EUA

Bispo John Stowe participou na Benção do Orgulho Católico

| 2 Jun 21

bispo john stowe bencao lgbtq

“Que Deus, fonte de vida e amor, vos encha com a alegria de conhecerem a vossa grande dignidade e o vosso valor como filhos de Deus”, disse o bispo norte-americano John Stowe durante a celebração destinada à comunidade católica LGBTQ. Foto: captura de ecrã feita pelo National Catholic Reporter.

 

Menos de três meses depois de o Vaticano ter emitido a proibição de padres abençoarem uniões do mesmo sexo, o bispo John Stowe, de Lexington, Kentucky (EUA), participou na Bênção do Orgulho Católico, celebrada ontem, 1 de junho, em modo virtual. Mais de 20 líderes e organizações católicas dos EUA estiveram presentes nesta celebração que marcou o início do mês do Orgulho LGBTQ, onde foram abençoados vários elementos da comunidade católica LGBTQ.

“Deus convida-vos a aproximarem-se Dele, pois o que Ele deseja é um relacionamento profundo e íntimo com todos vós”, disse o bispo John Stowe, citado pelo National Catholic Reporter. “Que Deus, fonte de vida e amor, vos encha com a alegria de conhecerem a vossa grande dignidade e o vosso valor como filhos de Deus, criados com amor e cheios de bênçãos desde o primeiro momento da vossa existência”, acrescentou Stowe, um dos prelados católicos norte-americanos que mais ações tem realizado em apoio da comunidade LGBTQ.

 

Jornada Nacional Memória & Esperança 2021 já tem site

Homenagem às vítimas da pandemia

Jornada Nacional Memória & Esperança 2021 já tem site novidade

O site oficial da Jornada Nacional Memória & Esperança 2021, iniciativa que visa homenagear as vítimas da pandemia com ações em todo o país entre 22 e 24 de outubro, ficou disponível online esta sexta-feira, 17. Nele, é possível subscrever o manifesto redigido pela comissão promotora da iniciativa e será também neste espaço que irão sendo anunciadas as diferentes iniciativas a nível nacional e local para assinalar a jornada.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Novo ano letivo: regressar ao normal?

Novo ano letivo: regressar ao normal? novidade

Após dois conturbados anos letivos, devido à pandemia, as escolas preparam-se para um terceiro ano ainda bastante incerto, mas que desejam que seja o mais normal possível. O regresso à normalidade domina as declarações públicas de diretores escolares e de pais, alunos e professores. Este desejo de regresso à normalidade, sendo lógico e compreensível, após dois anos de imensa instabilidade, incerteza e experimentação, constitui ao mesmo tempo um sério problema.

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This