Liberdade religiosa na Austrália

Bispos apoiam com reservas proposta de Lei

| 27 Nov 21

Foto: Scott Morrison, Primeiro Ministro da Austrália © Eesan1969 / Wikimedia Commons

 

Os bispos australianos classificaram com sendo “um passo em frente” a proposta de Lei da Liberdade Religiosa que a pela Câmara dos Representantes começa a discutir na próxima semana, noticiou o Vatican News na sua edição de 27 de novembro.

O projeto de lei retoma o anunciado em 2017 e foi apresentado ao Parlamento no dia 24 de novembro pelo primeiro-ministro Scott Morrison após uma série de alterações introduzidas nas versões anteriores. Na sua primeira leitura do documento, os bispos acolheram-no bem, embora com reservas por o considerarem “insuficiente”.

A nova legislação visa garantir que ninguém possa ser discriminado por se declarar crente, desde que não ameace, intimide, assedie ou calunie terceiros, ou essa crença seja considerada prejudicial para uma “pessoa razoável” que a queira seguir. O projeto de lei reconhece a liberdade das entidades religiosas para “geralmente” agirem de acordo com a sua fé em situações especiais. Mas, no entanto, as cláusulas referentes à proibição de demitir alguém por causa da crença que professa ou a que permitia aos profissionais de saúde recusar tratamento a pessoas por motivos religiosos desapareceram do texto agora apresentado ao Parlamento.

Apesar disto, a Conferência dos Bispos Católicos da Austrália saudou o texto da proposta de Lei como um “progresso em direção” a um tratamento legal da religião em paridade com “outras leis antidiscriminação” e por que exprime “uma visão positiva da liberdade religiosa”. Os bispos sublinham, porém, que na Austrália “a discriminação com base na crença ou na atividade religiosa” é ainda “inconsistentemente combatida” e a liberdade religiosa “insuficientemente protegida”.

 

Abusos na Igreja e Vaticano: “Fazer o que ainda não foi feito”

Análise

Abusos na Igreja e Vaticano: “Fazer o que ainda não foi feito” novidade

Sobre as leituras e as consequências do estudo divulgado há precisamente uma semana relativamente aos abusos na Arquidiocese de Munique, umas das principais da Alemanha, o mundo católico encontra-se em suspenso. Já esta sexta-feira, 28, espera-se o pronunciamento da diocese visada e tanto o Vaticano como Bento XVI anunciaram ir estudar atentamente o documento, tendo o Papa Emérito prometido responder.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Centro de Formação Cristã inaugura disciplina sobre ecologia integral

Diocese de Leiria-Fátima

Centro de Formação Cristã inaugura disciplina sobre ecologia integral novidade

A partir do próximo dia 8 de fevereiro, a Escola Diocesana Razões da Esperança (EDRE), do Centro de Cultura e Formação Cristã da Diocese de Leiria-Fátima, contará com uma novidade na sua oferta formativa: pela primeira vez e de forma mais sistematizada, será dada atenção às questões ambientais e ecológicas, na linha do que o Papa Francisco propõe na Encíclica Laudato Si’. A disciplina terá a designação de “Cuidar da Terra, cuidar do outros” e será lecionada por elementos da Rede Cuidar da Casa Comum, noticia a diocese no seu site.

Thich Nhat Hanh: Buda e Jesus são irmãos

Thich Nhat Hanh: Buda e Jesus são irmãos novidade

Regressei ao cristianismo. Mas fui budista zen cerca de quinze anos, integrada na orientação budista zen do mestre japonês Taisen Deshimaru (Associação Zen Internacional); tendo como mestre um dos seus discípulos, Raphael Doko Triet. Gostaria de lhe prestar aqui a minha homenagem pois aprendi muito com ele, ligando-nos ainda – embora à distância – uma profunda amizade.

Fale connosco

Abusos na Igreja
Dar voz ao silêncio

Contactos da Comissão Independente

https://darvozaosilencio.org/

E-mail: geral@darvozaosilencio.org

Telefone: (+351) 91 711 00 00

You have Successfully Subscribed!

Pin It on Pinterest

Share This