Bispos católicos solidários com jornalistas na Venezuela

| 26 Mar 20

Venezuela: depois dos problemas económicos e sociais, a pandemia de covid-19 vem agravar as condições de vida, mas o regime não quer que se fale disso. Foto © ACN Portugal

 

Os bispos católicos venezuelanos solidarizaram-se com os jornalistas do país, encorajando-os a continuar a assumir “a missão de ser comunicadores da verdade e da esperança no meio da dificuldade”, aludindo ao aumento de casos de covid-19, ao mesmo tempo que o regime continua a assediar os profissionais de comunicação, noticia a revista espanhola Vida Nueva.

Há vários casos de jornalistas presos ou ameaçados enquanto fazem o seu trabalho e a página de internet do Parlamento, presidido pelo opositor Juan Gaidó, foi encerrada. Diante disso, o presidente da Comissão Episcopal de Comunicação e bispo auxiliar de Caracas, Tulio Ramírez, apelou: “Não desanimem. No meio da censura que se vive, há que marcar a diferença” e os jornalistas têm “uma responsabilidade histórica”, fazendo denúncias documentadas, confrontando fontes e investigando a fundo.

Artigos relacionados

Pin It on Pinterest

Share This