Conselho permanente

Bispos condenam eutanásia e mobilizam apoio à Ucrânia

| 13 Dez 2022

Conferência de imprensa da 202ª assembleia plenária da Conferência Episcopal Portuguesa, com o bispo José Ornelas (c), presidente da CEP e bispo de Leiria-Fátima, Virgílio Antunes (e), bispo de Coimbra, e p. Manuel Barbosa (d), secretário da CEP. 28 Abril 2022. Foto © António Marujo

Vice-presidente, presidente e secretário da Conferência Episcopal em Fátima, no final de Abril: desta vez, a reunião foi por vídeo, por causa do mau tempo. Foto © António Marujo

 

O conselho permanente da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) manifestou “a sua tristeza” pela aprovação da lei da eutanásia, esperando que o diploma “possa ainda ser alterado, dado o processo legislativo não estar ainda concluído”. Os bispos católicos reiteram ainda o que a CEP já expressou na semana passada.

A reunião decorreu por vídeo, tendo em conta o mau tempo que tem assolado o país. No comunicado final, os bispos expressaram “a sua solidariedade” para com os cidadãos atingidos pela intempérie, bem como o reconhecimento pelo esforço dos agentes envolvidos nas acções de socorro.

No documento, o conselho afirma ainda que lançou uma campanha de recolha de fundos junto das dioceses católicas e outras instituições eclesiais, respondendo a um pedido de apoio do arcebispo de Kiev para ajudar a Igreja da Ucrânia e as populações atingidas pela guerra.

O conselho permanente da CEP destaca ainda “a relevância das comemorações” dos 50 anos da vigília da Capela do Rato, que em 1972 reflectiu sobre a paz e “a contestação à guerra colonial, contributo importante na educação para a paz e na afirmação da democracia”.

No comunicado, os bispos anunciam que irão debater o tema dos abusos sexuais do clero no dia 3 de Março, no final do seu retiro anual, em Fátima, depois de a Comissão Independente apresentar publicamente o seu relatório dia 16 de Fevereiro. E pepararam a participação na assembleia continental do Sínodo católico (Praga, República Checa, 5 a 9 de Fevereiro) e no XV encontro de bispos dos países lusófonos (Nampula, Moçambique, 31 de janeiro a 5 de Fevereiro).

 

sobre as águas

sobre as águas novidade

Breve comentário do p. António Pedro Monteiro aos textos bíblicos lidos em comunidade, no Domingo XII do Tempo Comum B. ⁠Hospital de Santa Marta⁠, Lisboa, 22 de Junho de 2024.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Uma tarde para aprender a “estar neste mundo como num grande templo”

Na Casa de Oração Santa Rafaela Maria

Uma tarde para aprender a “estar neste mundo como num grande templo”

Estamos neste mundo, não há dúvida. Mas como nos relacionamos com ele? E qual o nosso papel nele? “Estou neste mundo como num grande templo”, disse Santa Rafaela Maria, fundadora das Escravas do Sagrado Coração de Jesus, em 1905. A frase continua a inspirar as religiosas da congregação e, neste ano em que assinalam o centenário da sua morte, “a mensagem não podia ser mais atual”, garante a irmã Irene Guia ao 7MARGENS. Por isso, foi escolhida para servir de mote a uma tarde de reflexão para a qual todos estão convidados. Será este sábado, às 15 horas, na Casa de Oração Santa Rafaela Maria, em Palmela, e as inscrições ainda estão abertas.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This