Bispos do Brasil sugerem plantar uma árvore como forma de rezar pelos mortos e cuidar da casa comum

| 30 Out 2020

Os bispos católicos brasileiros sugerem que as pessoas assinalem o próximo dia de Fiéis Defuntos, 2 de Novembro, plantando uma árvore nativa em memória das pessoas mais próximas que já morreram, bem como das vítimas da covid-19, e como forma de compromisso com a casa comum.

Num vídeo que se pode ver na página da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), o secretário-geral, Joel Portella Amado, explica que esta pode ser uma nova forma de, cumprindo a regra do distanciamento físico, manifestar a fé e homenagear as vidas que se perderam, rezando por elas sem colocar outras pessoas em risco, evitando as aglomerações em cemitérios.

A campanha da CNBB, com o título “É Tempo de Cuidar da Saudade e da Casa Comum”, pretende ser ainda, ao mesmo tempo, uma forma de compromisso pela Casa Comum dada à humanidade por Deus.

“Esse é um convite feito a todos nós, num tempo em que a aglomeração e o estar juntos fisicamente compartilhando o abraço e a saudade, ainda não nos são permitidos em função da pandemia. Fica o convite para que, por meio do compromisso com a Casa Comum, os cristãos católicos possam manifestar a fé no Deus da vida”, afirma o bispo no vídeo.

A recomendação é que se escolham árvores nativas. Ao mesmo tempo, os bispos sugerem que depois, cada pessoa partilhe uma foto da árvore, com os nomes das pessoas evocadas, nas redes sociais, através da hashtag #Cuidardasaudade. Ao mesmo tempo, as fotos serão publicadas na página da CNBB.

O vídeo pode ser visto aqui:

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

"Nada cristãs"

Ministro russo repudia declarações do Papa novidade

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov, descreveu como “nada cristãs” as afirmações do Papa Francisco nas quais denunciou a “crueldade russa”, especialmente a dos chechenos, em relação aos ucranianos. Lavrov falava durante uma conferência de imprensa, esta quinta-feira, 1 de dezembro, e referia-se à entrevista que Francisco deu recentemente à revista America – The Jesuit Review.

Ministro russo repudia declarações do Papa

"Nada cristãs"

Ministro russo repudia declarações do Papa novidade

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov, descreveu como “nada cristãs” as afirmações do Papa Francisco nas quais denunciou a “crueldade russa”, especialmente a dos chechenos, em relação aos ucranianos. Lavrov falava durante uma conferência de imprensa, esta quinta-feira, 1 de dezembro, e referia-se à entrevista que Francisco deu recentemente à revista America – The Jesuit Review.

Desarmar-se

Desarmar-se novidade

Sinto-me um pouco embaraçada. Perguntam-me: como correu o encontro com os meus amigos no Porto e, afinal de contas: o que é isto de “Juntos pela Europa”? O que é que 166 pessoas de 19 países diferentes, de 45 movimentos e comunidades de oito igrejas, podem fazer em conjunto, quando “os semelhantes atraem os semelhantes” e a diversidade é raramente – ou talvez nunca – uma força de coesão? E sem falar das diferentes visões geopolíticas, culturais, históricas, confessionais e, além disso: o que farão agora os russos e os ucranianos, que também estiveram presentes?

Francisco pede “pessoas dispostas a comprometer-se com o bem comum”

O Vídeo do Papa

Francisco pede “pessoas dispostas a comprometer-se com o bem comum” novidade

A 12ª edição de “O Vídeo do Papa” de 2022 acaba de ser publicada e nela Francisco destaca as organizações de voluntariado, e todas as pessoas nelas envolvidas, pelo seu empenho na promoção humana e no bem comum. Na sua intenção de oração, o Papa exorta-os a continuar este trabalho, atuando “não só para as pessoas, mas com as pessoas”, sendo “artesãos da misericórdia”.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This