamento porque o regime não quer que ele tenha contacto com nenhum outro preso político. Aquela cela, conhecida como local de castigo onde vários presos têm sido torturados, é um espaço de dois por três metros, sem ventilação nem iluminação.

O Centro Nicaraguense de Direitos Humanos (Cenidh) publicou uma declaração em que repudia as ações contra Álvarez, alertando para o facto de a sua segurança e vida estarem em risco.

 

Bispo Silvio Báez e mais 93 opositores perdem nacionalidade

Já esta quarta-feira, 15 de fevereiro, outros 94 opositores do governo de Ortega, entre os quais o bispo que se encontrava no exílio Silvio José Báez, assim como padres, políticos, escritores, jornalistas e defensores dos direitos humanos, viram ser-lhes retirada a nacionalidade nicaraguense.

Segundo avançou esta quinta-feira a revista Vida Nueva, tratou-se de “um processo expresso e sem julgamento” que levou o Tribunal de Apelação de Managua a declarar, na noite de 15 de fevereiro, estes 94 cidadãos como “traidores da pátria”.

Silvio Báez reside atualmente nos Estados Unidos, depois de a 23 de abril de 2019 se ter visto forçado a sair da Nicarágua ao receber um aviso por parte da embaixada norte-americana de que iria ser assassinado.

“Deus da vida e da libertação! Dou-te graças por ser nicaraguense, um orgulho que ninguém jamais poderá arrebatar-me. Peço-Te que nos guies no caminho até à libertação do nosso país, onde o povo oprimido e a Tua santa Igreja é perseguida”, partilhou o bispo na sua conta de Twitter, após saber da condenação.

 

Solidariedade e uma proposta: Álvarez candidato ao Nobel da Paz

De todas as partes do mundo, continuam a chegar mensagens de solidariedade para com Rolando Álvarez e a Igreja na Nicarágua. Os bispos venezuelanos divulgaram um comunicado onde dizem seguir com “atenta preocupação” os últimos acontecimentos: “expulsão de padres, diáconos, seminaristas e religiosos, entre eles as Irmãs da Caridade, assim como o julgamento e prisão do querido irmão Rolando Álvarez, bispo de Matagalpa”, que com “a sua coerência, decisão profética e acompanhamento ao povo é uma luz que mantém viva a Palavra da Verdade, a única que liberta os seres humanos”.

Já os bispos católicos do Equador lançaram um apelo ao governo da Nicarágua para que “faça uso do poder político em benefício do povo nicaraguense e não para dominar e impor o seu pensamento único”. “É necessário que respeite os direitos de pensar e expressar-se de modo diferente, tal como são reconhecidos pela comunidade internacional e inclusive pelo Estado nicaraguense”, escreveram, lançando duras críticas ao governo de Ortega: “Ontem lutaram contra uma ditadura assassina e hoje imitam o mais vil e ruim daquilo que prometeram erradicar”.

Das conferências episcopais do México, El Salvador, Guatemala e Honduras chegaram também, nos últimos dias, manifestações de forte “indignação” e “preocupação”.

Da parte do historiador Enrique Sáenz, coordenador da plataforma de comunicação #VamosAlPunto, surgiu a ideia de propor o bispo Álvarez como candidato a Prémio Nobel da Paz 2024. A ideia já colheu apoios junto de organizações da sociedade civil e de defesa dos direitos humanos, como o Centro de Assistência Legal Interamericano de Direitos Humanos ou a Nicaraguenses Livres.

Sobre tal proposta, esta última afirmou: “Seria uma mensagem clara nossa contra a tirania, uma mensagem clara do mundo civilizado, o reconhecimento do valor da coerência entre a pregação e a prática e, sobretudo, uma lição: a luta não violenta representa uma cúspide da moral, porque significa que quem a pratica aceita o sofrimento para nos motivar a resistir ao mal”.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

23 de março

Uma Via-Sacra especial em Guimarães novidade

A música de artistas portugueses como Pedro Abrunhosa, Marisa Liz e Tiago Bettencourt integrará uma Via-Sacra especial organizada pela Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, em Guimarães, e cujas receitas reverterão para o restauro de uma capela. A iniciativa está marcada para o próximo dia 23 de março.

Iniciativa ecuménica

Bispos latino-americanos criam Pastoral das Pessoas em Situação de Sem-abrigo

O Conselho Episcopal Latino-Americano (Celam) lançou oficialmente esta semana a Pastoral das Pessoas em Situação de Sem-abrigo, anunciou o Vatican News. Um dos principais responsáveis pela iniciativa é o cardeal Luís José Rueda Aparício, arcebispo de Bogotá e presidente da conferência episcopal da Colômbia, que pretende que a nova “pastoral de rua” leve a Igreja Católica a coordenar-se com outras religiões e instituições já envolvidas neste trabalho.

Uma Via-Sacra especial em Guimarães

23 de março

Uma Via-Sacra especial em Guimarães novidade

A música de artistas portugueses como Pedro Abrunhosa, Marisa Liz e Tiago Bettencourt integrará uma Via-Sacra especial organizada pela Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, em Guimarães, e cujas receitas reverterão para o restauro de uma capela. A iniciativa está marcada para o próximo dia 23 de março.

Uma ativista e uma catequista à conversa com uma teóloga e um padre

Uma ativista e uma catequista à conversa com uma teóloga e um padre novidade

Georgina perguntou-se sobre como explicar a dificuldade de relação dos bispos africanos com o mundo LGBTI+, Helena congratulou-se pela presença de leigos na aula sinodal, Serena sublinhou que a participação não se limita a “fazer parte”, inclui “tomar parte”. Aconteceu no Fórum Europeu de Grupos Cristãos LGBTI+, no qual participou Ana Carvalho.

O “Boletim Cinematográfico” na Igreja em Portugal – uma memória histórica

Os primórdios do movimento cinematográfico no seio da Igreja em Portugal

O “Boletim Cinematográfico” na Igreja em Portugal – uma memória histórica novidade

Este é o breve historial de uma publicação simples na sua forma de apresentação, mas que, ao durar persistentemente cerca de cinco décadas, prestou à cultura cinematográfica e à Igreja Católica em Portugal um serviço inestimável e indelevelmente ligado ao nome de Francisco Perestrello, agora falecido.

Agenda

There are no upcoming events.

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This