Ajuda às igrejas

Bispos americanos prestam contas de 10 milhões de dólares de peditórios nacionais

| 22 Jul 2023

Conferência Episcopal dos EUA

Comissão da Conferência Episcopal dos EUA para os media. Foto © Site da Conferência Episcopal. 

 

Os bispos católicos dos Estados Unidos anunciaram no dia 20 de julho a que continentes foram destinados 10,24 milhões de dólares (cerca de 9,2 milhões de euros) arrecadados pelas dioceses, paróquias e através de doações pelo correio nas quatro grandes campanhas nacionais de angariação de fundos para a ajuda às igrejas do mundo inteiro.

Mais de 1,1 milhão de dólares foram entregues a projetos em África, entre os quais 24,3 mil para “formar jovens católicos etíopes como pacificadores comunitários num país onde os conflitos armados brutais ocorrem há três gerações”, lê-se na nota do episcopado americano. Às igrejas da Europa Central e Oriental foram entregues 5,1 milhões de dólares, dos quais 1,5 para financiar “trabalhos humanitários de guerra na Ucrânia e países vizinhos”, enquanto as igrejas da América Latina receberam 2,65 milhões “para apoiar projetos tão diversos quanto a recuperação das destruições causadas por terremoto, até à formação de jovens freiras”.

No campo interno, 1,38 milhões de dólares foram entregues “à diocese de Venice, na Flórida, onde 13 paróquias de comunidades empobrecidas sofreram graves danos causados pelo furacão Ian em setembro de 2022”.

A Catholic News Agency procurou obter uma maior discriminação dos apoios concedidos, sem conseguir obter resposta da Conferência Episcopal dos Bispos Americanos a tal solicitação.

As campanhas nacionais através das quais se obtiveram os fundos de que agora os bispos americanos prestam contas foram estas quatro: peditório para a Igreja na Europa Central e Oriental; peditório para a Igreja na América Latina; campanha do Fundo de Solidariedade para a Igreja na África; coleta para o Fundo dos Bispos de Emergência para Desastres e Catátrofes.

 

Visite o andar-modelo. Há muitos e bons livros para lembrar Abril

Três obras para ler

Visite o andar-modelo. Há muitos e bons livros para lembrar Abril novidade

Abril, livros mil é o cliché óbvio, e até preguiçoso, para o manancial de edições no mercado livreiro português sobre os 50 anos do 25 de Abril ou que, aproveitando a efeméride redonda da Revolução dos Cravos, se inscrevem na história da ditadura do Estado Novo e da democracia nascida em 1974. O 7MARGENS traz três (breves) propostas. Abril é sinónimo de diversidade e as férias podem ser ocasião para descobrir mais como se fez a democracia que vivemos há cinco décadas.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Jovens bahá’ís dedicam férias de verão ao serviço comunitário

De norte a sul do país

Jovens bahá’ís dedicam férias de verão ao serviço comunitário novidade

O período do verão é muitas vezes utilizado pelos jovens bahá’ís como uma oportunidade para dedicar tempo ao serviço, e este ano não está a ser diferente. A Caravana de Serviço, um projeto que reúne jovens de diversas localidades para atividades de serviço comunitário de norte a sul do país, começou com grande entusiasmo no final de junho com o evento Reconecta, realizado em Monchique, e já em julho com um  acampamento nacional, em Palmela.

Palavras violentas, consequências violentas

Palavras violentas, consequências violentas novidade

Com uma percentagem significativa do país armada, e pelo menos uma percentagem violentamente zangada, temos de concordar que a única esperança para a paz é, como se diz, “reduzir a retórica”. – A reflexão de Phyllis Zagano sobre o panorama atual nos EUA

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This