Síntese sinodal apresentada em Madrid

Bispos espanhóis divulgam documento para etapa continental

| 1 Fev 2023

espanha apresenta sintese para assembleia continental do sinodo, foto conf episcopal espanhola

A apresentação do documento decorreu no sábado, 28 de janeiro, na sede da Conferência Episcopal Espanhola. Foto © CEE.

 

Reforçar “o acolhimento nas nossas comunidades, em particular daqueles que se sentem excluídos pela sua origem, situação afetiva, orientação sexual, ou por outros motivos”, aprofundar “a corresponsabilidade real e efetiva do povo de Deus, superando o clericalismo, que empobrece nosso ser e nossa missão” e promover “o papel da mulher na Igreja e favorecer a sua plena e igual participação em todos os níveis da vida eclesial e, em particular, no governo das instituições” são três das sete “prioridades específicas” traçadas pelos bispos espanhóis para as próximas assembleias sinodais.

O documento de quatro páginas resume a contribuição dos bispos espanhóis para a Assembleia Sinodal Continental que se realiza em Praga de 5 a 9 de fevereiro [Ver 7MARGENS ]. A sua apresentação decorreu no sábado, 28 de janeiro, na sede da Conferência Episcopal Espanhola (CEE), numa reunião que juntou mais de uma centena de participantes, entre bispos, um grupo de membros da vida consagrada, um representante de cada uma das equipas sinodais diocesanas e dirigentes dos movimentos de leigos.

A equipa sinodal da CEE agradeceu o trabalho dos “grupos sinodais que participaram na fase diocesana” – de que resultou uma síntese nacional – e aos quais, em outubro, foi distribuído o documento de trabalho para a etapa continental (DEC). As reflexões e contribuições recebidas nesta segunda fase de consulta estão na base do documento agora apresentado. De acordo com a equipa sinodal, “embora o tempo de reflexão e trabalho diocesano nesta etapa continental tenha sido curto e a participação menor do que na fase anterior, a experiência e o caminho percorrido” mostram que “o processo sinodal não terminou pois a sinodalidade deixou de “ser concebida como uma teoria ou um conceito abstrato, para ser entendida como uma realidade que favorece a comunhão”.

 

Lugares de consulta ou de decisão?

As sete prioridades pastorais desenhadas “representam grandes desafios para a Igreja e exigem um profundo discernimento que permita unir renovação com tradição” e incluem, além das três já referidas: cultivar “a integração e a participação dos jovens nas comunidades”; “estimular a formação nas questões fundamentais da fé”, particularmente no que “diz respeito à doutrina social da Igreja” e à “sinodalidade”; promover “o diálogo com o mundo e a cultura, com outras confissões religiosas e com a criação”; e “cuidar da liturgia através da formação e maior compreensão dos seus ritos e conteúdos”.

Antes de definir as prioridades pastorais para a Igreja em Espanha, o documento sublinha alguns aspetos da realidade eclesial que põe em evidência as tensões vividas dentro das próprias comunidades católicas, dando especial relevo ao “clericalismo que leva a confundir serviço com poder” e a que se contrapõe uma “sinodalidade que se vai configurando pouco a pouco na vida das Igrejas particulares, embora não faltem divergências quanto ao seu entendimento e atuação, que se expressam em desconfiança, ceticismo, medo, desinteresse, confusão e até entraves”. Contudo, sublinha a síntese: “Há um desejo de participação real do povo de Deus na vida e nas decisões da Igreja, que esbarra em óbvias limitações estruturais. Daí o pedido de que os órgãos sinodais não sejam meramente consultivos, mas lugares onde as decisões são tomadas com base nos processos de discernimento comunitário.”

Em Portugal, nada ainda foi divulgado quanto ao documento que a delegação nacional apresentará à Assembleia Sinodal Continental que começa no próximo dia 5.

 

Diocese de Braga propõe criação de ministério para o acolhimento e escuta

Sínodo sobre a sinodalidade

Diocese de Braga propõe criação de ministério para o acolhimento e escuta novidade

Apontar para a criação de novos ministérios na Igreja Católica e repensar os já existentes, apostando na formação de leigos para esse fim e tornar os conselhos pastorais efetivos nas comunidades cristãs, com funções consultivas, mas também “executivas” são alguns dos caminhos propostos pela Arquidiocese de Braga, no âmbito da consulta sinodal tendo em vista a segunda sessão do Sínodo sobre a Sinodalidade, que ocorrerá em outubro, no Vaticano. [Texto de Manuel Pinto]

Todos são responsáveis pela missão da Igreja

Relatório síntese do Patriarcado para o Sínodo

Todos são responsáveis pela missão da Igreja novidade

A necessidade de todos serem responsáveis pela missão da Igreja; o lugar central da família; a atenção às periferias humanas; a importância de ouvir as vozes dos que se sentem excluídos; o reforço dos Conselhos Pastorais Paroquiais; e a promoção da participação das mulheres nos ministérios, incluindo a reflexão sobre “a matéria pouco consensual” da sua ordenação – são alguns dos temas referidos no documento elaborado pela comissão sinodal do Patriarcado de Lisboa no âmbito da preparação da segunda assembleia do Sínodo sobre a sinodalidade.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Cada vez mais crianças morrem na Ucrânia por causa da guerra

“Aumento acentuado”

Cada vez mais crianças morrem na Ucrânia por causa da guerra novidade

O número de crianças mortas em território ucraniano devido à guerra com a Rússia está a subir exponencialmente. Em março, pelo menos 57 crianças morreram e, já durante os primeiros dez dias de abril, 23 perderam a vida. “A UNICEF está profundamente preocupada com o aumento acentuado do número de crianças mortas na Ucrânia, uma vez que muitas áreas continuam a ser atingidas por ataques intensos, 780 dias desde a escalada da guerra”, afirma Munir Mammadzade, representante na Ucrânia desta organização das Nações Unidas de apoio humanitário à infância.

Papa cria comissão independente para escutar as vítimas de abusos

Dominicanas do Espírito Santo, em França

Papa cria comissão independente para escutar as vítimas de abusos novidade

O Papa Francisco acaba de ordenar uma nova visita apostólica ao instituto francês das Dominicanas do Espírito Santo, a fim de aprofundar denúncias de abusos que ali se terão verificado nos primeiros anos da década passada. Esta decisão, anunciada por um comunicado emitido pelo próprio instituto nesta segunda-feira ao fim do dia, vem adensar ainda mais o contexto de várias polémicas vindas a lume nos últimos tempos, na sequência da expulsão de uma religiosa, decidida em 2021 pelo cardeal Marc Ouellet, então prefeito da Congregação para os Bispos

Interfaces relacionais insubstituíveis

Interfaces relacionais insubstituíveis novidade

Numa típica sala de aula do século XVIII, repleta de jovens alunos mergulhados em cálculos e murmúrios, um desafio fora lançado pelo professor J.G. Büttner: somar todos os números de 1 a 100. A esperança de Büttner era a de ter um momento de paz ao propor aquela aborrecida e morosa tarefa. Enquanto rabiscos e contas se multiplicavam em folhas de papel, um dos rapazes, sentado discretamente ao fundo, observava os números com um olhar penetrante. [Texto de Miguel Panão]

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This